Conecte-se conosco

Policial

Homem é preso vendendo ivermectina, remédio usado como prevenção à Covid-19

Com o suspeito foi encontrada uma caixa grande contendo 50 caixas de ivermectina 6 mg, com 4 comprimidos.

Publicados

em

Foto: PRF/Divulgação

Apesar de não ter comprovação científica, o remédio vem sendo utilizado para reduzir os efeitos da COVID-19. A medicação não havia comprovação de origem e estava sendo revendidas sem os devidos cuidados necessários

A Polícia Rodoviária Federal deteve, em frente a um shopping, no perímetro urbano da BR 101, em Natal/RN, dois homens e apreendeu 50 caixas do medicamento ivermectina.

Após receber a denúncia de que pessoas estavam vendendo o medicamento, próximo a um shopping na BR 101, uma equipe deslocou até o local e constatou a irregularidade.

Quando os policiais chegaram, encontraram um Honda Fit estacionado às margens da BR, com dois homens no seu interior. No colo do passageiro, um homem de 37 anos, foi encontrada uma caixa grande, contendo 50 caixas de ivermectina 6 mg, com 4 comprimidos.

Aos policiais, o homem informou que teria comprado o medicamento na cidade de João Pessoa/PB e estava revendendo em Natal. Ele estava cobrando um valor que variava entre R$ 50,00 e R$ 100, por caixa. A ivermectina é um medicamento prescrito para combater verminoses, porém vem sendo muito procurada pela população por supostamente minimizar os efeitos da COVID-19.

A pessoa que ligou denunciando, disse que recebeu uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp, oferecendo a medicação.

Diante dos fatos, os homens foram detidos e encaminhados juntamente com o remédio para a Polícia Civil. E deverão responder pelo crime previsto no artigo 132 do código penal: expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente, com pena prevista de três meses a um ano.

Assessoria

Rate this post

Policial

PM prende acusado de tentativa de homicídio, apreende armas e drogas na Capital

Publicados

em

A Polícia Militar prendeu um homem, na noite deste sábado (16), suspeito de uma tentativa de homicídio no bairro do Alto do Mateus, na Capital. O crime teria acontecido a tarde, e os policiais em diligências conseguiram localizar o suspeito, sendo o mesmo conduzido a Central de Flagrantes, no Geisel.

Outras ações – A Polícia Militar da Paraíba apreendeu ainda, entre a noite deste sábado (16) e a tarde deste domingo (17), três armas de fogo, sendo uma na cidade de Santa Rita, uma no Conde e outra em Cuité de Mamanguape.

Na cracolândia, no centro da capital, um homem de 23 anos foi preso com 130 pedras de uma substância semelhante a crack. Também cinco veículos com restrição de roubo ou furto foram localizados e três mandados de prisão cumpridos nas cidades de Cruz do Espírito Santo, Campina Grande e Mamanguape.

Todos os objetos apreendidos e as pessoas presas foram conduzidas às delegacias locais.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos com 122 caixas de cigarros contrabandeados em feira

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, prendeu nessa sexta-feira, 15 de outubro, dois homens suspeitos de contrabandear cigarros do Paraguai. Eles estavam com 122 caixas do produto, fazendo a distribuição da mercadoria ilegal na feira central da cidade.

A dupla era investigada há quase dois meses. Os policiais receberam a informação de que os investigados levariam mais cigarros ao local nessa sexta-feira e foram monitorar a chegada da carga.

No momento em que a mercadoria era retirada de um carro, os policiais fizeram a abordagem e constataram a veracidade da denúncia, dando voz de prisão aos investigados.

Eles estão recolhidos na Central de Polícia Civil, aguardando audiência de custódia sobre o caso.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia cumpre mandado de prisão contra proprietário da casa onde a DRE apreendeu 200 quilos de maconha em CG

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Campina Grande, cumpriu nesta quinta-feira, 14 de outubro, o mandado de prisão expedido pela Vara de Entorpecentes, em desfavor do proprietário da casa onde policiais dessa delegacia especializada apreenderam mais de 200 kg de maconha, na Vila Castelo Branco, em Campina. A apreensão aconteceu no dia 21 de setembro deste ano.

O investigado se apresentou na DRE, mas já estava com o mandado de prisão em aberto. Ele confessou ter recebido uma quantia em dinheiro para guardar a droga em sua casa, por um período de 15 dias.

No dia da ação policial, um filho dele foi preso em flagrante.

“Houve a prisão desse rapaz, no dia do flagrante, mas as investigações continuaram, e nós representamos pela prisão do seu pai, que foi devidamente concedida pela justiça e cumprida ontem”, disse o delegado Jorge Luís.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas