Brasil

Consumidor de energia em baixa tensão pode optar por tarifa branca a partir do dia 1º

A partir do primeiro dia de 2018, a próxima segunda-feira (1º), os consumidores de energia em baixa tensão podem aderir à tarifa branca nas contas de luz. Essa é uma nova opção anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e sinaliza para os consumidores a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo.

Atualmente, o valor é fixo para qualquer hora. Residências e pequenos comércios, por exemplo, podem aderir à tarifa branca e, para isso, todas as distribuidoras de energia do país devem atender aos pedidos de adesão nas novas ligações por unidades que consomem uma media mensal superior a 500 kilowatts (kW).

Somente em 2019 quem consome mais de 250 kW por mês poderá aderir à tarifa branca. Em 2020, quem consome menos que isso pode fazer parte da novidade. Segundo a Aneel, o valor das contas de luz da tarifa branca varia conforme o horário e o dia da semana de consumo.

Por exemplo, se o usuário passar a usar energia em períodos de menor demanda, como manhã e madrugada, a opção da tarifa branca pode ser um bom negócio porque tende a reduzir o valor da conta em um determinado mês.

Fonte: RádioAgência Nacional



Mais Lidas

Topo