Conecte-se conosco

Cidades

“Muito dinheiro para pouca ação”, diz Vereador ao cobrar plano de contingência de Guarabira contra Covid-19

Publicados

em

O vereador Renato Meireles (Cidadania) cobrou da Prefeitura de Guarabira o plano de contingência para o enfrentamento à Covid-19, causada pelo novo coronavírus. O parlamentar citou recursos advindos de emendas e do Governo Federal, que somados a outras verbas chegam na ordem de R$ 5,3 milhões, somente em abril, para serem usados na saúde do município.

“O que a prefeitura está fazendo com esse dinheiro? Quais são as ações feitas para combater à Covid-19? Está tendo uma fiscalização do Ministério Público Federal e Estadual para se ter esse plano de contingência, e infelizmente, eu particularmente, não localizei esse plano. Isso mostra o quanto a gestão não está planejando o combate”, disse Meireles durante sessão remota da Câmara de vereadores, nessa terça-feira (28).

De acordo com Renato, os cofres da Prefeitura de Guarabira receberam R$ 1,4 milhão de recursos extras de emendas parlamentares. Além disso, a gestão também recebeu R$ 883 mil em verba extra de auxílio para ações de combate ao novo coronavírus. “Isso sem contarmos o dinheiro que vem para ser usado na saúde, naturalmente, e os 15% do FPM que é direcionado a área”, completou.

Para Meireles, é necessário encarar o cenário atual com a devida importância, tendo ações organizadas e não se resumindo apenas na distribuição de máscaras e álcool em gel.

“Eu não quero acreditar que o prefeito, ao acordar pela manhã, faça o que vier na sua cabeça. Nós precisamos planejar. Espero que a Secretaria Municipal de Saúde apresente a população, para sabermos qual e como está sendo o planejamento de combate a pandemia. É muito dinheiro para pouca ação”, enfatizou o vereador, cobrando também a implantação de barreiras sanitárias nos limites do município.

Renato afirmou que a competência para elaboração do plano de contingência é do Conselho Municipal de Saúde, juntamente com a Secretaria da pasta. “O que percebemos é que Guarabira está num combate sem planejamento”, finalizou.

Plano de Contingência
É um documento elaborado com o intuito de auxiliar o município na resposta ao enfrentamento do novo coronavírus. Neste documento, serão definidas as responsabilidades, estabelecendo uma organização necessária, de modo a atender a situações de emergência relacionadas à circulação do vírus, visando integralidade das ações na prevenção e monitoramento da doença, bem como na assistência à saúde população. Essas diretrizes têm por objetivo auxiliar os serviços de saúde na mitigação dos processos epidêmicos, comunicação de risco e na redução da morbimortalidade por esta doença. As equipes do Sistema Único de Saúde desenvolvem diversas atividades de rotina, que dão sustentação às ações que serão aplicadas no Plano de Contingência.

Assessoria

Cidades

Prefeito de Guarabira nega ser contra restaurante popular: “obrigado governador pelo ‘Tá na Mesa’”

Marcus Diôgo disse que o áudio divulgado pelos veículos de comunicação sobre sua fala foi editado

Publicados

em

O prefeito de Guarabira, Marcus Diôgo (PSDB), em entrevista na Rádio Constelação FM nesta terça-feira (11), afirmou não ser contra a vinda de uma unidade do restaurante popular para a cidade, como foi amplamente propagado em veículos de comunicação da Paraíba.

Durante a entrevista, concedida aos radialistas Cid Cordeiro e Levi Ramos, Diôgo agradeceu a João Azevêdo pelo anúncio do projeto “Tá na Mesa”, que também será implantado em Guarabira pelo Governo do Estado. “Obrigado governador. Nesse sentido, o chefe do Executivo estadual tem a mesma ideia que eu”.

Com relação as publicações atribuídas a seu respeito sobre o restaurante popular, Marcus afirmou partirem de pessoas “desocupadas e que nunca trabalharam na vida. O gestor assegurou também que os áudios divulgados foram editados e não refletem a verdade sobre o que ele disse em entrevista.

– Eu disse que ao invés de o governador trazer o restaurante popular, seria melhor comprar os alimentos em Guarabira. Também defendi as pessoas que “fazem quentinhas” em casa, inclusive num sacrifício danado. Acho que o governador nos ouviu, preferindo fazer o certo, anunciando a compra da comida em restaurante particular para repassá-la à população – afirmou Marcus.

O prefeito não citou a parte do áudio em que ele fala sobre o prejuízo que o restaurante popular iria causar aos mototaxistas. Durante a entrevista, o gestor guarabirense também elogiou o governador da Paraíba por anunciar o projeto Prato Cheio para Guarabira.

Para rebater a notícia de ser contra a vinda do restaurante popular para Guarabira, o prefeito participou dos jornalísticos matinais das quatros emissoras de rádio local.

Do Fato a Fato

Continue lendo

Cidades

Após morte do pai pela doença, prefeita de Duas Estradas testa positivo para Covid

A mãe da prefeita também foi positivada. As duas estão em tratamento domiciliar

Publicados

em

Após o falecimento do seu pai, Roberto Carlos Nunes, vítima da doença, a prefeita da cidade de Duas Estradas, no interior paraibano, Joyce Renally anunciou nesta segunda-feira (10) que também foi infectada pela Covid-19.

Segundo a própria prefeita em pronunciamento em suas redes sociais, na semana passada a sua mãe testou positivo e por conta da convivência diária ela também resolveu fazer o teste nesta segunda e também foi positivada.

Joyce e a sua genitora passam bem e estão passando por tratamento domiciliar.

Na última quinta-feira (6) o pai de Joyce, o ex-prefeito Roberto Carlos Nunes morreu vitima da covid-19 após passar duas semanas internado na capital do Estado. Na sexta, ele foi sepultado sob muita comoção em todo o município.

Do Folha do Brejo

Continue lendo

Cidades

Contador guarabirense, Sandro Freitas morre de covid em João Pessoa

Sandro Freitas também atuou em Guarabira como jornalista e foi fundador do Jornal da Paraíba, impresso que não mais existe

Publicados

em

Formado em ciências contábeis, o empresário Sandro Ferreira de Freitas, natural da cidade de Guarabira, faleceu neste domingo (09) vítima de complicações da Covid-19. 

Segundo informações de Hyldo Pereira, Sandro Freitas, 56 anos, morreu vítima da Covid-19, horas depois de dar entrada na UPA, Manaíra, em João Pessoa. Ele era hipertenso e diabético.

Sandro era pai da estudante Isabel Aquino, que morreu em fevereiro aos 23 anos, vítima da Covid na capital. Ele foi enterrado no mesmo jazigo da filha.

Sandro Freitas também atuou em Guarabira como jornalista e foi fundador do Jornal da Paraíba, órgão de imprensa impresso que não mais existe.

Ele é irmão do cantor e compositor Sandoval Freitas, mais conhecido por Duval.

Do Fato a Fato com Polêmica Paraíba

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas