Conecte-se conosco

Saúde

Tratamento de autismo com cannabis será estudado na Paraíba e Maranhão

Publicados

em

Fazer com que crianças com autismo consigam ter melhor interação social, menor agitação e agressividade e ainda reduzir movimentos repetitivos e estereotipados. Este é o objeto de uma pesquisa para tese de doutorado de um psiquiatra que estuda na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) usando o óleo de cannabis.

O estudo vai utilizar material produzido pela Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace Esperança). O doutorando Estácio Amaro falou que o Canabidiol vem trazendo revoluções em algumas doenças médicas.

“Já existem vários estudos mostrando como a cannabis ajuda na interação social das pessoas, que é uma das maiores características do autismo”, explicou o psiquiatra.

O estudo também pretende avaliar se há melhora na linguagem, através de uma equipe multidisciplinar, composta por psiquiatra infantil, neuropsicóloga e fonoaudióloga. A professora Kate Albuquerque, orientadora do estudo, explicou que está será uma pesquisa clínica, a primeira aprovada pelo Conselho de Ética.

“As pesquisas se dividem em dois tipos. Existem as não clínicas que são as feitas com animais em laboratórios, e as clínicas, que são as feitas com seres humanos. As pesquisas clínicas se dividem em quatro fases, a nossa é a de fase dois”, acrescentou.

Assim, o estudo se dará com as crianças com autismo que não tiveram contato com cannabis ou que tenha ficado um tempo de no mínimo dois meses isentas desse produto para começar do zero, para que o metabolismo atue. Será  um Ensaio clínico randomizado duplo cego.

“Elas serão divididas em dois grupos, um usará o placebo, que é a glicerina vegetal, enquanto o outro grupo usará o extrato da planta,  ou seja, um terá contato com apenas a base sem o Cannabis enquanto o outro usará o óleo de cannabis”, detalhou.

Os pesquisadores não saberão qual grupo recebeu o Cannabis e só após um ano, com avaliações mensais, poderão ter esta revelação. “Faremos isso para que a gente não tenha aquele viés de dizer ‘eu sei que a criança está melhorando e eu sei que é por causa do óleo’. A gente não tem como saber disso”, falou a professora.

O estudo será realizado em João Pessoa e São Luiz, no Maranhão, a partir de setembro com duração de um ano. As crianças poderão ser inscritas pelos pais através de um site a ser lançado na próxima semana e será feito um cadastro, que passará por uma análise.

A professora garantiu que as crianças estarão participando com segurança, já que a saúde é primordial. “A gente vai enquadrar este estudo dentro de doses bem seguras, baseado em um estudo preliminar meu, eu tenho um estudo clinico de pacientes que eu já venho acompanhando e os efeitos colaterais que podem aparecer são considerados leves, como sono ou aumento de apetite”.

A segurança é possível também porque, de acordo com Kate Albuquerque, os médicos que conhecem esta terapia com o cannnabis estão prescrevendo para os pacientes, estão tendo retorno positivo, entretanto não é um projeto de pesquisa, eles estão tratando dentro do consultório.

Segundo o diretor executivo da Abrace Esperança, Cassiano Teixeira, o óleo de cannabis já é disponibilizado pela associação para tratamento de autismo. Há também pessoas sendo tratadas em razão de epilepsia, Alzheimer, Parkinson, câncer, esclerose múltipla, fibromialgia, doenças da pele, cicatrização, entre outros.

Por Wenia Bandeira

Assessoria/Abrace Esperança

 

Cidades

Guarabira bate novo recorde de casos confirmados de coronavírus em 24h

Município tem aumento de 61 casos em 24h. Veja o boletim desta terça-feira, 02

Publicados

em

A Secretaria de Saúde do Município de Guarabira divulgou no início da noite desta terça-feira(2/06) a atualização do boletim epidemiológico com os números da Covid-19.

Os casos confirmados na cidade já totalizam 629, um crescimento de 61 casos em 24 horas, batendo recorde em casos em apenas 24 horas. Dos infectados, 308 pacientes já foram recuperados.

O boletim registra agora 10 óbitos confirmados em consequência do novo coronavírus e uma morte que estava sob investigação, foi descartada após resultados de exames.

695 casos foram descartados e 1.907 notificados.

Dos locais com mais casos confirmados, estão: Centro (92), Bairro Novo (64), Cordeiro (62) e Nordeste I (52). Estes continuam sendo os locais que mais apresentam incidência de infectados com o vírus.

Veja o Boletim da Prefeitura

Brejo.com

Continue lendo

Cidades

Guarabira: Confirmados chegam a 568 e 297 são recuperados da Covid-19

No boletim desta segunda, 01 de junho, já são 9 mortes confirmadas da doença.

Publicados

em

A Secretaria de Saúde de Guarabira divulgou no início da noite desta segunda-feira(1/06) a atualização do boletim epidemiológico com os números da Covid-19.

Os casos confirmados na cidade já somam 568, um crescimento de 16 casos em 24 horas. Dos infectados, 297 pacientes já foram recuperados.

O boletim registra 9 óbitos confirmados em consequência do novo coronavírus e uma morte que estava sob investigação, foi descartada após resultados de exames.

636 casos foram descartados e 1.808 notificados.

Dos locais com mais casos confirmados, estão: Centro (72), Cordeiro (60), Bairro Novo (59) e Nordeste I (46). Estes continuam sendo os que mais apresentam incidência de infectados com o vírus; destes, apenas o Centro não apresentou nenhum caso nas últimas 24h.

Veja o Boletim da Prefeitura

Brejo.com

Continue lendo

Cidades

Paraíba ultrapassa marca de 13 mil contaminados; mortes já são 360

2.492 pessoas se recuperaram da Covid-19 e outros 10.975 casos foram descartados para a doença

Publicados

em

A Paraíba registrou neste domingo (31) mais 300 casos de coronavírus, chegando ao total de 13.162. Quatorze mortes provocadas pelo patógeno foram contabilizadas em 24 horas, totalizando 360 em todo o estado. O levantamento diário da Secretaria de Estado da Saúde (SES) mostra que 2.492 pessoas se recuperaram da Covid-19 e outros 10.975 casos foram descartados para a doença.

Isolamento

Nesse sábado (30), o isolamento social atingiu 43,5% da população, número abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 70%. O Governo do Estado publicou nesse sábado (30) um novo decreto com mais regras para o distanciamento social e quem descumpri-las, poderá sofrer sanções cível, administrativa e criminal.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

  • Confirmados: 13.162 (eram: 12.862)
  • Descartados: 10.975 (eram: 10.524)
  • Cidades: 194 (eram: 193)

Dentre os confirmados

  • Recuperados: 2.492 (eram: 2.472)
  • Isolados em casa: 9.836 (eram: 9.570)
  • Internados: 474 (estável)
  • Mortos: 360 (eram: 346)

Leitos

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todo o estado é de 72%.

  • Leitos para Covid-19 ativos em todo o estado:
    • Enfermaria: 540 (274 ocupados)
    • UTI: 276 (200 ocupados)

Na Grande João Pessoa, a ocupação em UTI para adultos chegou aos alarmantes 91%. O alerta também permanece em Campina Grande, onde 63% das UTIs estão ocupadas. No Sertão, a ocupação é de 65%.

Mortes

De acordo com a SES, 14 mortes foram confirmadas neste domingo (31), referentes a pacientes com idades entre 37 e 95 anos, sendo 10 homens e 4 mulheres. Sete desses pacientes não tinham informações sobre comorbidade.

86,99% dos municípios afetados

Dos 194 municípios afetados, a cidade de Serra Grande registrou o primeiro caso de coronavírus neste domingo (31), conforme boletim da SES. Os dados mostram que 86,99% dos 223 municípios paraibanos já registram pelo menos um caso da Covid-19.

Em João Pessoa, epicentro da pandemia na Paraíba, os casos confirmados do novo coronavírus se aproximam de 4 mil.

Veja mais no Portal Correio

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas