Brasil

Senadores cobram explicações sobre epidemia e taxa de juros

cassio_interna65_foto_Gerdan_Wesley

Brasília – O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), e o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) apresentaram nesta quarta-feira (03), na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), requerimento convidando o ministro da Saúde, Marcelo Castro e o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, para que apresentem as ações detalhadas e medidas implementadas pelo governo para combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti e evitar o aumento da incidência das doenças transmitidas por ele.

“A epidemia de casos de dengue, chicungunya e zika é o retrato do abandono do país por parte do governo petista. Números recentes do Ministério da Saúde informam que há suspeitas de 3.530 casos de microcefalia em razão do vírus Zyka. A possibilidade de o Brasil enfrentar uma tríplice epidemia em 2016 é cada vez mais real. De acordo com os dados oficiais, em todas as regiões cresceu a população do vetor Aedes Aegypti”, destacaram Cássio e Flexa na justificativa do requerimento.

O requerimento poderá entrar na pauta da reunião da CAS na reunião marcada para o próximo dia 17/02 (quarta-feira).

flexa_interna13_foto_Gerdan_Wesley

Taxa de juros

Cássio e Flexa também apresentaram, em conjunto, outro requerimento de convite. Eles querem que o ministro-presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, esclareça, aos membros da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), quais foram os argumentos que justificaram a manutenção da taxa de juros em 14,25% ao ano, o maior patamar em mais de nove anos.

A última reunião do Comitê de Política Monetária (COPOM) foi marcada por um episódio que contrariou todas as práticas até então adotadas às vésperas de suas decisões.

 

Assessoria




Click para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Mais Lidas da Semana

Topo