Tecnologia

Primeiro Hackaton realizado no Sertão traz ideias inovadoras a favor da comunidade

 Resultado foi divulgado no último dia da 7ª Feira do Empreendedor. 

O último dia de evento da 7º Feira do Empreendedor contou com a premiação do Hackaton – competição realizada em um curto período de tempo (no caso, os quatro dias da 7ª Feira do Empreendedor) para que se possa dar o start em novas ideias. O primeiro lugar foi garantido pelo projeto “Foco Certo”, uma aplicação web que facilita a visualização de dados pela gestão pública no que diz respeito à saúde.

De acordo com o participante Romildo Freitas, que compôs o grupo que ficou em primeiro lugar, o Foco Certo visa tornar mais eficiente a aplicação dos recursos públicos. “Assim, vendo onde há o maior foco de doenças é possível que se saiba onde e como aplicar melhor”, comenta.  O segundo lugar ficou com o “Pain book”, aplicação web que serve como uma espécie de ouvidoria para as insatisfações da comunidade; e o 3º lugar com o Eugênio, projeto da área de educação.

O superintendente do Sebrae Walter Aguiar destacou a importância do legado pós-feira deixado no município. “Nosso principal intuito é fazer com que a população se sinta melhor e tenha acesso mais facilitado às inovações. O Hackaton é justamente onde é possível encontrar pessoas que merecem ser incentivadas e levadas em consideração porque são fundamentais”, afirmou.

O mesmo foi destacado pelo coordenador do Hackaton, Ismael Nóbrega. “Pela qualidade dos produtos e soluções que surgiram, o objetivo de entregar à sociedade um legado de conhecimento, de ferramenta para a população na forma de empoderamento cidadão foi atingido”, complementou.

Para o consultor do Sebrae, Vinnie de Oliveira, o próximo passo é apresentar os resultados ao prefeito do município. “O nosso foco no hackaton é que sejam produzidas soluções pelo povo para problemas encontrados pelo próprio povo, não para a sociedade nem para os grupos empresariais. Então nosso próximo passo é levar isso ao conhecimento do prefeito para que ele veja que há pessoas aqui capazes de dar boas soluções para problemas da comunidade”, afirmou.

Já a maratona universitária funcionou da seguinte forma: durante os quatro dias de evento, cerca de 50 participantes foram ensinados a usar algumas ferramentas, como o design thinking e o canvas, para pensar em oportunidades de negócios possíveis para o município de Patos dentro de alguns setores como educação e sustentabilidade. Para a coordenadora do evento Niedja Arruda, o evento foi a oportunidade de os estudantes trazerem inovação e novas oportunidades para a própria cidade.

O Hackaton, de modo geral, é uma competição realizada em curto intervalo de tempo em que programadores, designers e quem mais se interessar se reúnem e ficam em regime de imersão, numa experiência de troca interdisciplinar, para pensar e dar ao menos um start a uma ideia. O evento serve para dar visibilidade a uma ação de transparência pública, bem como possibilitar o engajamento da sociedade civil na utilização desses dados.

A palavra em si vem da aglutinação das palavras inglesas hack e marathon. No contexto do evento, o termo hack não está associado ao de hackers (piratas digitais). Está intimamente relacionado aos profissionais de programação computacional e àqueles que se dedicam com peculiar intensidade a conhecer profundamente sistemas, dispositivos, programas e redes de computadores. No outro lado do termo figura a palavra maratona, uma corrida de longa distância que demanda bastante energia do competidor.

Premiação – A premiação do evento é uma missão técnica na forma de uma viagem para visitar um caso de startup em São Paulo ainda no mês de outubro, ficando o Sebrae responsável em custear as despesas com passagens aéreas e hospedagem dos integrantes da equipe vencedora.

A Feira do Empreendedor é uma realização do Sebrae Paraíba com patrocínio do Governo do Estado, Prefeitura Municipal de Patos, Softcom, Caixa,  Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Santander, Tely, Yellow Green, Isis, Mc Flanelas, Sicred, Sicoob, Sescoop/OCB, Gráfica JB e apoio institucional do Fiep/Senai, Faepa/Senar e Fecomércio/Senac.

Sebrae-PB




Mais Lidas

Topo