Conecte-se conosco

Cidades

Aplicativo de consulta de preços de produtos é lançado na Paraíba

Foto: Divulgação/Secom/PB

Publicados

em

O governador João Azevêdo lançou, nesta sexta-feira (28), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, o aplicativo ‘Preço da Hora’, que possibilita aos consumidores paraibanos e aos gestores públicos consultar, em tempo real, o preço de quase um milhão de itens comercializados em 121.590 estabelecimentos distribuídos nos 223 municípios paraibanos. A ferramenta de transparência é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata), do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O aplicativo poderá ser baixado em smartphones – está disponível nos sistemas IOS e Android – em tablets e computadores, por meio do site precodahora.pb.gov.br, e no banner do portal do Governo da Paraíba (paraiba.pb.gov.br).

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou que o aplicativo ‘Preço da Hora’ irá promover uma verdadeira mudança de hábito no consumo dos paraibanos. “Esse dispositivo vai gerar uma verdadeira revolução na vida das pessoas e também dos fornecedores e comerciantes que, diante de uma situação como essa, começarão a se preocupar com os preços que praticam; daqui a alguns meses, teremos uma mudança no perfil de consumo e na distribuição de produtos”, sustentou.

O gestor também agradeceu a parceria com o TCE e com a UFPB no sentido de ajudar a população e destacou o esforço da gestão de investir em tecnologia. “Esse é um caminho sem volta; nós estamos trabalhando no Governo do Estado, dentro do que chamamos de governo digital, para que cada vez mais a necessidade de deslocamento do cidadão para tratar de atividades que a gestão pública desempenha seja a mínima possível”, frisou.

O secretário da Fazenda, Marialvo Laureano, lembrou que o aplicativo é uma ferramenta desenvolvida integralmente na Paraíba e tem o objetivo de facilitar a vida do cidadão nas compras de medicamentos, alimentos, combustíveis e materiais de construção e escolar num raio de 30 km a partir do local da pesquisa. “Esse aplicativo tem um efeito prático, pois gera economia, facilidade, celeridade e incremento no poder de compra e também vai ajudar os gestores, trazendo inovação nas licitações e pregões. Nós estamos fortalecendo e incentivando o comércio local e esses são dados reais porque o aplicativo vai na base da Secretaria da Fazenda e atualiza de cinco em cinco minutos quais os preços mais baratos”, comentou.

O presidente do TCE, Arnóbio Viana, afirmou que o aplicativo ‘Preço da Hora’ representa uma transmissão indireta de renda e o compromisso social do órgão com os paraibanos. “O Estado transmite dados que eram de domínio exclusivo da Secretaria da Fazenda e agora nós temos a capacidade de dizer quem vende mais barato para a população de forma direta. Fico muito feliz como presidente do TCE de dizer que a nossa Corte não está apenas cumprindo o nosso dever constitucional de fiscalizar os recursos públicos, mas exerce a sua responsabilidade social e continuaremos com essa usina de eficaz retorno dos dispositivos de computação para trazer benefícios para coletividade no aspecto da transparência, que é o maior veículo de combate à corrupção”, falou.

O diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFPB, professor Valmir Rufino, falou que a Universidade tem realizado pesquisas importantes para contribuir com a sociedade. “A Instituição é de suma importância para o desenvolvimento do país. Nós temos pesquisadores de alto nível e que têm contribuído na perspectiva de objetivos traçados para o nosso cotidiano”, disse.

A vice-governadora Lígia Feliciano, deputados estaduais e auxiliares do Governo da Paraíba prestigiaram o evento.

Fonte: Site do Governo da Paraíba

Cidades

LBV mobiliza Paraibanos em prol de famílias pobres neste Natal

Publicados

em

Instituição promove ação solidária para arrecadar alimentos.

A Legião da Boa Vontade promove, anualmente, a sua tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!. A iniciativa visa angariar alimentos para compor as cestas que serão entregues a milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social nas cinco regiões brasileiras.

A ação complementa o trabalho que a LBV realiza ao longo do ano, por meio de serviços e programas socioeducacionais que promovem diariamente o desenvolvimento de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.

Neste ano, a nossa meta é entregar mais de 40 mil cestas, e temos a certeza de que, com a sua doação, a LBV garantirá o alimento na mesa dessas famílias, proporcionando a elas um Natal digno, sem fome e feliz. Por isso, a sua Solidariedade é o maior presente que essas famílias podem receber, pois, em cada cesta, além do alimento fundamental para o sustento delas, há sorriso, amor e esperança, para que elas se sintam fortalecidas e possam lutar pelos seus direitos.

No Estado da Paraíba, a LBV vai assistir mais de mil famílias em situação de pobreza da zona rural de Alagoa Grande, Dona Inês, Sapé e centenas de pessoas assistidas pela Instituição em Campina Grande e João Pessoa.

Quer saber como ajudar? Acesse agora www.lbv.org e doe quantas cestas puder! Informações pelo telefone (83) 3198.1500, unidade da Instituição em João Pessoa.

Siga, curta e compartilhe as ações da LBV nas redes sociais no endereço: LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Assessoria/LBV

 

Continue lendo

Cidades

Cerca de 32% das mulheres vítimas de violência não denunciam agressor pela dependência financeira

Publicados

em

Ilustração

Aproximadamente 32% das mulheres em situação de violência doméstica não denunciam os agressores porque dependem financeiramente deles. A deputada estadual e presidente da Comissão dos Direitos da Mulher Camila Toscano (PSDB), afirma que o empreendedorismo é um mecanismo fundamental para tirar a mulher do ciclo de violência.

Nesta terça-feira (19), Dia do Empreendedorismo Feminino, a parlamentar informou que apresentou uma emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA) destinando R$ 200 mil para a Secretaria Estadual da Mulher. Esse montante deverá ser utilizado para investir em capacitação das mulheres.

Os dados são da pesquisa Data Senado e também revelam que um dos maiores fatores de risco à mulher em situação de violência é a conduta do agressor em impedir o trabalho e estudo. “O homem se acha dono da mulher e como propriedade sua, ela só pode fazer aquilo que ele acha correto. A dependência financeira, não ter como se sustentar ou sustentar os filhos, faz com que a mulher permaneça nesse ambiente de agressão”, destacou.

A deputada defendeu o empreendedorismo como instrumento de rompimento do ciclo de violência, uma vez que, por meio da independência financeira, as vítimas podem encontrar mais um suporte para denunciar os agressores.

Camila vem debatendo nacionalmente políticas públicas para o enfrentamento da violência contra a mulher. Ela integra a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) e comandou mesas de debate,que resultaram numa série de propostas que serão transformadas em leis.

“É possibilitando que as mulheres vítimas de violência doméstica sejam financeiramente independentes que elas sairão do ciclo da violência. Muitas se mantêm vulneráveis por dependerem economicamente dos agressores, o empreendedorismo pode ser uma nova chance para elas”, explicou a parlamentar.

Assessoria

Continue lendo

Cidades

Deputado solicita ao DER-PB medidas para recuperação da estrada que liga os municípios de Gurinhém, Mulungu e Alagoinha

Publicados

em

O deputado estadual Raniery Paulino, encaminhou ao Diretor Presidente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER-PB), Carlos Pereira de Carvalho e Silva, um requerimento com intuito de adotar medidas para recuperação da estrada que liga os municípios de Gurinhém, Mulungu e Alagoinha (PB-063).

Procurado por motoristas que utilizam a PB-063 que liga os municípios de Gurinhém a Mulungu e de Mulungu a Alagoinha, o parlamentar, solicitou ao órgão responsável, os reparos urgentes, de manutenção da rodovia. De acordo com os usuários daquela rodovia, todos os dias são inúmeros os carros quebrados e os acidentes em razão dos buracos no asfalto. As condições para se transitar são péssimas.

” É Lamentavelmente, isso atrasa o desenvolvimento local. É inadiável a adoção de medidas pelo Governo do Estado, já que é de sua competência promover a devida segurança no trânsito e mais dignidade para a população. A restauração da PB-063 é uma necessidade evidente, urgente, dos moradores desses municípios” disse, Raniery.

Assessoria

Continue lendo

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas