Conecte-se conosco

Cidades

Respiração correta e alimentação balanceada ajudam a conter ansiedade e nervosismo antes da prova do Enem

Publicados

em

A proximidade das provas do Enem gera uma série de sentimentos e sensações capazes de prejudicar candidatos a conquistar a tão sonhada vaga em uma universidade. Para manter a calma e evitar as crises de ansiedade, especialistas do Hapvida em João Pessoa dão algumas dicas para se chegar ao momento da prova mantendo concentração e calma. A respiração diafragmática unida a uma alimentação leve garante o bom desempenho na avaliação e consequentemente, o sucesso. As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro deste ano.

A primeira dica é da psicóloga Danielle Azevêdo. De acordo com ela, é comum que candidatos tenham crises de ansiedade ao se aproximar da data da prova do Enem já que muita coisa está em jogo, como os sonhos, desejo de um futuro promissor e até mesmo o medo de decepcionar os familiares e amigos.  No momento em que o nervosismo bater, o coração estiver palpitando e as mãos frias, ela disse que é a hora de fazer a respiração diafragmática como forma de retomar a concentração.

“Se você está vivenciando essa palpitação, taquicardia, esse sentimento de angústia, por achar que não vai conseguir e que está dando um branco naquela hora, é o momento de parar. Solte a caneta inspire, prenda o ar por alguns segundos, e expire o ar de forma mais extensa e devagar. Nesse exercício de respiração diafragmática, o candidato consegue, com algumas repetições, realizar uma técnica discreta, sem que ninguém perceba, fazendo com que ele volte ao estado emocional estável, recuperando a linha de raciocínio. Esse é um exercício para a vida. Respirar corretamente faz toda a diferença”, destaca a especialista.

Danielle Azevêdo disse ainda que quando o candidato consegue estabelecer um ritmo de respiração e sair da crise de ansiedade naquele momento, ele volta ao eixo e isso faz com que consiga manter o nível de concentração e raciocínio que estava o afetando pelo nervosismo. “É muito comum, por exemplo, em situações de autocobrança, dessa pressão psicológica que envolve essa necessidade de aprovação, algumas pessoas desenvolverem sintomas de ansiedade ou até mesmo crises de ansiedade durante a prova”, observa.

Alimentação – A nutricionista Paula Trigueiro disse que é indicado refeições leves antes do dia da prova e também no dia. De acordo com a especialista, é essencial refeições ricas em carboidratos complexos como cereais integrais, frutas, aveia, salada crua e arroz integral. “Isso vai garantir mais energia de forma gradual, já que o período da prova é longo e precisamos assegurar essa fonte de energia aos estudantes”, disse.

Durante a prova, Paula Trigueiro orientou que os estudantes optem por alimentos que são fontes rápidas de energia como frutas, barras de cereais e até mesmo o chocolate, mas os de 70% de cacau. “Lembrando que é indicado evitar alimentos gordurosos antes e durante a prova”, observa.

Outro ponto importante é quanto a hidratação. A especialista lembra que é essencial se hidratar antes e durante a prova, dando preferência a água ou bebidas isotônicas que, segundo ela, também são fontes de energia. “No mais é manter a tranquilidade e realizar uma boa prova”, pondera.

Assessoria/Hapvida

Rate this post
Apoio

Cidades

Equipe técnica da SES comprova erros em aplicação de vacina no município de Lucena

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

Publicados

em

Na manhã desta segunda-feira (17), as equipes técnicas de vigilância e imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estiveram no município de Lucena, onde comprovaram a suspeita de erros vacinais na localidade. Na ocasião, foram identificadas 49 crianças menores de 12 anos que receberam uma dose da vacina contra covid-19 destinada a adolescentes e adultos.

Dentro deste grupo, 13 crianças receberam doses que estavam dentro do prazo de validade e 36 que não estavam, pois foram armazenadas em temperatura positiva há mais de 30 dias. Não foram identificados, até o momento, eventos adversos graves. As crianças seguirão, conforme preconiza o Programa Nacional de Imunizações (PNI), em monitoramento por 30 dias contados a partir da data de aplicação.

O levantamento das doses constatou também que cerca de 200 indivíduos (entre adolescentes e adultos) receberam imunizantes fora do prazo de validade. Serão contabilizadas e catalogadas todas as doses de Pfizer/Comirnaty enviadas ao município, para que sejam identificadas todas as pessoas que receberam doses vencidas, e recebam as orientações adequadas.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que “o trabalho de campo da equipe técnica do Governo do Estado continuará durante toda a semana em Lucena e, na quinta-feira (20), será realizada uma capacitação com todas as equipes de imunização do município”.

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

F5Online

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Prefeito veta Projeto de Lei que proíbe exigência do passaporte sanitário em João Pessoa

.

Publicados

em

Foto: Arquivo/Secom-JP

O prefeito Cícero Lucena vetou o Projeto de Lei Ordinária de número 739/2021, que proibia a exigência do passaporte sanitário na cidade de João Pessoa. O veto foi publicado em edição especial do Semanário Municipal na noite desta segunda-feira (17). A decisão leva em consideração o contexto atual da pandemia em todo o mundo, o que exige medidas de controle do contágio.

O texto do veto reconhece a liberdade de locomoção como um direito fundamental, mas destaca que se trata de um direito que pode vir a ser restringido para garantir outros valores constitucionais, no caso o direito à vida.

A discussão “reside na possibilidade de restrição do direito à liberdade de locomoção frente ao direito à saúde de todos, o que, no contexto de pandemia, passa pela vacinação coletiva. Portanto, a vacinação deixa de ser um direito individual à saúde passando a garantir a saúde e a vida da coletividade, porquanto os não vacinados aumentam o risco de proliferação da doença”, destaca o texto.

Durante o último ano, a gestão tem feito um grande esforço no sentido de amenizar o contágio e garantir a vacinação de toda a população, bem como o tratamento dos infectados. A Prefeitura realizou diversos mutirões para que o imunizante chegasse ao braço da população assim que fosse repassado pelo Governo Federal. Além disso, ampliou o número de leitos de UTI e tem garantido a testagem rápida diária em diversos postos pela cidade. Tudo isso vem ao lado da fiscalização dos protocolos sanitários, tendo em vista a necessidade do distanciamento e do uso de máscaras.

O documento segue ainda ressaltando que, em meio a uma pandemia, a vacina ganha “tônica de dever fundamental”, acrescentando que nas ciências jurídicas atuais não se considera direitos fundamentais em uma discussão isolada dos deveres fundamentais.

O veto se baseia na Lei Estadual 12.083/2021, que considera passar pelo crivo da proporcionalidade e que está em harmonia com decisões do Supremo Tribunal Federal.

Secom-JP

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Filho de ex-prefeito da cidade de Duas Estradas e empresário morrem em capotamento

Uma das vitimas, Edson Filho é filho do ex-prefeito de Duas Estradas, Edson Gomes de Luna, mais conhecido por “Edinho”.

Publicados

em

Dois jovens que estavam em um veículo que capotou na madrugada deste domingo (16) não resistiram aos ferimentos e morreram. Eles eram da cidade de Duas Estradas, interior da Paraíba, estavam seguindo na rodovia estadual PB-085, que liga os municípios de Pirpirituba e Sertãozinho, quando houve o capotamento.

As vítimas foram identificadas como Edson Filho, que é filho do ex-prefeito de Duas Estradas, Edson Gomes de Luna, mais conhecido como Edinho (Cidadania), e o outro como o empresário Cláudio Nunes, dono de uma loja de móveis.

As autoridades informaram que os rapazes voltavam da cidade de Guarabira quando, no trecho, o condutor perdeu o controle do veículo, que capotou várias vezes. Socorristas chegaram a ser acionados, mas apenas constataram o óbito das vítimas.

Veículo após o acidente que vitimou dois rapazes na região do Brejo paraibano (Foto: Reprodução)

PBAgora

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas