Conecte-se conosco

Paraíba

Paraíba: Saúde confirma 36.784 casos de covid-19 e 766 mortes

Publicados

em

Neste domingo, 21 de junho, a Paraíba registrou 263 novos casos de Covid-19 e 23 óbitos confirmados desde a última atualização, 02 deles ocorridos nas últimas 24h. São 36.784 pessoas que já contraíram a doença e 766 faleceram. Até o momento, 105.130 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 62%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 72%. Em Campina Grande, estão ocupados 62% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 51% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por 215 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (17); Aguiar (11); Alagoa Grande (263); Alagoa Nova (132); Alagoinha (287); Alcantil (7); Algodão de Jandaíra (2); Alhandra (276); Amparo (12); Aparecida (19); Araçagi (157); Arara (61); Araruna (34); Areia (119); Areia de Baraúnas (1); Areial (22); Aroeiras (67); Assunção (21); Baia da Traição (126); Bananeiras (63); Baraúna (91); Barra de Santa Rosa (15); Barra de Santana (42); Barra de São Miguel (6); Bayeux (699); Belém (158); Belém do Brejo do Cruz (6); Bernardino Batista (2); Boa Ventura (2); Boa Vista (48); Bom Jesus (3); Bom Sucesso (5); Bonito de Santa Fé (2); Boqueirão (78); Borborema (3); Brejo do Cruz (55); Brejo dos Santos (4); Caaporã (678); Cabaceiras (9); Cabedelo (1542); Cachoeira dos Índios (37); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (40); Cacimbas (28); Caiçara (100); Cajazeiras (348); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (44); Camalaú (1); Campina Grande (5557); Capim (90); Caraúbas (5); Carrapateira (1); Casserengue (87); Catingueira (10), Catolé do Rocha (106); Caturité (40); Conceição (6); Condado (57); Conde (261); Congo (18); Coremas (25); Coxixola (8); Cruz do Espírito Santo (166); Cubati (32); Cuité (59); Cuité de Mamanguape (31); Cuitegí (85); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (2); Desterro (25); Diamante (2); Dona Inês (6); Duas Estradas (38); Emas (2); Esperança (195); Fagundes (29); Frei Martinho (1); Gado Bravo (52); Guarabira (1663); Gurinhém (111); Gurjão (18); Ibiara (5); Igaracy (2); Imaculada (11); Ingá (234); Itabaiana (466); Itaporanga (18); Itapororoca (118); Itatuba (105); Jacaraú (79); Jericó (3); João Pessoa (10466); Joca Claudino (1); Juarez Távora (85); Juazeirinho (87); Junco do Seridó (16); Juripiranga (249); Juru (9); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (24); Lagoa Seca (310); Lastro (11); Livramento (10); Logradouro (23); Lucena (142); Mãe d’Água (9); Malta (19); Mamanguape (878); Manaíra (6); Marcação (14); Mari (263); Marizópolis (5); Massaranduba (107); Mataraca (73); Matinhas (31); Mato Grosso (6); Matureia (18); Mogeiro (51); Montadas (28); Monteiro (58); Mulungu (103); Natuba (29); Nazarezinho (4); Nova Floresta (9), Nova Olinda (5); Nova Palmeira (19); Olho D´Água (25); Olivedos (21); Parari (4); Passagem (20); Patos (1046); Paulista (54); Pedra Lavrada (17); Pedras de Fogo (760); Pedro Régis (9); Piancó (35); Picuí (60); Pilar (99); Pilões (31); Pilõezinhos (111); Pirpirituba (54); Pitimbu (385); Pocinhos (35); Pombal (108); Princesa Isabel (33); Puxinanã (128); Queimadas (347); Quixaba (23); Remígio (128); Riachão (13); Riachão do Bacamarte (158); Riachão do Poço (20); Riacho de Santo Antônio (7); Riacho dos Cavalos (3); Rio Tinto (286); Salgadinho (9); Salgado de São Felix (75); Santa Cecília (13); Santa Cruz (6); Santa Helena (8); Santa Inês (5); Santa Luzia (145); Santa Rita (1104); Santa Terezinha (25); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (2); Santo André (1); São Bentinho (16); São Bento (476); São Domingos do Cariri (2); São Francisco (8); São João do Cariri (21); São João do Rio do Peixe (30); São João do Tigre (3); São José da Lagoa Tapada (17); São José de Caiana (22); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (23); São José do Bonfim (44); São José do Brejo do Cruz (2); São José do Sabugi (131); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (58); São Mamede (24); São Miguel de Taipu (66); São Sebastião de Lagoa de Roça (86); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (18); Sapé (422); Serra Branca (20); Serra da Raíz (12); Serra Grande (3); Serra Redonda (101); Serraria (21); Sertãozinho (29); Sobrado (60); Solânea (131); Soledade (68); Sossego (4), Sousa (421); Sumé (30); Tacima (42); Taperoá (40); Tavares (25); Teixeira (47); Tenório (11); Triunfo (1); Uiraúna (16); Umbuzeiro (26); Várzea (6); Vieirópolis (4); Vista Serrana (3), Zabelê (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 21/06, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

23 óbitos foram registrados, dois deles ocorrido nas últimas 24h.

Homem, 61 anos, residente na Baía da Traição. Diabético. Início dos sintomas em 06/05. Foi a óbito em hospital privado em 25/05.

Homem, 43 anos, residente na Baía da Traição. Etilista, tabagista e imunodeprimido. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 22/05.

Mulher, 81 anos, residente em Bayeux. Hipertensa, diabética. Inicio dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital público no dia 16/06.

Homem, 70 anos, residente em Bayeux. Hipertenso, portador de doença renal. Início dos sintomas em 04/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/06

Mulher, 50 anos, residente em Cajazeiras. Hipertensa, cardiopata. Início dos sintomas em 31/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Homem, 97 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 27/05, foi a óbito em hospital público no dia 04/06.

Homem, 68 anos, residente em Campina Grande. Hipertenso. Início dos sintomas em 23/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Mulher, 70 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 02/05, foi a óbito em hospital público no dia 02/06

Homem, 76 anos, residente em Cuitegi. Hipertenso, diabético. Início dos sintomas em 09/06, foi a óbito em hospital público em 18/06.

Homem, 83 anos, residente em Guarabira. Cardiopata, portador de doença respiratória e Tuberculose. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 18/06.

Homem, 82 anos, morador de Guarabira. Hipertenso e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 09/05, foi a óbito em hospital público no dia 29/05.

Homem, 80 anos, morador de João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 09/05, foi a óbito em hospital público no dia 19/05.

Homem, 64 anos, residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata, obeso. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 30/05.

Mulher, 75 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

Homem, 80 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético, cardiopata. Início dos sintomas em 19/05, foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Mulher, 70 anos, residente em João Pessoa. Diabética. Início dos sintomas em 14/05, foi a óbito em hospital público em 22/05.

Mulher, 52 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 25/05, foi a óbito em hospital público no dia 13/06

Homem, 40 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, portadora de doença renal. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 27/05.

Homem, 64 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético, tabagista, sequelado de AVC. Início dos sintomas em 08/06, foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Mulher, 82 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata, e com infecção do trato urinário. Início dos sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 05/06.

Mulher, 68 anos, residente em Mari. Hipertensa, diabética, início dos sintomas em 08/06, foi a óbito em hospital público no dia 16/06.

Mulher, 93 anos, residente em Patos. Hipertensa. Início dos sintomas em 05/06, foi a óbito em hospital público em 20/06.

Homem, 53 anos, residente em Sapé. Hipertenso, diabético, cardiopata. Início dos sintomas em 02/06, foi a óbito em hospital público no dia 13/06.

Secom-PB

Rate this post

Paraíba

Programa Habilitação Social realiza chamada de classificados para etapa Saber Ler e Escrever

Publicados

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) e a Secretaria de Desenvolvimento Humano (Sedh) divulgaram as listas contendo nomes, datas, horários, locais e documentos necessários para o comparecimento presencial dos 425 candidatos classificados na 2ª chamada para a terceira etapa do Programa Habilitação Social (PHS). A relação está disponível no site www.habilitacaosocial.pb.gov.br

De acordo com o Edital 001/2021, esses candidatos serão submetidos à realização de aferição de Saber Ler e Escrever, com exceção dos que comprovaram, no ato da apresentação de documentos presenciais, o grau de escolaridade por meio de Diploma de Instituição de Ensino reconhecida pelo MEC. “Apresentações falsas ou inexatas constantes na apresentação de documentos determinarão o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos dela decorrentes”, enfatiza o edital.

A Comissão de Seleção da Sedh convocou os selecionados nesta etapa, por meio de lista com o nome e número de inscrição, que deverão comparecer nos locais indicados, nas 14 Regiões Geoadministrativas. O candidato selecionado que não comparecer no período informado será eliminado do processo seletivo, a critério da Comissão de Seleção da Sedh, tendo sua vaga disponibilizada para o próximo candidato na fila de classificação, esclarece o edital.

Já o candidato que comprovar que atende todos os critérios estabelecidos no edital, nesta terceira etapa, receberá o protocolo datado e assinado pela Comissão de Seleção da Sedh, a fim de dar início ao Renach (Registro Nacional de Carteira de Habilitação). Mas ele só poderá dirigir-se ao Detran após 72h da emissão do protocolo para abertura do Renach, tempo máximo necessário para a Comissão de Seleção da Sedh inserir a informação no Sistema do PHS.

Com 5 mil vagas disponíveis, que serão complementadas em chamadas posteriores de candidatos inscritos, o PHS tem o objetivo de atender à população de baixa renda, incluindo motoboys que trabalham com delivery. O programa vai possibilitar, de forma gratuita, a obtenção da Autorização para Condução de Ciclomotores (ACC) e da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), nas categorias A ou B, contemplando hipóteses de adição e mudanças de categorias, bem como para renovação do documento de habilitação.

As vagas foram distribuídas com base nas 14 Regiões Geoadministrativas do Estado. De acordo com as categorias, 50% (2.500 vagas) foram destinados para candidatos à primeira CNH, sendo 70% para a categoria A (motos), 10% ACC (ciclomotores) e 20% para a B (carros); 40% (2.000 vagas) para as hipóteses de adição e de mudança de categoria, e 10% (500 vagas) para renovação da CNH.

O candidato beneficiado é dispensado das taxas relativas aos exames de aptidão física e mental; adição de categoria; mudança de categoria; licença para aprendizado de direção veicular (LADV); permissão para dirigir A ou B; curso teórico-técnico e de prática de direção veicular; e da renovação de CNH. Todos os Centros de Formação de Condutores (autoescolas) credenciados ao Detran-PB estão aptos a receber os candidatos classificados no PHS.

As vagas disponibilizadas pelo programa foram distribuídas entre candidatos com baixo poder aquisitivo e alguns grupos tiveram prioridade nesse processo: beneficiários do Programa Bolsa Família; desempregados; alunos cursando o último ano do ensino médio na rede pública ou que tenham concluído o ensino médio na rede pública há no máximo dois anos; alunos concluintes ou que tenham concluído o Programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

E ainda: egressos do Sistema Penitenciário, inclusive os que se encontram no regime semiaberto; adolescentes que tenham cumprido medida socioeducativa nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente e que tenham completado 18 anos de idade; pessoas com deficiência; produtores selecionados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), com prioridade para os agricultores de comunidades tradicionais (quilombolas, indígenas, ciganos, assentados); mulheres vítimas de violência doméstica, e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad-Único).

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Novo decreto amplia para 70% em igrejas, academias, restaurantes e bares

.

Publicados

em

Pixabay

O novo decreto do Governo do Estado que disciplina as atividades na Paraíba a partir deste domingo (17) até o dia 31 de outubro amplia para 70% a capacidade de pessoas em igrejas, academias, lanchonetes, bares, restaurantes e lojas de conveniência. Além disso, os estádios poderão receber até 30% da capacidade do local. 

As novas diretrizes levam em consideração o avanço da cobertura vacinal, possibilitando algumas flexibilizações para que se atenuem os efeitos socioeconômicos e culturais da pandemia. 

De acordo com o novo decreto, os bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência poderão funcionar das 6h às 0h00, sendo permitidos os serviços de delivery e takeway após o horário. 

Já o acesso a eventos esportivos realizados em estádios, bem como em ginásios que apresentam adequada circulação natural de ar deverá obedecer ao limite máximo de público de até 30% de sua capacidade. Para ter acesso aos locais será necessário apresentar a carteira de vacinação em papel ou digital que certifiquem o recebimento de primeiras doses há pelo menos 14 dias ou segundas doses das vacinas para a Covid-19.

Os eventos esportivos realizados em estádios deverão distribuir o público em quatro setores distintos e com entradas exclusivas para cada um. Nos ginásios, a distribuição de público deverá ocorrer em pelo menos duas áreas diferentes e com entradas exclusivas.

Além disso, os shows continuam liberados, com ocupação de até 20% da capacidade do local, observando todos os protocolos elaborados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e pelas Secretarias Municipais de Saúde e a apresentação de testes de antígeno negativo para Covid-19 realizados até 72 horas antes dos eventos e a demonstração da situação vacinal, sendo obrigatório ter recebido pelo menos uma dose há 14 dias ou o esquema vacinal completo.

Também permanece permitido o funcionamento de cinemas, teatros e circos, com 50% da capacidade, observando todos os protocolos sanitários. Eventos sociais e corporativos podem ocorrer com o mesmo percentual de público.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

UFPB oferta 150 vagas para Especialização em Educação Financeira

As inscrições deverão ser realizadas pelo Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Sigaa), no período de 23 de outubro a 4 de novembro.

Publicados

em

Foto: UFPB/Divulgação

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), divulgou edital para 150 vagas no Curso de Especialização em Educação Financeira (CEEF), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA),na modalidade educação a distância. A pós-graduação Lato Sensu é resultado da parceria formada entre a UFPB, a Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil), a Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT-PB) e a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB). As inscrições deverão ser realizadas pelo Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Sigaa), no período de 23 de outubro a 4 de novembro.

O curso, que está na sua segunda turma, tem o objetivo de qualificar professores da rede de escolas públicas para difundir a educação financeira no estado da Paraíba. O Coordenador do curso, o Prof. Bruno Frascaroli, esclareceu que, inicialmente, estavam previstas 120 vagas, no entanto, esse número foi ampliado para 150. “A novidade desse ano é que, além da Paraíba, poderão participar também professores e coordenadores administrativos-financeiros dos estados do Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte”, explicou o professor.

O Curso é voltado para professores e técnicos administrativos financeiros da rede pública de ensino em pleno exercício nas escolas. Para realizar a inscrição no processo seletivo, será necessário anexar ao formulário do Sigaa a documentação exigida no edital, e gerar a Guia de Recolhimento da União (GRU) da taxa de inscrição no valor de R$ 50,00. O candidato também poderá solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição de acordo com as normas do edital.

As vagas serão distribuídas para professores e coordenadores administrativo-financeiros do quadro ativo das seguintes instituições: da Secretaria da Educação e da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba (até 30), das escolas públicas do Estado do Ceará (até 30), das escolas públicas do Estado de Pernambuco (até 30), das escolas públicas do Estado de Rio Grande do Norte (até 30), para professores e gestores financeiros do quadro ativo da Prefeitura Municipal de João Pessoa (até 15) e para servidores efetivos do quadro ativo da Universidade Federal da Paraíba, que estejam em exercício na instituição (até 15 vagas).

A seleção contará com as seguintes etapas, de caráter eliminatório e classificatório: Prova de Conhecimentos em Educação, Prova de Títulos e Experiência Profissional. A nota mínima para cada etapa é 5,0 (cinco), sendo eliminados os candidatos que obtiverem nota inferior. O resultado final será divulgado no dia 3 de dezembro.

A parceria entre a UFPB e as demais instituições acontece desde 2017. A primeira turma do curso de especialização foi concluída em 2020, e na ocasião foram formados 30 professores da rede estadual de ensino da Paraíba.

PB Vale

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas