Brejo/Agreste

Feiras itinerantes de artesanato integram Rota Cultural Caminhos do Frio

artesanato-paraibano-foto-Rosa-Aguiar
Foto: Rosa Aguiar

Projeto acontece de 3 de julho a 3 de setembro em nove cidades paraibanas.

Feiras itinerantes promovidas pelo Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) estão integrando as atrações do Rota Cultural Caminhos do Frio, projeto realizado de 3 de julho a 3 de setembro em nove cidades da região do Brejo.  As feiras itinerantes envolvem 250 artesãos, que irão mostrar em cada uma das cidades do circuito o melhor do artesanato paraibano. Nesta semana, o público pode conferir os produtos do artesanato paraibano na cidade de Areia, a primeira do circuito.

As feiras itinerantes de artesanato serão realizadas nas cidades de Areia, Pilões, Remígio, Solânea, Serraria, Bananeiras, Matinhas, Alagoa Nova e Alagoa Grande, que integram a Rota Caminhos do Frio. Para oferecer melhor oportunidade de vendas, o artesão só poderá participar da feira realizada em sua cidade.

A coordenadora do PAP, Lu Maia, ressalta que a participação do artesanato paraibano na Rota Cultural Caminhos do Frio proporcionará ainda mais visibilidade ao trabalho dos profissionais envolvidos. “O Caminhos do Frio é um projeto sólido, que conta com turistas de várias partes do país, sendo uma grande vitrine e uma excelente oportunidade de negócios para o nosso artesão”, destacou.

Já o presidente do Fórum de Turismo do Brejo, Sergerson Silvestre, afirmou que a participação do Programa de Artesanato da Paraíba no Caminhos do Frio irá tornar ainda mais dinâmica a programação cultural do projeto. “Essas feiras, além de geração de renda para os nossos artesãos, irão oferecer aos nossos turistas a oportunidade de conhecer a nossa região por meio do artesanato, incrementando ainda mais a programação cultural”, disse.

Expectativa – A coordenadora do PAP destaca que as feiras itinerantes irão ocorrer ao lado de uma vasta programação cultural, que terá nomes como Alcymar Monteiro, Chico César e Amazan. “Além disso, a realização dessas feiras irá conscientizar ainda mais os prefeitos a olharem para os artesãos, a perceberem o quanto é viável investir no artesanato paraibano”, acrescentou Lu Maia. “Temos as melhores expectativas possíveis”, completou.

Os produtos são comercializados em barracas padronizadas do Programa do Artesanato da Paraíba. Entre as tipologias contempladas estão o barro, brinquedos populares e fios, que englobam a renda renascença e o crochê, por exemplo. “São barracas elegantes feitas de pinus, com detalhes em chita, padronizadas e bem representativas”, explicou Lu Maia.

Agenda – As feiras itinerantes de artesanato coincidem com o Rota Cultural Caminhos do Frio, que ocorre nos seguintes períodos:

– Areia, de 3 a 9 de julho;

– Pilões, de 9 a 16 de julho;

– Remígio, de 17 a 23 de julho;

– Solânea, de 24 a 30 de julho;

– Serraria, de 31 de julho a 6 de agosto;

– Bananeiras, de 7 a 13 de agosto;

– Matinhas, de 14 a 20 de agosto;

– Alagoa Nova, de 21 a 27 de agosto;

– Alagoa Grande, de 28 de agosto a 3 de setembro.
Secom-PB

 




Mais Lidas da Semana

Topo