Conecte-se conosco

Variedades

SP Variedades tem tudo para o seu Natal. Confira!

Fotos: brejo.com/Gueibi Fotografia

Publicados

em

A loja SP Variedades em Guarabira está repleta de artigos para comemorar o Natal e Ano Novo. Confira os endereços das lojas:

Guarabira-PB: Av. Dom Pedro, II, 351, Centro – Fones: (83) 3271-1212 / 99111-4549;
Sapé-PB: Av. Comendador Renato Ribeiro Coutinho, 1285, Centro – Fone: (83) 3283-3952;
Esperança-PB: Rua Manoel Rodrigues de Oliveira, 98, Centro, fone: (83) 99628-3010
e no centro de Alagoa Grande – PB: (83) 3273-1715.

Confira nas fotos abaixo as novidades.

Cidades

Câmara de Guarabira: audiências públicas virtuais vão discutir LDO nos dias 2 e 4 de junho

A Câmara vai realizar pela primeira vez em sua história audiências públicas através da internet

Publicados

em

A Câmara Municipal de Guarabira vai realizar pela primeira vez em sua história audiências públicas através da internet para ouvir a sociedade organizada e debater sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO – que tramita nas comissões permanentes e precisa passar pelo crivo da sociedade.

Para tanto, como não estão ocorrendo reuniões físicas e as sessões legislativas continuam sendo realizadas de forma remota, a participação popular também vai acontecer de forma remota, durante dois encontros.
As audiências públicas ocorrerão na terça-feira (2) e quinta-feira (4) da próxima semana, às 14h, e até 100 pessoas vão poder estar simultaneamente na sala de vídeo. Para participar é necessário fazer a inscrição através do seguinte link: https://www.cmguarabira.pb.gov.br/inscricoes.php?id=1

Os participantes vão receber um link de acesso para entrar na sala de vídeo, no site da Câmara, na hora em que for iniciada as audiências, que serão comandadas pelo presidente da Câmara, Marcelo Bandeira (PDT), o presidente da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), Tiago do Mutirão (PSDB) e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento (CFO), Neide de Teotônio (PDT). Todos que estiverem participando terão direito a opinar e apresentar sugestões sobre encaminhamentos para serem inseridas na LDO.

O presidente da Câmara convida a todos que façam suas inscrições, pois é de suma importância a opinião dos guarabirenses, visto que o semestre legislativo se aproxima do fim para o recesso do meio do ano e a LDO precisa ser apreciada e votada.

Assessoria

Continue lendo

Cidades

MP recomenda suspensão imediata da feira livre de Guarabira

Segundo a recomendação, a Feira do Acarí, no bairro do Nordeste, também deverá ser suspensa

Publicados

em

Ilustração/Feira de Confecções-Guarabira-PB/Foto: Gentil Filho/Brejo.com

O Ministério Público da Paraíba, através da Promotora Edivane Saraiva de Souza, enviou na manhã desta sexta-feira (29), ofício endereçado ao prefeito em exercício do município de Guarabira, Marcus Diôgo, recomendando a suspensão imediata da feira livre de Guarabira. No mesmo ofício, a representante do MP, ainda recomenda a suspensão da Feira do Acari, que funciona todos os domingos no Bairro do Nordeste, na Rainha do Brejo.

De acordo com a solicitação, a suspensão das referidas feiras leva em consideração a situação ora enfrentada em todo o mundo devido à pandemia do Coronavírus, notadamente no Estado da Paraíba diante do crescente número de infectados com a Covid-19, bem como a cidade de Guarabira.

Dr. Edivane leva ainda em consideração a necessidade de implantar ações preventivas a serem executadas, não somente pelo município, mas também pelos cidadãos diante do grande aumento de casos confirmados de Coronavírus na cidade e no Eatado, tendo em vista que a capital já tem 80% dos leitos de UTI ocupados.

Feira do Acari, aos domingos em Guarabira

O ofício foi entregue na prefeitura por volta do meio dia desta sexta (29) e o prefeito Marcus Diôgo deverá analisar a solicitação do Ministério Público e se posicionar referente ao mesmo o mais rápido possível.

De acordo com os dados oficiais divulgados ontem pela Secretaria de Saúde de Guarabira, nesta quinta (28), em todo o município já foram contabilizados 483 casos conformados de Coronavírus e 1590 casos notificados, ou seja, pessoas que apresentam algum tipo de sintoma ligado ao Covid-19.

Até esta quinta, o boletim epidemiológico do município havia confirmado 5 óbitos, mas pelo menos outros dois casos podem entrar nesta lista no boletim de hoje, tendo em vista que duas pessoas residentes na cidade morreram nesta sexta (29), supostamente infectados pela doença.

Veja abaixo o ofício do Ministério Público:

Fonte: Folha do Brejo

Continue lendo

Cidades

Produção de máscaras por reeducandas contribui para o combate à Covid-19 e permite a remição da pena

Publicados

em

A máscara, considerada no momento um dos mais importantes itens de proteção individual contra a Covid-19, vem sendo produzida, sistematicamente, em algumas das principais unidades prisionais femininas do Estado. Só na Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em João Pessoa, 10 reeducandas já confeccionaram quase 50 mil máscaras, em pouco mais de dois meses. O trabalho das presas, segundo os juízes que atuam na área de Execução Penal, além de remir a pena das mulheres envolvidas no projeto, fortalece sua autoestima e cria um ambiente favorável à ressocialização.

As máscaras também são produzidas nas unidades prisionais das comarcas de Campina Grande, Patos e Cajazeiras. Segundo o juiz titular da Vara de Execução Penal (VEP) de João Pessoa, Carlos Neves da Franco Neto, a iniciativa é de fundamental importância, levando em consideração que atendeu uma demanda inicial por esse tipo de equipamento. “Além de alcançar as áreas da Administração Penitenciária e Segurança Pública, mil máscaras foram distribuídas para o Hospital Napoleão Laureano e mais oitocentas máscaras para a Associação das Esposas dos Magistrados e Magistradas da Paraíba (Aemp-PB)”, destacou. O juiz frisou, ainda, o significado do trabalho para a sociedade. “Essas mulheres estão contribuindo para minimizar essa fase terrível de pandemia pela qual atravessa o País. Todas estão de parabéns pelo empenho e dedicação”, destacou.

De acordo com a juíza auxiliar da VEP da Capital, Andreia Arcoverde, nesse momento difícil, o “Castelo de Bonecas” foi transformado em fábrica de máscaras, no patrão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo considerada de excelente qualidade. A magistrada disse que é muito importante a contribuição dessas reeducandas no enfrentamento da Covid-19 para todo o sistema penitenciário estadual. “A máscara é item essencial na prevenção da doença, minimizando os riscos de propagação do vírus. Estamos felizes com os resultados e temos certeza de que essa iniciativa vai contribuir para a ressocialização de cada uma delas”, comentou. A juíza lembrou que para cada três dias trabalhados, um dia é remido da pena.

Conforme a diretora da Penitenciária Júlia Maranhão, Cinthya Almeida, que é policial penal desde janeiro de 2009, toda a fabricação de máscara é voltada ao consumo interno, como, ainda, destinada à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e Secretaria de Segurança Púbica. “A oficina de confecção de máscaras está funcionando onde estava instalado o Ateliê Castelo de Bonecas. Por determinação da Secretaria de Administração Penitenciária, paramos toda a produção de bonecas, para nos dedicarmos a produção de máscaras, a fim de ajudar no combate ao novo coronavírus”, informou.

Depoimento – Célia Fernandes, uma das internas da Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, participa do Projeto Castelo de Bonecas e, agora, está no combate à Covid-19. “Por dia, nós conseguimos produzir mais de mil máscaras. Considero essa atividade muito importante, para mim e para minhas companheiras. Juntas, estamos ajudando toda a sociedade e nos ajudando também. Somos mais que vencedoras, avaliou.

Por Fernando Patriota/Gecom-TJPB

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas