Conecte-se conosco

Variedades

Nesta sexta, 27, terá Lua de Sangue sendo o eclipse mais longo do século

Publicados

em

Foto: Ilustração

Nesta sexta-feira (27), o mais longo eclipse lunar do século XXI poderá ser visto nos céus, inclusive do Brasil, por nada menos que uma hora e 43 minutos. O fenômeno é conhecido como Lua de Sangue, uma vez que a curvatura dos raios solares que iluminam a lua eclipsada pela Terra fazem com que o satélite ganhe coloração avermelhada.

Eclipse em tons de vermelho
Segundo o professor de física Daniel Rutkowski, da Escola Superior de Engenharia e Gestão (ESEG), “A atmosfera funciona como uma lente que desvia as luzes vermelha e laranja do sol, conferindo a cor avermelhada desse eclipse. Se a Terra não tivesse atmosfera, o eclipse ficaria totalmente escuro”.

O eclipse acontecerá na região mais escura da sombra da Terra, conhecida como Umbra. Raios solares chegam a essa parte da sombra terrestre devido à distorção causada pela atmosfera da Terra, porém raros são os momentos onde há um corpo celeste presente para evidenciar a luz redirecionada.

Ao todo, a Lua demorará três horas e 55 minutos para fazer a travessia por trás do planeta Terra. Entretanto, o eclipse só será observado durante uma hora e 43 minutos, conferindo ao fenômeno o título de mais longo do século. Antes dele, em 31 de janeiro de 2018, houve o eclipse da superlua azul de sangue, fenômeno que durou uma hora e 16 minutos.

Onde ver?
Segundo os especialistas, as melhores vistas desta Lua de Sangue serão nas regiões compreendidas entre o continente africano e o oceano Índico, mas a Europa e a Oceania também terão acesso visual privilegiado. No Brasil, quando a Lua surgir no horizonte, ela já estará eclipsada. Os melhores horários para observar o fenômeno são entre as 17h30 e as 18h13, seguindo o horário de Brasília.

Além do eclipse lunar, Marte também está chamando a atenção nos céus. O planeta vermelho chegará a ficar 57 milhões de quilômetros da Terra, o mais próximo que Marte já chegou nos últimos 15 anos.

Fonte: UOL

Rate this post

Brasil

Sisu e Prouni abrem inscrições em fevereiro; Fies, em março

Para concorrer aos processos seletivos, é preciso ter feito o Enem.

Publicados

em

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta terça-feira (18) o calendário de inscrições para os processos seletivos de ingresso ao ensino superior. Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem se organizar para concorrer às vagas. A previsão é que os editais dos três processos seletivos sejam publicados no Diário Oficial da União ainda nesta semana.

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderão ser feitas do dia 15 ao dia 18 de fevereiro. Já o prazo de inscrição para o Programa Universidade para Todos (Prouni) será de 22 a 25 de fevereiro. E, no início de março, do dia 8 ao dia 11, poderão se inscrever os candidatos ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que este ano oferta 110.925 vagas.
O número de vagas disponíveis no Sisu e no Prouni será divulgado em breve, assim como os três editais contendo os cronogramas completos e todos os critérios dos processos seletivos de 2022.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, pela internet. A classificação é feita com base na nota obtida na edição mais recente do Enem. Pode concorrer às vagas do Fies quem fez qualquer uma das edições do Enem a partir de 2010.

Programas

O Prouni oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser até 3 salários mínimos por pessoa.

Podem se inscrever no Prouni apenas estudantes brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

O Fies tem objetivo de conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. O programa é dividido em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Já o Sisu é o sistema informatizado do MEC, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para estudantes participantes do Enem. Os candidatos com melhor classificação são selecionados.

Agência Brasil

Rate this post
Continue lendo

Paraíba

33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano

Publicados

em

A 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, que tem como tema “Toda Arte que Vem do Mar”, está reunindo 400 expositores, de 12 de janeiro a 06 de fevereiro, na Orla de Cabo Branco, na Capital.

Confira o vídeo abaixo:

Rate this post
Continue lendo

Política

Deputado Raniery presta contas de seu mandato em programa radiofônico; veja vídeo

Publicados

em

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas