Política

Camila admite deixar o PSDB caso Aécio seja condenado e permaneça no partido

CAMILA_050416

A deputada estadual Camila Toscano admitiu nesta terça-feira (23) que pode deixar o PSDB, caso Aécio Neves permaneça na legenda mesmo sendo comprovada a culpa do senador nos crimes que está sendo investigado.

“Eu tenho uma vida limpa, sempre tive uma conduta correta. Entendo que para estar dentro da política é preciso ter nome limpo. Somos representantes do povo e devemos sempre dar exemplo, nos portando sempre pautados pela ética”, disse.

Aécio Neves está sendo investigado por ter pedido R$ 2 milhões aos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS. Tudo foi registrado em vídeo. Após a delação dos empresários, o parlamentar deixou o comando do PSDB e foi afastado do cargo de senador
Assessoria




Mais Lidas

Topo