Política

Raniery diz que aliança com PSD em 2016 pode não se refletir nas eleições de 2018

raniery_paulino_foto_divulgacao
Foto: Divulgação

Apesar de alguns tucanos reforçarem a aliança com o PMDB e PSD como “um projeto para o futuro”, a mesma lógica não é defendida por alguns membros do PMDB paraibano, que defendem abertamente a candidatura própria do partido nas eleições estaduais de 2018.

Nesta quarta-feira (15), por exemplo, durante entrevista à imprensa, o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) deixou claro que a aliança firmada em João Pessoa entre PSDB, PSD e PMDB, nas eleições 2016, pode não refletir em 2018.

“Eu tenho evitado falar em 2018, temos tantos problemas administrativos para tratar esse ano, mas é bom deixar claro que foi feita uma aliança para João Pessoa, essa aliança não se repetiu em Campina Grande ou em Guarabira, ou seja, não existe indexação do partido a nenhum projeto. É bom lembrar que quando aconteceu aliança estadual, em 2014, o governador cobrava a indexação da aliança municipal, e isso também não ocorreu. Eu defendo candidatura própria. Todo partido deve lançar candidatura. Pra 2018 a minha tese é de unidade partidária e de lançar candidatura própria sem fechar portas para aliança”, arrematou.

Já o tucano Bruno Cunha Lima (PSDB) faz uma defesa ao nome de qualquer um dos partidos que integraram o arco de aliança, reforçando a importância de cada um deles no processo políticos da Paraíba, seja na cabeça de chapa, seja disputando a vice ou o Senado.

“Todos os três partidos (PMDB – PSDB – PSD) tem grandes nomes. Temos nomes, temos fichas no jogo, diferente do outro lado, que não tem em quem apostar. O povo da Paraíba é um povo politizado, que sabe o que quer, enfim, quanto a questão de nomes, eu tenho dito que no tabuleiro do jogo, dentro da pré-campanha nós temos grandes nomes dentro do PSDB, a exemplo de Cássio, Romero. No PSD temos Cartaxo, no PMDB, temos Maranhão, ou seja, nomes não faltam. Já demonstramos uma maturidade política grande quando, por exemplo, o PSDB abriu mão de disputar a majoritária em João Pessoa. Nós já demos demonstrações de que esse grupo é maduro o suficiente para discutir sem imposições pessoais. O PSDB pode ficar com qualquer uma das vagas, assim como PSD e PMDB. Temos números suficientes e nomes suficientes”, disse.

Do Polêmica PB via CardernoDeMatérias




Mais Lidas da Semana

Topo