Conecte-se conosco

Policial

Polícia Militar da Paraíba completa 189 anos de história

Publicados

em

Foto: Divulgação/PM-PB

Tradições, honra e legados. A Polícia Militar da Paraíba completa, nesta quarta-feira (03), 189 anos de história, e que muitas vezes se confunde com a própria história da Paraíba. Para comemorar a data, a corporação homenageará 189 policiais militares pelas ações meritórias, e fortalecimento das ações de segurança pública e da saúde.  

A origem da Polícia Militar da Paraíba remonta aos anos de 1832 quando, o então Presidente da Província da Parahyba, o padre Galdino da Costa Vilar, criou o Corpo de Guardas Municipais Permanentes, no dia 03 de fevereiro. De 1832 para cá, a Polícia Militar passou por diversas denominações, entre elas: Corpo de Guardas Municipais Permanentes, Força Policial, Corpo Policial, Corpo de Segurança, Batalhão de Segurança, Batalhão Policial, Força Policial, Regimento Policial Militar, Força Pública, Polícia Militar (1935), Força Policial, e novamente Polícia Militar (1947).

A PM participou de vários momentos históricos da Paraíba e do Brasil. Um deles foi a Guerra do Paraguai, com a participação de 220 integrantes da Força Pública, entre praças e oficiais. Outro momento de destaque na história foi na Revolta de Princesa, na região da cidade de Princesa Isabel, no sertão, e durante a Revolução de 1930.

Na Paraíba, a PM atua não somente na segurança pública, como também na Educação e na Saúde. Na capital, a Polícia tem o Colégio da Polícia Militar: Estudante Rebeca Cristina Alves Simões (CPM), que foi fundado em 1994 e está localizado no bairro de Mangabeira. O Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho também é um diferencial, atendendo pacientes civis e militares de todo o estado. Somente em 2020, foram 3085 partos realizados pela instituição, 519 a mais do que em 2019.

Nesta quarta-feira, 189 policiais militares serão condecorados com láureas e medalhas em todo o estado. Além disso, 49 policiais serão promovidos. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, destacou que essas promoções têm um simbolismo a mais, pois acontecem em meio às comemorações da Corporação, que chega aos 189 anos de história protegendo e servindo ainda mais à população.

“Sem dúvidas, vivemos um dos anos mais desafiadores de toda a história da Polícia Militar da Paraíba, pois além de nossa atribuição, tivemos um chamamento público para proteger às pessoas do inimigo invisível que é o novo coronavírus. Atuamos também de forma solidária com as campanhas para arrecadar alimentos e produtos de higiene pessoal e agora vivemos um momento de esperança, trabalhando na segurança das vacinas que chegaram para a população. Essas promoções que o governador João Azevêdo nos autoriza é, além de tudo, mais um gesto de homenagem a todos os profissionais que dedicam suas vidas em favor do próximo”, destacou.

Fonte: pm.pb.gov.br

Rate this post

Policial

Operação policial prende 15 investigados por roubo e apreende armas na região de Guarabira

Publicados

em

Uma ação conjunta das polícias Civil, Militar e o Corpo de Bombeiros resultou na prisão de 15 pessoas investigadas por vários roubos a residências e propriedades rurais nos municípios de Guarabira, Araçagi e Itapororoca. A ‘Operação Hefesto II’ apreendeu ainda uma espingarda calibre 12, duas pistolas e três revólveres, além de várias munições.

A investigação é da Polícia Civil, por intermédio do Núcleo Operacional de Repressão Qualificada da 4ª Superintendência de Polícia Civil (4ª SRPC), sediada em Guarabira, e apura a atuação de uma associação criminosa que atua naquela região. De acordo com os relatos, os assaltantes agem com muita violência contra os moradores, durante essas invasões.

A Operação empregou mais de 150 agentes de segurança, entre policiais civis, militares e bombeiros. Dos 16 alvos procurados, apenas um não foi localizado ainda. Veículos e roupas camufladas utilizados nos crimes também foram apreendidos pelos policiais.

“É uma organização que vinha causando muitos prejuízos financeiros às vítimas, além do impacto psicológico gerado pela forma violenta com que agiam. Mas as forças de segurança da Paraíba seguem firmes e unidas, no combate às organizações criminosas”, disse o superintende da Polícia Civil na região, delegado Luciano Soares.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homens que tentaram atropelar policiais no momento de abordagem em JP

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba, através do trabalho operacional da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio da capital – DCCPAT, realizou na tarde dessa segunda-feira (06) a prisão em flagrante de três homens de alta periculosidade, no bairro da Torre, em João Pessoa.

Segundo o delegado João Paulo Amazonas, um dos presos responde a processo por roubo majorado, quando a violência é exercida com emprego de arma, e os outros dois por tráfico de drogas. Com o trio também foram apreendidos celulares e certa quantidade drogas, entre elas skank, crack e cocaína.

O fato foi que na tarde dessa segunda-feria, esses homens tentaram contra a vida de policiais civis, no momento da abordagem ao veículo em que estavam. “O motorista do veículo acelerou em direção aos policiais da DCCPAT no momento da voz de parada, atingindo um servidor público fardado/identificado de raspão”, explicou o delegado.

Foi necessário o uso proporcional da força, para deter a ameaça. Os presos foram autuados por tráfico, associação ao tráfico, desobediência e resistência. “Dois deles já foram encaminhamos ao sistema penitenciário, e o motorista do veículo está sendo custodiado em um hospital da capital. A DCCPAT continua firme no combate à criminalidade “, concluiu João Paulo Amaonas.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandado e prende homem que praticou violência doméstica em Cabedelo

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia da Mulher de Cabedelo, prendeu nesta segunda-feira, 06, um homem de 50 anos de idade, por ter cometido crime de violência doméstica contra sua ex-companheira.

A delegada Ivanisa Olímpio explicou que a equipe de investigadores da Deam de Cabedelo apurou que o caso que culminou em lesão corporal e ocorreu no ano de 2018 sendo o mandado de prisão expedido em outubro de 2021.

“Estamos fazendo cumprir todos os mandados de prisão, realizando intensas diligências investigativas e retirando da sociedade aquele que comete os crimes, seja de ameaça, agressão física ou qualquer outro tipo de violência doméstica”, destacou.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia ligando para o número 197 (Disque-Denúncia). A ligação é gratuita e anônima, garantindo o sigilo absoluto.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas