Conecte-se conosco

Policial

Presos em Alagoa Grande três suspeitos de lesão corporal, ato obsceno e ameaça e desacato a servidor público

Foto: Wagner Varela

Publicados

em

Um homem de 52 anos de idade foi preso em flagrante por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) no início da tarde desta quarta-feira (3), na cidade de Alagoa Grande, suspeito de atos obscenos, após denúncia de que estaria se masturbando em via pública. O relato foi feito por testemunhas, através da linha direta, aos policiais, que chegaram ao local e constatarem a veracidade da denúncia. O homem foi preso e conduzido à delegacia, onde foi lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

Os policiais foram acionados para atender a uma ocorrência de lesão corporal na qual a vítima informou que teria sido agredida fisicamente por outra mulher com ciúmes do ex-marido. A vítima reside em João Pessoa e a suspeita em Alagoinha, mas o caso aconteceu também em Alagoa Grande. A guarnição foi até o endereço informado e localizou as duas mulheres, que foram conduzidas até a Delegacia de Polícia Civil.

Ainda em Alagoa Grande, um homem de 24 anos com visíveis sinais de embriaguez foi preso suspeito de desacato e ameaça a uma servidora pública que participava de um evento na cidade. Os policiais foram até o local e conduziram o suspeito e a vítima até a delegacia.

Assessoria/4º BPM

Avalie esta postagem
Apoio

Policial

Crimes de feminicídio chegam a 53% das mortes de mulheres na Paraíba

Publicados

em

Foto: Ilustração
No primeiro semestre de 2019,  segundo os dados da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds)  32 mulheres foram assassinadas, em toda Paraíba. O número representa 53% dos assassinatos de mulheres. O índice já é maior do que o mesmo período do ano de 2018, quando 48 mulheres foram assassinadas e 22 casos foram tratados como feminicídios, representando 44% do total.
Ainda segundo os dados, o mês de abril foi o mais violento, já que o número de feminicídios aumentou 50% em relação à soma dos casos do primeiro trimestre de 2019.
Das nove mortes de mulheres no mês de abril, seis começaram a ser investigadas como feminicídio. O número é maior do que o que foi registrado nos três primeiros meses do ano somados (4 feminicídios).
Em maio, o número de feminicídios também foi alto, embora a proporção tenha sido menor.
O casos de mortes de mulheres que estão sendo investigados como feminicídio representam 50% do número de homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte na morte de uma mulher, apenas no mês de maio de 2019.
De acordo com a Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, foram registrados dez homicídios de mulheres em maio. Desse total, cinco casos são investigados como feminicídio.
Do ClickPB

Avalie esta postagem
Continue lendo

Policial

Presa em Guarabira mulher suspeita de maus-tratos contra filhos pequenos

Publicados

em

Foto: Divulgação/4º BPM

Uma mulher suspeita de maus-tratos contra os filhos foi presa em flagrante por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) na noite dessa quinta-feira (18), no Bairro Juá, em Guarabira. A mulher chegou na residência da ex-sogra com os dois filhos, um menino de 4 anos e uma menina de 2, e passou a agredir o menino. A ex-cunhada e tia da criança interviu para que ele não fosse espancado pela mãe, que foi embora levando a outra criança.

O Conselho Tutelar foi acionado e, com o apoio da guarnição comandada pelo subtenente Wamberto, encontrou a mulher com a filha e o ex-companheiro, ambos apresentando sinais visíveis de embriaguez alcoólica. Os dois foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil. As crianças, com a autorização do Conselho Tutelar, ficaram aos cuidados da tia.

Assessoria 4º BPM

Avalie esta postagem
Continue lendo

Policial

Policiais do 4º BPM realizam operações Cidade Segura e Saturação em Guarabira, Cuitegi e Sertãozinho

Publicados

em

Foto: Divulgação/4º BPM

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, nessa quarta-feira (17), em Guarabira, Cuitegi e Sertãozinho, as Operações Cidade segura e Saturação, com rondas e abordagens a pedestres, condutores de motos e veículos, além de bares e estabelecimentos similares, nas zonas rurais e urbanas dos municípios, com o objetivo de prevenir a prática de crimes patrimoniais e contra a vida.

Sob o comando do capitão Arimatea, participaram das operações policiais da Companhia de Operações Especiais, da CPE (Companhia de Policiamento Especializado), através da Rotam e da Força Tática, e CPTran, além do efetivo convencional das cidades.

Assessoria 4º BPM. Fotos: Bope/Rotam

Avalie esta postagem
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas