Conecte-se conosco

Manchete

Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e crítico no Rio e GO

Publicados

em

Foto: Ilustração

Aumentou de 15 para 17 o número de estados em que a taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva para covid-19 é considerada de alerta baixo (menor que 60%) no boletim Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado hoje (25). Por outro lado, a disponibilidade de vagas é considerada crítica (maior que 80%) na capital Rio de Janeiro e no estado de Goiás.

Segundo levantamento, que se baseia em dados obtidos em 21 de setembro, o município do Rio de Janeiro atingiu uma taxa de ocupação de 86% nos leitos de UTI para covid-19, a maior do país na data analisada. Já em Goiás, o percentual chegou a 84,7%.

De acordo com a Fiocruz, a pesquisa utiliza dados do município do Rio de Janeiro porque o estado do Rio de Janeiro é a única unidade da federação a não disponibilizar a taxa de ocupação de leitos em seu painel público de dados.

A cidade do Rio e o estado de Goiás já apresentavam situação considerada crítica no boletim anterior, mas os percentuais se agravaram no estudo divulgado hoje. Em Goiás, o percentual era de 81,9% anteriormente e subiu 2,8 pontos percentuais. Já no Rio de Janeiro, havia ocupação de 82%, que aumentou 4 pontos percentuais.  

A pesquisadora Margareth Portela, integrante do observatório da Fiocruz e especializada em estudos sobre a utilização, qualidade e custos de serviços de saúde, recomenda que as localidades em situação crítica não devem adotar mais medidas de flexibilização. “Há um risco, porque mudanças podem se dar de uma forma muito rápida”, alerta ela, que avalia que a situação geral do país, com 17 estados na classificação verde, é a melhor já observada, mas a do Rio de Janeiro é de “muita preocupação”.

O boletim de hoje traz pela primeira vez todos os estados da Região Norte na classificação de risco baixo, com menos de 60% de ocupação dos leitos de UTI. No Nordeste, apenas Pernambuco (66%) e Ceará (62,1%) estão na classificação amarela (de 60% a 80%), e os demais estados, na verde.

Também receberam alerta intermediário Mato Grosso (60,5%), Distrito Federal (75,8%), Minas Gerais (63,9%), Espírito Santo (66,3%), Paraná (71,3%) e Rio Grande do Sul (71,7%). São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul foram classificados como alerta baixo.

Apesar de o risco ser considerado baixo em 17 estados, a pesquisadora pondera: “Não estamos em uma zona de conforto. Entramos em uma fase de convivência com a covid-19, em que algumas flexibilizações excessivas podem levar a aumentos substantivos”.

Independente do nível de risco para a taxa de ocupação de UTI, Margareth Portela recomenda que os cuidados com o distanciamento físico e o uso de máscara não sejam negligenciados. “Houve em muitos lugares um pico, a gente caiu um pouco, mas não dá para dizer que estamos em uma zona tranquila. A gente está em uma estabilidade alta, e com indícios, em alguns lugares, de novo aumento”, reforça ela. “A gente não pode flexibilizar demais. Não podemos ter as praias cheias, os bares cheios. Não estamos em condições de fazer isso, independentemente de estar verde, amarelo ou vermelho”.

Síndrome respiratória

O boletim traz ainda uma análise referente às semanas epidemiológicas 37 (de 6 a 12 de setembro) e 38 (de 13 a 19 de setembro) e mostra que a incidência de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por 100 mil habitantes é considerada muito alta em todas as unidades da federação. A maior incidência é no Mato Grosso, com 12,1 casos por 100 mil habitantes.

A pesquisa informa que as maiores taxas de incidência e mortalidade de covid-19 foram observadas nos estados de Roraima, Tocantins, Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal, “o que evidencia a intensa transmissão do vírus na região Centro-Oeste e alguns estados limítrofes no período mais recente”, diz o boletim.

Em relação à incidência, medida pela média de novos casos confirmados, houve redução significativa no Amapá e em Santa Catarina. Já quanto à mortalidade, o estudo identificou uma tendência significativa de diminuição no Amazonas e Roraima.

Fonte: Agência Brasil

Manchete

Bancos não terão expediente durante feriado de carnaval

Informação é da Febraban

Publicados

em

©Arquivo/Agência Brasil

Em razão da pandemia de covid-19, muitos estados e munícipios brasileiros revogaram seus pontos facultativos e cancelaram suas festas e desfiles de carnaval.

Apesar disso, a Federação Brasileira de Bancos (Febrabab) informa que, de acordo resolução do Banco Central, o calendário de feriados bancários está mantido e nos dias 15 e 16/02 – segunda e terça-feira de carnaval – não haverá atendimento ao público nas agências.

Na quarta-feira de cinzas (17) o início do expediente será às 12h, com encerramento em horário normal de fechamento das agências.

Agência Brasil

Continue lendo

Manchete

Mais seis suspeitos de integrar grupo criminoso ligado ao tráfico são detidos em Bayeux

Publicados

em

A Polícia Militar prendeu quatro homens e apreendeu dois adolescentes que seriam integrantes de um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas, na noite dessa terça-feira (5), na cidade de Bayeux. Eles foram detidos no bairro da Imaculada, em mais uma ação da PM no local.

Os suspeitos, de 24, 19, dois de 18, um de 17 e outro de 16 anos, estavam reunidos na rua Plácido de Oliveira Lima, possivelmente planejando mais um ataque contra um grupo rival quando foram surpreendidos pelas equipes da 4ª Companhia Independente da PM (4ª CIPM). Houve troca de tiros e eles foram detidos e encaminhados até a Central de Polícia. Outros suspeitos conseguiram fugir.

Ainda nessa terça-feira – Um suspeito de 23 anos foi preso com mais de meio quilo de maconha, sete embalagens de crack, balança de precisão e dinheiro, no bairro da Imaculada. E no bairro do Sesi, a PM localizou uma casa às margens da Maré, onde suspeitos estavam escondendo pedras de crack, dinheiro e um revólver. Uma adolescente de 17 anos foi detida no local.

Desde a noite de domingo (3), quando as ações contra suspeitos e grupos criminosos que atuam no tráfico de drogas foram intensificadas, a PM já prendeu e apreendeu oito pessoas, apreendeu armas e também drogas.

Novas ações e operações devem acontecer na cidade, para prender mais suspeitos de integrar os grupos criminosos que estariam promovendo tiroteios em disputas pelo tráfico.

Assessoria/PMPB

Continue lendo

Guarabira

Colégio da Luz faz retrospectiva do ano letivo de 2020

Publicados

em

Foto: Divulgação

O Colégio da Luz fez um vídeo registrando os melhores momentos do ano letivo de 2020. Confira no vídeo abaixo e no texto também como se passou o ano de 2020 no Colégio da Luz.

“Tentamos, em meia hora, registrar o Ano Letivo de 2020, que iniciamos com um alegre encontro com toda a Equipe Luz. Nos abraçamos, dançamos, brindamos, rimos e saímos com energia renovada para mais uma jornada letiva. Nos preparamos também em termos de aprendizagem. Mas, ninguém no Mundo estava mesmo preparado para o que surgiu de repente nas nossas vidas profissionais e pessoais, jogando todos os planos pelo ar, como um redemoinho feroz. Veio a Pandemia do COVID19 e tivemos que aprender muita coisa, do zero, e em tempo recorde. Tivemos que nos isolar, tivemos medo, perdemos pessoas amadas e, mesmo assim, continuamos em frente. Verdadeiros(as) heróis e heroínas se revelaram neste Ano. Dentro de casa, no trabalho de enfrentamento à Pandemia, no funcionamento …”

Visite o Colégio da Luz, conheça a maior e melhor infraestrutura educacional e ambiental de Guarabira. A sua visita será um prazer.

O Colégio da Luz fica localizado na Rua Doutor Sales, 166, Centro, Guarabira, PB, Fone: (83) 3271-1225, site: www.colegiodaluz.com.br.

Redes sociais: Facebook.com/colegiodaluz Instagram.com/colegiodaluz

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas