Policial

Mulher inventa roubo e é presa por falsa comunicação de crime em Guarabira

Uma mulher de 47 anos de idade, que reside na zona rural de Mulungu, foi presa por policiais militares e civis nesta quinta-feira (6), na cidade de Guarabira, depois de inventar que teria sido roubada depois de realizar um saque em uma agência bancária. Os documentos pessoais que ela disse terem sido levados pelo assaltante foram jogados por ela mesma em uma lixeira e encontrados posteriormente pelos policiais.

Os policiais do Núcleo de Inteligência e guarnição do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) foram informados, através do Copom, de que teria ocorrido um roubo a uma pessoa no centro da cidade e da vítima tinham sido levados R$ 2.437,00, além do cartão do banco e documentos pessoais que estavam dentro de uma sacola. A Rádio Patrulha foi até o local, fez rondas e não localizou os acusados, então levou a vítima até a Delegacia de Polícia Civil.

No Boletim de Ocorrência, a mulher relatou que um homem teria puxado a sua bolsa e em seguida fugido, com a ajuda de outro, que estava em uma moto Bros – ou modelo similar – de cor preta. Os militares, junto os policiais do GTE (Grupo Tático Especial) da Polícia Civil, tentaram buscar mais informações com a vítima, que disse ter realizado um saque de R$ 1.500 no terminal de autoatendimento do banco.

Os policiais mantiveram contato com o gerente do banco para que pudessem visualizar as imagens internas da agência e identificar o assaltante e, ao realizar a consulta da movimentação bancária, ele constatou que não tinha havido nenhum saque daquele valor durante a manhã. Na delegacia, a mulher acabou confessando que não tinha sido roubada e que inventou a história porque estava passando por dificuldades financeiras.

Os documentos que ela disse terem sido roubados foram encontrados em uma lixeira nas proximidades, local que foi indicado por ela mesma aos policiais. Na delegacia foi lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por falsa comunicação de crime.⁠⁠⁠⁠

Assessoria




Mais Lidas

Topo