Conecte-se conosco

Cidades

JFPB funcionará em regime de plantão a partir desta quinta-feira (20)

Foto: Prédio da JFPB / Crédito: Ascom

Publicados

em

Expediente será retomado, normalmente, no dia 07/01.

Os usuários que precisam de atendimento ou de outros serviços oferecidos pela Justiça Federal na Paraíba (JFPB) devem ficar atentos, a partir desta quinta-feira (20). É que este será o primeiro dia do recesso forense e administrativo do órgão, que funcionará em regime de plantão até o dia 06/01, de acordo com a Portaria nº 967/2018. O expediente será retomado, normalmente, no dia 07/01, das 9h às 18h.

Durante o período de recesso, o Plantão Judiciário das Subseções de Campina Grande, Monteiro, Guarabira, Sousa e Patos será centralizado na sede da JFPB, em João Pessoa. No entanto, cada Subseção irá manter servidores plantonistas para recebimento dos pedidos urgentes dirigidos àqueles juízos e encaminhamento ao magistrado plantonista na Capital, bem como Oficiais de Justiça para eventual necessidade de cumprimento, nas Subseções, de diligências determinadas durante o plantão.

É importante destacar que, conforme prevê o art. 220 do Novo Código de Processo Civil (CPC), até o dia 20/01, os processos cíveis terão seus prazos suspensos e não serão realizadas audiências ou sessões de julgamentos desses casos. Os prazos das audiências nos processos penais transcorrerão normalmente a partir do dia 07/01, primeiro dia útil após o período de recesso.

Os telefones para atendimento do Plantão Judiciário são os seguintes: João Pessoa e Guarabira: (83) 99982-3061; Campina Grande, Monteiro, Patos e Sousa: (83) 99971-4007.

Assessoria/JFPB

Apoio







Cidades

Corpo de Bombeiros alerta sobre acidentes domésticos no período da quarentena

Publicados

em

Seguindo as recomendações de isolamento social durante a quarentena, muitos se preocupam com a permanência de crianças e idosos em casa durante o período. Visando minimizar os riscos de acidentes domésticos, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) orienta sobre quais as medidas devem ser tomadas para tornar a casa mais segura.

Brinquedos – Sempre observar a faixa etária indicada na embalagem dos produtos, pois algumas podem conter peças pequenas que crianças menores e bebês podem vir a se engasgar, caso as leve à boca. Também atente à presença do selo do Inmetro nas caixas.

Banheiros – Mantenha a tampa do vaso sanitário sempre abaixada e nunca deixe uma criança sem supervisão no momento do banho. Instale barras nas paredes para que idosos possam se apoiar quando for utilizar o vaso sanitário ou no banho.

Cozinha – gire os cabos das panelas que estiverem no fogão para dentro e mantenha utensílios cortantes ou com pontas fora do alcance. Enquanto estiver cozinhando, evite deixar que crianças se aproximem, podendo utilizar, por exemplo, grades de proteção.

Material de limpeza – Para evitar intoxicação, armazene os materiais em prateleiras altas ou instale travas nas portas onde eles estão guardados. Mantenha os baldes sempre secos e virados para baixo, a fim de evitar afogamentos.

Tomadas – Para evitar acidentes que envolvam choque elétrico, instale protetores em todas as tomadas da casa, evite conectar mais de um equipamento elétrico na mesma tomada através do uso de T’s (benjamins) e mantenha os fios fora do alcance dos pequenos.

Precauções – Sempre utilize telas ou grades de proteção em janelas e piscinas. Dê preferência a não utilizar tapetes ou instalar os que são antiderrapantes, para que idosos e crianças não tropecem.

Prefira cortinas ou persianas com tecidos grossos e pesados, que são mais difíceis para a criança manusear, e sem cordas, que causem risco de estrangulamento. Fixe protetores de quinas nas mesas e em móveis pontiagudos.  Evite posicionar camas, cadeiras ou qualquer outro móvel perto da janela, pois eles podem ser usados para a criança escalar.

Instale grades de proteção para dificultar acesso às escadas, de modo a evitar acidentes que envolvam altura.

Paraiba.pb

Continue lendo

Cidades

Número de casos confirmados do coronavírus chega a 20 na Paraíba

Publicados

em

O estado da Paraíba está com 20 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (1º). O último caso confirmado é em uma mulher de 53 anos, moradora de João Pessoa. Ela está em isolamento domiciliar acompanhada pela vigilância municipal.

Na terça-feira (31), no início da noite, a SES confirmou o primeiro caso na cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa. O paciente é um homem de 32 anos. Ele está em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal.

Nesta terça, o estado registrou a primeira morte causada pelo Covid-19. O paciente que morreu foi um homem, de 36 anos, que morava em Patos, no Sertão do estado, e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, desde o dia 26, após transferência hospitalar. Ele teve o diagnóstico confirmado na tarde da segunda-feira (30) e tinha histórico de diabetes. A SES segue em investigação de 10 óbitos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Com este resultado, a Paraíba passa a contabilizar 14 casos confirmados da doença em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Cabedelo, 1 em Igaracy, 1 em Patos e 1 em Sousa. Dos casos confirmados, dois estão internados.

Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

  • 20 casos confirmados
  • 407 casos descartados
  • 1 morte

Segundo a SES, 115 casos suspeitos estão internados, sendo 25 em UTI e outros 90 em enfermarias. Dos 20 casos confirmados, duas mulheres de 43 e 55 anos, ambas de João Pessoa, estão internadas.

Fonte: G1 PB

Continue lendo

Cidades

Prefeito de Guarabira reforça campanha pelo isolamento social contra o COVID-19

Publicados

em

O prefeito da cidade de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB), voltou a reforçar a necessidade do isolamento social como forma de se proteger do novo coronavírus, evitando aglomeração. Guarabira está sob medidas restritivas desde a semana passada com o comércio fechado e funcionando apenas os estabelecimentos considerados essenciais.

Em seus perfis nas redes sociais, o gestor guarabirense argumentou seu pedido com base nas evidências científicas e pediu que a população fique em casa.

“O momento é de cautela e prevenção. O mundo e muitas cidades do Brasil vem sofrendo bastante com a COVID-19, não queremos que isto chegue aqui em Guarabira. Cientificamente falando, é comprovado que o isolamento social continua sendo a melhor medida para prevenir o contágio e proliferação dessa doença, portanto, as medidas de prevenção continuam em nossa cidade. Sabemos de toda preocupação que há com a economia e dará para recuperá-lá, só que mais importante do que a economia é a vida das pessoas, uma vez perdida, não conseguiremos recuperar. Pense nisso, #fiqueemcasa”, destacou Marcus.

A cidade ainda não tem casos confirmados da doença, mas há pelo menos 80 pessoas sendo monitoradas pela Secretaria de Saúde. São pessoas com sintomas leves ou com histórico de viagem para locais onde há contaminados.

Portal25horas

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas