Conecte-se conosco

Cidades

Distrito em Curral de Cima cria Grupo de Mulheres para discutir Saúde Feminina

Publicados

em

A Prefeitura de Curral de Cima, por meio da Secretaria de Saúde, criou o Grupo de Mulheres para atender as demandas e esclarecer a população do distrito de Laranjeiras acerca de temáticas do universo feminino. O primeiro encontro reuniu cerca de 20 mulheres e aconteceu na última quarta-feira (21), na sede do Unidade de Saúde da Família (USF).

O Grupo tem por objetivo empoderar as mulheres para que elas alcancem uma melhor qualidade de vida a partir do conhecimento de seu próprio corpo. “Já havia em nós que compomos a equipe de saúde da USF em Laranjeiras a vontade de desenvolver o trabalho, mas o desejo de conhecimento vindo das mulheres nos motivou ainda mais para criação e execução desse projeto”, disse a médica da USF e coordenadora do Grupo de Mulheres, Alexina.

O trabalho com o grupo será realizado sempre por meio de rodas de conversas. “A didática escolhida para atividades com o grupo é o da conversa, da troca de experiências e cada tema será escolhido com base na necessidade das integrantes do grupo. Então, é um projeto que as mulheres participam não só como ouvintes, mas também como agentes ativas da ação”, destacou a coordenadora.

No primeiro encontro foi conversado sobre sexualidade e as participantes puderam conhecer mais do seu próprio corpo e também do corpo masculino. Mas antes da abordagem do tema houve uma dinâmica para poder integrar o grupo e quebrar o gelo.

As atividades são conduzidas pela própria equipe da USF, que é composta por médica, enfermeira e agentes de saúde.

A secretária de saúde de Curral de Cima, Renata Ribeiro, falou sobre a importância da criação do Grupo. “O município de Curral de Cima tem uma população muito ativa, poder ver o envolvimento das mulheres numa ação como essa é a garantia de que a equipe de saúde da cidade está fazendo um bom trabalho, não só do que diz respeito à saúde a partir da obtenção de uma doença, mas também no processo preventivo e educativo o que é de grande valia para nós. Nosso propósito é desenvolver essa ação em outras localidades do nosso município”, avaliou.

O próximo encontro acontece no dia 4 de julho, às 13h, e é destinado a toda e qualquer mulher que reside na área de abrangência da USF de Laranjeiras e que tenha interesse em conhecer mais e melhor o universo feminino a partir da saúde.

Assessoria de Imprensa

Cidades

Guarabira: Secretaria de Saúde confirma 5ª morte por Covid-19; recuperados já são 201

Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira, 27 de maio

Publicados

em

A Secretaria de Saúde de Guarabira divulgou no começo da noite desta quarta-feira (27) a atualização do boletim epidemiológico com os números da Covid-19. Os infectados na cidade já somam 412. Os números divergem dos que foram divulgados pelo Estado, que aponta a cidade com 466 casos.

Guarabira continua liderando o número de casos em toda a região. Dos infectados, 201 pacientes já foram recuperados.

São 5 óbitos confirmados em consequência do novo coronavírus e uma morte está sob investigação, aguardando resultados de exames. 514 casos foram descartados e 1.493 notificados.

Os bairros Centro (56), Cordeiro (44), Bairro Novo (41) Nordeste I (33) e Primavera (24) continuam sendo os que mais apresentam incidência de infectados com o vírus.

De acordo com Nota da Secretaria, “Foi registrado o quinto óbito ocorrido ontem, 26/05, após o fechamento dos dados para o boletim passado, sendo o registro feito hoje, 27/05. O paciente era um senhor de 60 anos, portador de Diabetes tipo II, atendido em hospital público.”

Segundo ainda a Secretaria, (os números das) “as localidade de bairros pode sofrer alterações após esclarecimentos de alguns endereços. Salientando também que a secretaria de saúde Guarabira vem testando em 7 UBS’s, além dos testes que continuam a ser realizados na UPA e nos laboratórios privados, fazendo com que Guarabira diminua as subnotificações e exponha para todos o quadro real do município.” concluiu.

Confira o boletim de Guarabira

Continue lendo

Cidades

Em Mari, casos confirmados chegam a 93; curados da Covid-19 sobe para 49

Confira o boletim de Mari desta quarta-feira, 27 de maio

Publicados

em

A Secretaria de Saúde do Município de Mari-PB publicou novo Boletim Epidemiológico sobre o Coronavírus (COVID-19) , com dados atualizados até às 16h desta quarta-feira, 27 de maio.

A maioria dos infectados continuam sendo pacientes do sexo masculino e o centro da cidade continua sendo a localidade que apresenta o maior número de casos.

Confira o boletim de Mari

Com Assessoria

Continue lendo

Cidades

Justiça nega pedido para “liberar” transporte coletivo em João Pessoa

Publicados

em

Coletivo/Foto: Divulgação

O juiz Gutemberg Cardoso Pereira, da 3ª Vara de Fazenda Pública da Capital, negou pedido da Defensoria Pública do Estado que buscava suspender parte dos efeitos do Decreto Municipal nº 9.462 de 20 de março de 2020, com o fim de estender a utilização do transporte coletivo em João Pessoa aos demais profissionais que exercem atividades essenciais durante o período de pandemia da Covid-19, quais sejam: os trabalhadores que exercem suas funções em atacadões; supermercados; mercados; mercearias; agências bancárias; lotéricas; correspondentes bancários; correios; postos de combustíveis; funerárias; padarias; distribuidoras e revendedoras de água e gás; distribuidores de energia elétrica; serviços de telecomunicações; segurança privada; clínicas veterinárias; lojas de materiais médicos e odontológicos; lojas de produtos para animais; lavanderias; farmácias e serviços de saúde como hospital, clínica, laboratório e estabelecimentos congêneres. O citado Decreto dispõe que as empresas de transporte público coletivo urbano deverão permanecer disponibilizando nove linhas, com funcionamento nos seguintes horários: das 5h30 às 8h30 e das 17h às 20h, exclusivamente, para o transporte dos trabalhadores dos serviços de saúde da rede pública e privada.

A Defensoria alega que a medida impossibilitou que os demais trabalhadores que prestam outros serviços essenciais compareçam aos seus locais de trabalho. Por tais motivos, requereu que fosse assegurado o funcionamento de 30% da frota do transporte público coletivo para uso dos referidos profissionais, com adoção de medidas de segurança e higiene que proporcionem a utilização segura do serviço, tais como: capacidade máxima somente de passageiros sentados por veículo, distância mínima de dois metros entre os passageiros, disponibilização de álcool gel (70%) aos funcionários e passageiros nos pontos de entrada e saída dos veículos, circulação com vidros abertos e higienização diária dos veículos.

Na análise dos pedidos, o juiz Gutemberg Cardoso entendeu que, neste momento, não cabe ao Judiciário intervir, considerando a situação grave de exceção e de emergência em virtude da pandemia. “A imposição de diminuição de circulação de pessoas é uma medida extrema, porém essencial para a proteção social”, frisou o magistrado. Segundo ele, caberia ao empresariado organizar o sistema de transporte solidário para com seus trabalhadores. “É como entendo a solução melhor para o tal problema”, ressaltou.

Da decisão cabe recurso.

Por PautaPB

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas