Conecte-se conosco

Cidades

Projeto “Família que Acolhe” é apresentado em Alagoa Grande e Esperança

Publicados

em

O Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Criança e do Adolescente (CAO Criança e Adolescente) do Ministério Público da Paraíba apresentou, nestas quarta e quinta-feira (06 e 07/11), o projeto estratégico “Família que Acolhe”, nas Promotorias de Alagoa Grande e Esperança.

As reuniões tiveram a participação da CAO Criança, promotora Juliana Couto, gestora do projeto estratégico; e da pedagoga do MPPB, Shirley Abreu. Em Alagoa Grande, o evento ocorreu na Promotoria de Justiça e teve a participação do promotor de Justiça João Benjamim Delgado Neto e dos municípios de Juarez Távora, Alagoinha, Mulungu e Alagoa Grande.

Já em Esperança, participaram as promotoras de Justiça Fábia Cristina Dantas e Ana Grazielle Araújo Batista Oliveira, estando presentes representantes dos municípios de Esperança, Areial, Montadas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Algodão de Jandaíra e Remígio.

As reuniões fazem parte do terceiro ciclo do projeto “Família que Acolhe”, que tem como objetivo fomentar, nos municípios, a criação do serviço de acolhimento familiar como alternativa à institucionalização de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Ele já foi desenvolvido em outras duas regiões do Estado, com a edição de leis criando o serviço de acolhimento familiar em 24 municípios.

O foco do projeto é implantação da alternativa de acolhimento familiar em vez do acolhimento institucional (em abrigos), ou seja, famílias ou pessoas da comunidade acolhem voluntariamente, em suas casas e por um período provisório, crianças e adolescentes que sofreram violação de direitos e precisaram ser retirados de suas famílias como medida de proteção. A família acolhedora oferece às crianças e adolescentes cuidado e proteção integral, até que seja possível a reintegração familiar ou, na impossibilidade, a colocação em família substituta. Essas famílias devem ser habilitadas, capacitadas e acompanhadas por uma equipe técnica do serviço.

Veja mais fotos, clique Aqui.

Assessoria/MPPB

Cidades

Covid-19: Boletins de Guarabira e Estado mantém divergências e agora a diferença é de 86 casos

Confira os dados epidemiológicos deste sábado, 22

Publicados

em

Foto: Rose Vídeo/Reprodução

Pelo segundo dia, os boletins epidemiológicos de Guarabira e do Estado da Paraíba, apresentaram diferenças em número de casos confirmados. O boletim desse sábado, 23 de maio, apresentado pela Secretaria de Saúde de Guarabira foi de 313 casos e o boletim da Secretaria Estadual de Saúde – SES, foi de 399 casos acumulados no município.

Nessa sexta-feira (22), os números informados pela Secretaria de Saúde de Guarabira, foi de 257 Casos confirmados de Covid-19 no município, porém o boletim estadual apresentou Guarabira com 354 casos, superando em casos a cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Guarabira, até o momento foram 3 óbitos confirmados em consequência do novo coronavírus e aguarda testes conclusivos de mais um caso, que pode confirmar ou não, a causa de mais uma morte no município.

No município já foram recuperadas 101 pessoas.

Segundo a Secretaria de Saúde de Guarabira os números são os seguintes:

  • Casos confirmados 313
  • Casos notificados 1.320
  • Casos descartados  373
  • Casos recuperados  101
  • Óbitos 03
  • Óbito em investigação 01

Veja abaixo o boletim de Guarabira

Em relação as diferenças dos números divulgados, a Secretaria Municipal de Saúde de Guarabira emitiu uma Nota. Confira abaixo na íntegra:

“Prezando pela transparência e com a finalidade de informar à população de Guarabira, se faz necessário falar sobre a discrepância dos dados contidos nos boletins epidemiológicos informados, ontem, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e pela Secretaria Municipal de Saúde de Guarabira.

O fato acima citado não foi exclusividade do município de Guarabira, como por exemplo, na cidade de Cabedelo, a qual emitiu nota (em anexo, no 2º post) e planilha com dados da 2ª Região de Saúde, com vários municípios, atestando divergências quanto os números destes.

Não é exagero afirmar que fomos todos surpreendidos com a divulgação do boletim da Secretaria Estadual de Saúde. Em Guarabira, enquanto nossa planilha evidenciou 257 casos confirmados o boletim da SES divulgou um total de 354 casos confirmados, gerando uma diferença bastante considerável, razão pela qual, resolvemos suspender a publicação do boletim municipal naquele momento.

A Secretaria Estadual de Saúde, a partir de ontem, passou a computar os dados através do sistema de notificação (e-SUS VE), ou seja, sem fazer a conferência detalhada dos dados, como fora feito antes. Ao realizar a conferência dos nomes, a Secretária Municipal de Saúde constatou a replicação do mesmo nome no sistema por várias vezes, bem como, o acréscimo de números dos laboratórios particulares que também entraram na contabilização, de modo que, hoje, chegamos aos 313 casos confirmados, destes, 101 casos recuperados.

São estes os números reais que divulgamos à população, conferidos minuciosamente, para que toda a nossa cidade esteja bem informada. Não temos o menor motivo para omitir informações, todavia, sempre que observarmos falhas nos dados apresentados por outras entidades que também fazem o controle, estaremos prontos para estabelecer a verdade, com a responsabilidade costumeira da gestão municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde.

Por fim, reforçamos o pedido para que cumpram as recomendações de isolamento e sigam as orientações de higiene, tão importantes para o enfrentamento da COVID-19.”

Subnotificação

A SES informou que realizou mudança no sistema de coleta de notificações sobre Covid-19 na Paraíba, desde quinta (21). A partir de então, só são validados os casos informados nos sistemas oficiais de notificação (Sivep gripe e E-sus VE). “Tal medida, junto com o esforço para realização de testes na população, é de extrema importância para que tenhamos cada vez menos subnotificação no nosso estado e o real retrato do tamanho da pandemia por toda a Paraíba”, disse a SES.

A Pasta divulgou ainda que a metodologia foi aprovada pelos Municípios em reunião do Conselho Intergestores Bipartite ocorrida na quinta e não serão mais incorporados os dados que sejam notificados por outros meios. “Entram no boletim diário os dados informados até às 10h da data corrente”, disse.

Por essa razão, a SES explicou que os municípios com maior número de casos poderão necessitar de alguns dias para ajustes, considerando o volume de registros ou instabilidade no sistema. “Porém, em alguns dias, a Paraíba poderá ter todos os dados oficialmente notificados”, finalizou.

De acordo com a SES os casos confirmados já estão em 177 municípios da Paraíba, confira:

Água Branca (1); Aguiar (1); Alagoa Grande (37); Alagoa Nova (9); Alagoinha (48); Alhandra (69); Amparo (11); Aparecida (1); Araçagi (29); Arara (6); Araruna (3); Areia (37); Areial (6); Aroeiras (13); Baia da Traição (29); Bananeiras (15); Barra de Santa Rosa (1); Barra de Santana (9); Barra de São Miguel (1); Bayeux (191); Belém (13); Belém do Brejo do Cruz (1); Boa Vista (3); Bom Jesus (1); Boqueirão (6); Borborema (1); Brejo do Cruz (5); Caaporã (209); Cabaceiras (2); Cabedelo (288); Cachoeira dos Índios (3); Cacimba de Dentro (11); Cacimbas (2); Caiçara (18); Cajazeiras (44); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (8); Campina Grande (713); Capim (22); Carrapateira (1); Casserengue (2); Catingueira (2), Catolé do Rocha (12); Caturité (4); Conceição (2); Condado (40); Conde (62); Congo (11); Coremas (12); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (86); Cuité (8); Cuité de Mamanguape (3); Cuitegí (32); Curral de Cima (3); Damião (1); Desterro (2); Dona Inês (1); Duas Estradas (12); Emas (1); Esperança (40); Fagundes (3); Gado Bravo (15); Guarabira (399); Gurinhém (23); Gurjão (3); Ibiara (2); Igaracy (4); Imaculada (5); Ingá (16); Itabaiana (47); Itaporanga (4); Itapororoca (21); Itatuba (25); Jacaraú (7); Jericó (1); João Pessoa (2454); Joca Claudino (1); Juarez Távora (12); Juazeirinho (40); Junco do Seridó (5); Juripiranga (46); Juru (2); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (4); Lagoa Seca (25); Lastro (1); Logradouro (7); Lucena (40); Mãe d’Água (2); Malta (7); Mamanguape (42); Manaíra (2); Mari (64); Marizópolis (4); Massaranduba (16); Mataraca (12); Matinhas (5); Mato Grosso (3); Matureia (7); Mogeiro (1); Montadas (3); Monteiro (17); Mulungu (9); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (1); Olho D´Água (1); Ouro Velho (1); Passagem (3); Patos (374); Paulista (8); Pedras de Fogo (124); Piancó (10); Picuí (3); Pilar (25); Pilões (5); Pilõezinhos (19); Pirpirituba (10); Pitimbu (57); Pocinhos (5); Pombal (21); Princesa Isabel (5); Puxinanã (12); Queimadas (29); Quixaba (5); Remígio (28); Riachão do Bacamarte (49); Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (26); Salgadinho (1); Salgado de São Felix (13); Santa Cecília (1); Santa Helena (1); Santa Luzia (24); Santa Rita (424); Santa Terezinha (5); São Bentinho (3); São Bento (50); São Francisco (1); São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (11); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (8); São José de Espinharas (2); São José de Piranhas (4); São José do Bonfim (6); São José do Sabugi (68); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (4); São Mamede (6); São Miguel de Taipu (12); São Sebastião de Lagoa de Roça (9); São Vicente do Seridó (8); Sapé (126); Serra Branca (2); Serra da Raíz (7); Serra Redonda (12); Serraria (5); Sertãozinho (7); Sobrado (8); Solânea (23); Soledade (4); Sousa (100); Sumé (6); Tacima (9); Taperoá (26); Tavares (4); Teixeira (12); Uiraúna (4); Umbuzeiro (17); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

Continue lendo

Cidades

ELE AGORA PRECISA DE NÓS: Família de Jean “Ganso” pede ajuda para custear tratamento de saúde do comunicador

A família espera contar com ajuda dos amigos de Jean e com seus ouvintes para a realização do tratamento médico.

Publicados

em

O radialista Jean Gomes, popular “Ganso”, da Guarabira FM, é considerado um dos comunicadores mais irreverentes do rádio paraibano. Popular na região de Guarabira (PB), Jean Ganso vem enfrentando problemas de saúde. Após um período se recuperando em casa, ele voltou a ser hospitalizado e a família pede ajuda financeira para custear o tratamento do comunicador.

A Rádio Guarabira FM, na qual Jean Ganso comunica e desenvolve um trabalho filantrópico, deu início a uma campanha em favor do seu colaborador. O noticioso matutino apresentado por Rafael San desta sexta-feira (22) dedicou grande parte do espaço para participação popular e colaboração das pessoas através de contas bancárias.

A família do comunicador espera contar com ajuda dos amigos de Jean e com seus ouvintes para a realização do tratamento médico. Quem desejar e puder, pode colaborar com qualquer valor. A doação pode ser feita por conta bancária ou nas rádios Guarabira FM e Rádio Constelação FM, que também está fazendo uma campanha de arrecadação financeira.

Nas redes sociais, Rafael San escreveu que Jean Gomes que “tanto fez pelas pessoas, agora precisa de nós”. O perfil da emissora também compartilhou conteúdo similar. A campanha está ganhando força no rádio e na internet.

Jean Gomes é um dos radialistas de Guarabira que mais ajuda pessoas em situação de risco durante seu expediente no rádio e fora do ar.

Caderno de Matérias

Continue lendo

Cidades

Paraíba tem 6.882 casos confirmados e 248 mortes por coronavírus

Publicados

em

A Paraíba tem 6.882 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta sexta-feira (22). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 248 no estado desde o início da pandemia. Cento e setenta e quatro cidades da Paraíba já têm casos registrados.

Conforme a SES, alguns municípios não apresentaram mudanças na quantidade de casos confirmados porque não fizeram a notificação deles no sistema de acompanhamento que monitora os dados do coronavírus em toda a Paraíba.

Foram registradas mais 3 mortes em decorrência do coronavírus desde o último boletim:

  1. Homem de 48 anos, sem histórico de doenças, residente em Lagoa Seca.
  2. Mulher de 66 anos, sem histórico doenças, residente em Campina Grande.
  3. Homem de 57 anos, sem histórico de doenças, residente em Serraria.

Boletim do coronavírus na Paraíba

  • 6.882 casos confirmados
  • 248 mortes
  • 6.529 casos descartados
  • 2.003 recuperados

Casos de coronavírus na PB estão distribuídos em 174 municípios.

Confira os 50 deles com mais casos:

  1. 2.226 em João Pessoa,
  2. 590 em Campina Grande,
  3. 401 em Santa Rita,
  4. 374 em Patos,
  5. 354 em Guarabira,
  6. 288 em Cabedelo,
  7. 191 em Bayeux,
  8. 126 em Caaporã,
  9. 126 em Sapé,
  10. 121 em Pedras de Fogo,
  11. 100 em Sousa,
  12. 86 em Cruz do Espírito Santo,
  13. 69 em Alhandra,
  14. 62 em Conde,
  15. 60 em Mari,
  16. 57 em Pitimbu,
  17. 50 em São José do Sabugi,
  18. 47 em Alagoinha,
  19. 4 7 em Riachão do Bacamarte,
  20. 45 em Itabaiana,
  21. 45 em Juripiranga,
  22. 43 em Cajazeiras,
  23. 40 em Lucena,
  24. 38 em Juazeirinho,
  25. 37 em Areia,
  26. 37 em São Bento,
  27. 35 em Alagoa Grande,
  28. 32 em Mamanguape,
  29. 30 em Condado,
  30. 29 em Araçagi,
  31. 29 em Baia da Traição,
  32. 29 em Cuitegi,
  33. 29 em Esperança,
  34. 28 em Queimadas,
  35. 26 em Rio Tinto,
  36. 25 em Taperoá,
  37. 25 em Itatuba,
  38. 25 em Pilar,
  39. 24 em Remígio,
  40. 23 em Gurinhém,
  41. 23 em Santa Luzia,
  42. 23 em Solânea,
  43. 22 em Lagoa Seca,
  44. 21 em Pombal,
  45. 20 em Capim,
  46. 20 em Itapororoca,
  47. 18 em Pilõezinhos,
  48. 17 em Umbuzeiro,
  49. 16 em Massaranduba,
  50. 15 em Gado Bravo,

Fonte: G1PB

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas