Conecte-se conosco

Brejo/Agreste

Guarabira inicia hoje o 1º Festival Internacional de Arte Naïf

Publicados

em

Começa nesta quarta-feira (23), às 20h, o 1º Festival Internacional de Arte Naïf, cuja expressividade se dá pela liberdade estética e criativa do artista, bem como pela ausência de rigores estilísticos e acadêmicos. Ao todo serão exibidas, no Centro de Documentação “Coronel João Pimentel” (CEDOC), em Guarabira, 170 obras, produzidas por 103 artistas de 13 nacionalidades.

Localizado no agreste da Paraíba, o município se destaca nacional e internacionalmente como exportador de talentos da Arte Naïf. Sua projeção é tamanha, que foi cunhada pelo pesquisador Robson Xavier da Costa, como Escola de Guarabira. Entre os expoentes do estilo, estão Adriano Dias, realizador do evento, Clóvis Júnior, artista homenageado, e  ainda Marby Silva e Madriano Basílio.  “Receber em nossa cidade artistas consagrados e outros ainda jovens na cena nacional contribuirá para o fortalecimento dessa corrente estética, permitindo ao público da nossa região o contato com esse universo onírico e multicor de artistas”, ressaltou o idealizador do festival, Adriano Dias.

Adriano Dias, idealizador do festival

Estarão presentes nesta primeira edição, os artistas e suas obras, Valdomiro de Deus, Tânea Maria Pedrosa, Omar Souto, Ana Denise, Hermelindo de Almeida e Helena Coelho. Na programação haverá também palestras e oficinas sobre os temas de interesse da arte Naïf, desde a história, passando pela produção, até a exibição pública. Seja através das telas ou de apresentações musicais e teatrais, o estilo artístico encanta por seu modo singelo e inocente de produzir sentido à vida.

Para possibilitar a realização deste importante evento artístico cultural internacional, os realizadores contaram com parcerias significativas como a do Sebrae Paraíba e da Prefeitura Municipal de Guarabira. De acordo com o superintendente do Sebrae PB, Walter Aguiar, este ambiente vai atrair a atenção de artistas, colecionadores e apreciadores para o estilo Naïf e irá promover além do que se propõe, a junção harmoniosa entre arte e negócios.

 “O Sebrae reconhece o papel da arte como expressão de uma sociedade e cultura e acredita na força destes artistas em um empreendedorismo não apenas que gera negócios, mas que transforma realidades, fortalece vínculos e potencializa a mudança de cenários econômicos e sociais”, disse Walter Aguiar.

Por sua vez, o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, enfatizou a responsabilidade deste primeiro Festival como palco para o estilo artístico e para a própria região do Agreste paraibano. Segundo Toscano, trata-se de uma importante contribuição para a difusão desta arte, cujos maiores desafios giram em torno da conquista de novos apreciadores.

“A cidade sai na frente em relação ao norte e nordeste do país, numa primeira experiência que já conquistou a simpatia e a reverência dos principais artistas do Estilo, tanto no Brasil, quanto no exterior”, afirma Toscano.

 

Serviço:

Abertura: 23 de maio às 20h 

Encerramento: 30 de junho

Local: Centro de Documentação “Coronel João Pimentel” (CEDOC)

Guarabira – PB

Rate this post

Brejo/Agreste

Belém é a primeira a receber a Rota Cultural RAÍZES DO BREJO em sua quarta edição

Publicados

em

Imagem: reprodução

Belém abriu a Rota Cultural Raízes do Brejo e foi a primeira de 10 cidades a receber o evento, o qual já está em sua quarta edição. Dos dias 23 a 25 de setembro, Belém apresenta sua fé, arte, cultura e gastronomia aos visitantes esperados nesses três dias e reafirma sua identidade aos belenenses que também participarão ativamente das atividades preparadas para a Rota.

A solenidade de abertura marca oficialmente o início do Raízes do Brejo em Belém na edição de 2022. A partir das 19h, a solenidade de abertura aconteceu na Praça 6 de Setembro com apresentação cultural e feirinha de gastronomia local e artesanato.


Destacando a integração das cidades incluídas na Rota, a secretária de cultura de Belém, Márcia Regina, pontuou a riqueza de cada uma delas e falou da proposta de Belém para o Raízes do Brejo. “Toda ação integrada requer diversidade e Belém, casa do pão, se destaca pelas diversas manifestações da cultura popular. Trouxemos para a abertura, a apresentação cultural com a temática “feira”, utilizando de personagens de clássicos infantis e de suas características para fazer alusão ao dia-a-dia da feira, aos produtos vendidos e ao ambiente de simplicidade e variedade”, contou.

Ainda, a secretária destacou pontos importantes de Belém e reforça o convite para o Raízes do Brejo. “Belém é conhecida por sua feira forte, terra de empreendedor, temos uma vida noturna ativa e com diversidade gastronômica e o convite está feito para que venham conhecer Belém e entender um pouco mais da nossa história”, concluiu. 

A visita ao engenho da cachaça D’dil com a experiência de observar como é produzida a cachaça e passeio ciclístico na Fazenda Gameleira são atividades da programação que pode ser acessada completa no site oficial do Brejo paraibano, www.brejoparaibano.com.br. 

Ao visitar a cidade, o turista pode aproveitar para conhecer alguns outros pontos, como: o Parque São Luís, principalmente se trouxer crianças que irão ficar encantadas com o colorido do local. A Pedra do Cruzeiro de aproximadamente 240 metros de altura que dá visão panorâmica de Belém atraindo quem gosta de fazer trilhas, observar a cidade de outros ângulos e ainda é local para esportes de aventura como o rapel.

Saiba mais sobre Belém acessando www.brejoparaibano.com.br/cidades/belem/ e programe-se para participar de mais uma Rota Cultural, um produto idealizado, formatado e organizado pelo Fórum de Turismo Sustentável do Brejo Paraibano.

Datas da Rota Cultural Raízes do Brejo 

Belém – 23 a 25 de setembro

Alagoinha – 7 a 9 de outubro

Duas Estradas – 14 a 16 de outubro

Lagoa de Dentro – 21 a 23 de outubro

Serra da Raiz – 4 a 6 de novembro

Borborema – 11 a 13 de novembro

Dona Inês – 18 a 20 de novembro

Guarabira – 25 a 27 de novembro

Pirpirituba – 2 a 4 de dezembro

Pilõezinhos – 9 a 11 de dezembro

Brejo Paraibano

Rate this post
Continue lendo

Brejo/Agreste

Rota Cultural chega a Alagoa Grande, última parada do projeto em 2022

Publicados

em

Fotos: Cristiano Alves/ AlagoinhaemFoco

A Rota Cultural Caminhos do Frio chegou, nesta segunda-feira (29), a sua última parada na edição de 2022. Após dois anos sem atividades, por conta da pandemia da covid-19, o projeto teve início no dia 4 de julho, em Areia, seguindo pelas cidades de Pilões, Matinhas, Solânea, Serraria, Alagoa Nova, Remígio e Bananeiras, chegando a Alagoa Grande, que começou a respirar por uma semana a arte, a gastronomia, o artesanato e todo ciclo econômico em torno do turismo rural da região do Brejo paraibano. O projeto tem apoio do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e participação de outros órgãos.

Alagoa Grande é terra de figuras ilustres e históricas como Jackson do Pandeiro, ícone da cultura brasileira e conhecido como o Rei do Ritmo; e Margarida Maria Alves, líder sindical, em um trabalho em defesa da terra que a levou à morte, sendo assassinada por encomenda por latifundiários. A cultura e as lutas sociais, conforme unanimidade dos historiadores, sempre andaram juntas, como um com a sua forma de luta.

Durante a semana, a população da cidade e os turistas poderão curtir o que há de melhor com a realização de feiras gastronômicas e de artesanato, shows musicais com artistas da terra, oficinas de arte e debates, oportunidade em que todos poderão conhecer um pouco mais da história desse município, que tem inúmeros atrativos ao ar livre, também para a prática do turismo de aventura.

Alagoinha em Foco

Rate this post
Continue lendo

Brejo/Agreste

No Brejo: Polo Sebrae de Ecoturismo participa da 18ª Feira de Turismo Rural – RURALTUR

Evento acontece em Bananeiras de 8 a 10 de setembro.

Publicados

em

O Polo Sebrae de Ecoturismo participa da 18ª Feira de Turismo Rural. O Polo Sebrae de Ecoturismo é uma das presenças confirmadas na 18ª edição da Feira de Turismo – RURALTUR, que acontece em Bananeiras de 8 a 10 de setembro. O gestor, Telcio Prieto Barboza, destaca que a iniciativa faz parte de uma rede de soluções voltadas para temas específicos em todo o Brasil e a participação busca divulgar as atividades do polo e o portal lançado este ano. “A intenção não é falar de um destino turístico específico, mas sim da ferramenta e suas várias ações para os empreendedores e empresários do ecoturismo, assim como os próprios técnicos do Sebrae que pretendem atuar com projetos voltados para a área e pessoas estudiosas do tema e acadêmicos”, explica.

Localizado em Bonito, no MatoGrosso do Sul, o Polo Sebrae de Ecoturismo é uma ferramenta institucional que segue a mesma dinâmica de outras soluções desenvolvidas pelo Sebrae. “Candidatamos nosso Sebrae-MS na temática de ecoturismo porque atuamos num destino de referência desse assunto, que é Bonito-MS. Temos muitos casos exitosos do ecoturismo no Brasil — boa parte apresentada no site — e nesse momento inicial há cases de sucesso do Mato Grosso do Sul, tanto da região de Bonito, quanto do Pantanal”, conta.

Para Telcio, a participação na RURALTUR é importante porque, segundo ele, é no turismo rural que se desenvolve a maioria das atividades consideradas de ecoturismo. “São atividades na natureza e, no Brasil, elas estão nas propriedades rurais. A expectativa é que o Polo Sebrae de Ecoturismo seja conhecido e mostrado para esse público como ferramenta de informação sobre o tema e sobre as boas práticas, trilhas de conhecimento e outras soluções”, explica.

Ecoturismo

Segundo o gestor, o turismo de natureza vem da necessidade de o homem estar em contato com o meio ambiente e ele acredita que com o advento da pandemia só aumenta esse desejo. “É a busca por momentos de recuperação da saúde, maior conexão e introspectividade. O produto ou segmento do ecoturismo tende a crescer muito e o Brasil é um país cheio de oportunidades para isso, com territórios que ainda não se desenvolveram, ou que as pessoas ainda não identificaram como atividade econômica”, relata.

Telcio destaca também a sustentabilidade da atividade, uma vez que uma das premissas do ecoturismo é que a natureza precisa ser preservada. “Acreditamos que a disseminação desses casos de
sucesso Brasil afora, tanto da nossa região quanto de outros lugares, pode incentivar e inspirar as pessoas a investir em seus territórios e assim trazer desenvolvimento com cuidado à natureza e respeito às comunidades tradicionais”, destaca.

Polo Sebrae em Bonito-MS

O Sebrae Mato Grosso do Sul está implantando o Polo de Referência e Disseminação de Conhecimento no Ecoturismo — Polo Sebrae de Ecoturismo o qual visa contribuir com o desenvolvimento do ecoturismo e do turismo de natureza no Brasil a partir da geração e divulgação de conhecimentos e tendências, instituindo o observatório do segmento. Bem como fortalecer a rede de parceiros e contribuir para a melhoria e inovação da gestão empresarial e das políticas públicas voltadas para o setor, portanto, busca colaborar diretamente para bases mais sustentáveis nos destinos turísticos brasileiros.

A sede fica localizada no prédio do Sebrae regional oeste e passará por algumas modificações internas de equipamento e layout para refletir a estratégia de atuação como polo, mas Telcio já destaca a fachada que traz as paisagens turísticas naturais do destino. O local será palco de eventos voltados para o tema e já iniciou a agenda com o Seminário Internacional Inspira Ecoturismo em maio deste ano “Foram caravanas de outros Sebraes com 534 pessoas no presencial e centenas de outras online. Pretendemos manter todo ano o seminário no qual vamos discutir temas relevantes relacionados ao segmento”, revela Telcio.

Mais informações em @ruralturdigital e para saber mais sobre o Polo Sebrae de Ecoturismo basta acessar: www.portalecoturismo.com.br .

Confira o video: https://www.youtube.com/watch?v=BX7pWEGRIO0&ab_channel=SebraeMatoGrossodoSul

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas