Conecte-se conosco

Policial

Polícia prende suspeita de praticar homicídio contra marido

Apesar de não apresentar ferimentos visíveis, a mulher foi submetida a exames de corpo de delito

Publicados

em

A Polícia Civil cumpriu na tarde deste sábado (11) o mandado de prisão preventiva contra a mulher suspeita de disparar quatro tiros e matar o próprio marido.

O delito ocorreu por volta das 16 horas dessa sexta-feira (10), quando o casal se encontrava no interior de uma fazenda, na zona rural da cidade de Sapé, a 42 quilômetros de João Pessoa.

A suspeita foi interrogada na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa, e alegou que agiu em legítima defesa.

O caso está sendo investigado pela equipe do Núcleo de Homicídios de Santa Rita. Ela disse ao delegado Reinaldo Nóbrega, durante o interrogatório, que o crime ocorreu após uma discussão entre o casal.  A arma usada no crime já foi apreendida pela Polícia desde o dia do crime.

Apesar de não apresentar ferimentos visíveis, a mulher foi submetida a exames de corpo de delito. No mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça a pedido da Polícia, o magistrado converteu a permanência da mulher em unidade prisional em prisão domiciliar.

Após ser ouvida, ela foi submetida a exames de corpo de delito e levada para um presídio, onde receberá uma tornozeleira eletrônica. Em seguida, será levada para a residência informada nos autos judiciais.

Apesar da prisão, as investigações terão continuidade. A Polícia vai tomar depoimento de amigos e familiares e aguardar a conclusão das perícias.

No dia em que o crime ocorreu, as primeiras diligências foram adotadas pela equipe da Delegacia de Crimes Contra Pessoa de João Pessoa. Em seguida, os trabalhos foram encaminhados para a equipe do Núcleo de Homicídios de Santa Rita, que solicitou a prisão preventiva dará prosseguimento ao inquérito policial.

Assessoria/PCPB

Rate this post

Policial

Polícia Militar prende integrante de facção durante operação em Santa Rita

Publicados

em

Na madrugada deste domingo (26), policiais militares do 7º Batalhão de Polícia Militar prenderam um integrante suspeito de participar de facção criminosa, durante uma operação na cidade de Santa Rita.

A polícia militar recebeu informações de que indivíduos da Comunidade do Onze estariam se preparando para realizar um ataque na Comunidade do Cadeado, em resposta ao homicídio que ocorreu horas antes. Policiais do 7º BPM estavam em rondas na área quando se depararam com alguns suspeitos de integrarem a facção criminosa, momento em que houve uma intensa troca de tiros com os policiais.

Na ação, os policiais conseguiram prender um dos suspeitos e os demais indivíduos conseguiram evadir. Com ele foram apreendidos: 1 espingarda, Calibre 12, 1 pistola, calibre 380, 2 revólveres, calibre 38, 1 revólver, calibre 32, 2 balanças de precisão, 1 rádio comunicador, e 170,00 reais em espécie, além de drogas.

O suspeito e todo material apreendido foram conduzidos para a Central de Flagrantes, para os demais procedimentos cabíveis. As buscas aos indivíduos foragidos continuam.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende jovem por porte ilegal de arma de fogo na Capital

Publicados

em

Na madrugada deste domingo (26), policiais militares do BOPE estavam em rondas no bairro do Cristo Redentor, quando se depararam com dois homens em uma motocicleta. Um deles, o garupa, portava um revólver em uma das mãos.

A dupla, percebendo a presença policial, tentou se desvencilhar da arma de fogo na via pública, mas sem sucesso. Após a ordem de parada, foi realizada a abordagem policial e encontrada a arma de fogo, um revólver, calibre 38.

Os dois suspeitos, que possivelmente estariam cometendo roubos no bairro, foram detidos e a arma, além da motocicleta utilizada, apreendidas. O caso foi apresentado na Central de Flagrantes, no bairro Ernesto Geisel.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

‘SUPERMACONHA’: Servidor público é preso pela Polícia Civil suspeito de tráfico de drogas

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nessa terça-feira, 21 de junho, um funcionário público federal, de 40 anos de idade, investigado por tráfico de drogas. A prisão foi realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de João Pessoa, no bairro do Cristo.

O suspeito foi surpreendido pelos policiais quando portava uma caixa com um pacote de skunk, maconha com alto teor de THC. O homem foi levado para a delegacia, onde foi autuado por tráfico de drogas.

Supermaconha

Conhecida como ‘supermaconha’, a Skank é manipulada em laboratório para provocar um efeito quase oito vezes mais forte do que a erva tradicional. “Isso explica a grande procura por essa droga”, disse o delegado Bruno Victor.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas