Brejo/Agreste

Hospital de Mamanguape realiza mutirão contra o mosquito Aedes aegypti

mutirão-dengue-3

O Hospital Geral de Mamanguape (HGM), por intermédio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou na quarta-feira (30) mais um mutirão de faxina para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chinkingunya e do zika vírus. A ação foi comandada pelo gerente assistencial Reginaldo Lota e contou com a mobilização de diversos funcionários das áreas administrativa, de saúde e de limpeza.

A iniciativa consiste em identificar, eliminar e limpar locais com água acumulada que possam ser propícios a desenvolver focos e criadouros do mosquito. A faxina começou por volta das 15h, quando foram realizadas vistorias na caixa d’água e calhas, seguida por toda área interna, externa e arredor do hospital.

A diretora-geral do HGM, Isis Unfer, destacou que o trabalho de combate ao mosquito não deve parar. “A luta contra o Aedes é uma batalha diária. Não podemos dar chances ao mosquito que transmite tanta doença e que pode transmitir vírus para até 30 pessoas. Um copo, uma latinha, um amontoado de folhas. Tudo isso pode acumular água e ser a casa perfeita para o mosquito e por isso temos um cuidado constante para que não aconteça a proliferação aqui no HGM”, disse.

Já o gerente assistencial Reginaldo Lota informou que todos os profissionais estão alertas contra o mosquito. “A atenção é geral. Quem identificar qualquer água parada já sabe como proceder. Essa ação semanal é um reforço nas ações diárias”, afirmou.

Comunidade – É fundamental também o papel da população no processo de prevenção e controle da dengue, com a adoção de medidas simples como a eliminação de recipientes que podem acumular água e servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti. O ovo do mosquito pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado estiver seco. Se a área receber água novamente, o ovo ficará ativo e poderá atingir a fase adulta em poucos dias. Por isso, após eliminar a água parada, é importante lavar os recipientes com água e sabão.

Site Governo da PB




Click para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Mais Lidas

Topo