Cidades

Aplicativo do TRE recebe 5,6 mil denúncias de corrupção na Paraíba

sms_celular_smartphone_iphone-388387_640
Foto: ilustrativa
pardalpb2_twjt6mf

Sistema Pardal foi disponibilizado para os eleitores da Paraíba (Foto: Reprodução/Sistema Pardal)

Durante dois meses de funcionamento, o aplicativo Pardal, disponibilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), recebeu 5.633 denúncias relacionadas irregularidades cometidas por candidatos durante as campanhas eleitorais de 2016, em todo o estado.

A maior parte das denúncias ocorreram em Campina Grande e João Pessoa, dois maiores colégios eleitorais da Paraíba, tendo 452 e 493 denúncias cada.

Entre o total de denúncias feitas, 33% estão relacionadas a irregularidades em propaganda eleitoral, 23% sobre compra de votos, 17% por crimes eleitorais, 6% relacionadas ao uso da máquina pública, 3% referentes a doações e gastos eleitorais, e 18% foram denúncias relacionadas a outros tipos de irregularidades.

Outras cidades da Paraíba que tiveram destaque no número de denúncias, através do aplicativo, foram Esperança (306); Guarabira (170); Pocinhos (155); Queimadas (148); Sousa(126); Bayeux (123); e Piancó (121). Outros 191 municípios também registraram queixa. A lista completa está disponível no site do aplicativo.

No aplicativo, é possível escolher o estado e o município onde acontece a irregularidade e, a partir da identificação do local, o usuário pode enviar imagens, vídeos e áudios de casos referentes a propaganda eleitoral. Depois da denúncia, ele gera um número de protocolo que pode ser inserido novamente na busca para que o eleitor acompanhe o andamento de sua queixa.

Do G1 PB




Mais Lidas da Semana

Topo