Conecte-se conosco

Cidades

Novo Normal: Paraíba tem a maior participação percentual da bandeira vermelha em 21 avaliações

.

Publicados

em

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou, nesse sábado (20), a 20ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba (PNNPB), que passa a vigorar nos 223 municípios paraibanos a partir desta segunda-feira (22). A análise aponta que 7% (15) dos municípios paraibanos estão em bandeira vermelha, a maior participação percentual desta classificação em todas as avaliações. 92% (205) municípios figuram em bandeira laranja; apenas 3 municípios da Paraíba encontram-se na bandeira amarela e nenhum em bandeira verde. 

A avaliação apresenta 1% dos municípios da Paraíba em bandeira amarela, o que configura uma redução expressiva em relação à 19ª avaliação, que detinha a menor participação desta bandeira desde o início dos ciclos avaliativos do PNNPB, em junho de 2020. Ao todo, três municípios tiveram transição da bandeira amarela para a bandeira laranja e outros dois transitaram da bandeira laranja para a bandeira amarela. A bandeira verde teve sua participação mantida em 0% dos municípios paraibanos, marca observada apenas no 2º estudo do plano.

A avaliação é realizada a cada 15 dias e tem como base de indicadores a quantidade de casos de Covid-19, a mortalidade, o índice de adesão ao isolamento social e a ocupação de leitos hospitalares. A divisão por cores norteia as atividades quem podem ser realizadas em determinado município, sendo verde a indicação de mobilidade livre e o vermelho de mobilidade impedida.  As avaliações e orientações estão disponíveis em https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb

De acordo com o secretário executivo de saúde do Estado, Daniel Beltrammi, a literatura científica internacional aponta que os reflexos da adoção de comportamentos de alto risco, como o abandono do uso de máscaras e a ocorrência de atividades com grandes aglomerações, majoritariamente entre a população das faixas etárias de 19 a 59 anos afetam os indicadores utilizados pelo Plano Novo Normal no prazo de uma semana. “Os esforços para que se contenham as evoluções da situação pandêmica para pior devem ser mantidos e dependem da decisão de cada uma das pessoas em seguir protegendo suas vidas por meio dos métodos e comportamentos reconhecidamente efetivos para conter a disseminação do novo coronavírus”, enfatiza Beltrammi. 

Na tentativa de frear a cadeia de transmissão do vírus, o Governo do Estado adotou medidas por meio do Decreto 41.086 de 09/03/2021, que passou a vigorar entre os dias 11/03/2021 e 26/03/2021. As iniciativas são dedicadas a atenuar os riscos oriundos da rápida deterioração do cenário epidemiológico da pandemia na Paraíba mostram-se de extrema importância sanitária e social, posto que o crescimento rápido e expressivo do número de casos.

Já são mais de 140 leitos ativados nos últimos dias, que receberão ainda maior reforço com a ativação de mais 147, nos próximos 15 dias, totalizando 287 leitos ativos para a Covid-19. Entre estes 287 novos leitos ativos estão 78 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 161 de enfermaria e 48 unidades de decisão clínica. “Apesar dos esforços, é preciso lembrar à população de que nenhum leito hospitalar novo substitui em importância as medidas de proteção à vida. Os profissionais de saúde estão exaustos, uma vez que atuam na linha de frente há mais de 12 meses”, reforça o secretário executivo.

Dentro do esforço do Estado para combater a disseminação do vírus, está a vacinação contra a covid-19. A Paraíba entra em uma nova fase ampliando o público prioritário para idosos entre 65 e 69 anos e ainda dispõe de 72% das doses necessárias para vacinar os profissionais de saúde paraibanos, porém o secretário destaca que a vacinação não é um passe livre para circulação e descuido da prevenção. “Uma vez vacinada, a população deve continuar seguindo rigorosamente as recomendações quanto à proteção individual e coletiva, que evitarão a disseminação do novo coronavírus para as pessoas que ainda não foram vacinadas, uma vez que o vírus ainda pode ser transportado por pessoas que receberam o imunizante”, finaliza o Beltrammi.

A análise crítica desta 21ª avaliação do Plano Novo Normal mantém e ratifica a recomendação de máxima atenção dos gestores e autoridades sanitárias municipais no sentido de garantir o monitoramento efetivo dos indivíduos com sintomas gripais relacionados à covid-19. Lembrando que em situação de convívio domiciliar, portadores assintomáticos ou sintomáticos leves infectados pelo Novo Coronavírus podem contaminar até 5 outras pessoas, o que justifica este monitoramento próximo e ostensivo pelas equipes da Equipes de Saúde da Família.

Além da ampliação dos leitos e da vacinação, está em atividade ainda a “Operação Previna-se”, um esforço conjunto das forças de segurança pública, Procons e vigilâncias sanitárias, para que se possam ampliar as medidas de fiscalização e acompanhamento das medidas propostas pelo Decreto, já sendo realizadas mais de 150 de ações em todo estado, com especial destaque para os municípios paraibanos em bandeiras laranjas e vermelhas.

Paraiba.pb.gov

Rate this post

Cidades

Equipe técnica da SES comprova erros em aplicação de vacina no município de Lucena

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

Publicados

em

Na manhã desta segunda-feira (17), as equipes técnicas de vigilância e imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estiveram no município de Lucena, onde comprovaram a suspeita de erros vacinais na localidade. Na ocasião, foram identificadas 49 crianças menores de 12 anos que receberam uma dose da vacina contra covid-19 destinada a adolescentes e adultos.

Dentro deste grupo, 13 crianças receberam doses que estavam dentro do prazo de validade e 36 que não estavam, pois foram armazenadas em temperatura positiva há mais de 30 dias. Não foram identificados, até o momento, eventos adversos graves. As crianças seguirão, conforme preconiza o Programa Nacional de Imunizações (PNI), em monitoramento por 30 dias contados a partir da data de aplicação.

O levantamento das doses constatou também que cerca de 200 indivíduos (entre adolescentes e adultos) receberam imunizantes fora do prazo de validade. Serão contabilizadas e catalogadas todas as doses de Pfizer/Comirnaty enviadas ao município, para que sejam identificadas todas as pessoas que receberam doses vencidas, e recebam as orientações adequadas.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que “o trabalho de campo da equipe técnica do Governo do Estado continuará durante toda a semana em Lucena e, na quinta-feira (20), será realizada uma capacitação com todas as equipes de imunização do município”.

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

F5Online

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Prefeito veta Projeto de Lei que proíbe exigência do passaporte sanitário em João Pessoa

.

Publicados

em

Foto: Arquivo/Secom-JP

O prefeito Cícero Lucena vetou o Projeto de Lei Ordinária de número 739/2021, que proibia a exigência do passaporte sanitário na cidade de João Pessoa. O veto foi publicado em edição especial do Semanário Municipal na noite desta segunda-feira (17). A decisão leva em consideração o contexto atual da pandemia em todo o mundo, o que exige medidas de controle do contágio.

O texto do veto reconhece a liberdade de locomoção como um direito fundamental, mas destaca que se trata de um direito que pode vir a ser restringido para garantir outros valores constitucionais, no caso o direito à vida.

A discussão “reside na possibilidade de restrição do direito à liberdade de locomoção frente ao direito à saúde de todos, o que, no contexto de pandemia, passa pela vacinação coletiva. Portanto, a vacinação deixa de ser um direito individual à saúde passando a garantir a saúde e a vida da coletividade, porquanto os não vacinados aumentam o risco de proliferação da doença”, destaca o texto.

Durante o último ano, a gestão tem feito um grande esforço no sentido de amenizar o contágio e garantir a vacinação de toda a população, bem como o tratamento dos infectados. A Prefeitura realizou diversos mutirões para que o imunizante chegasse ao braço da população assim que fosse repassado pelo Governo Federal. Além disso, ampliou o número de leitos de UTI e tem garantido a testagem rápida diária em diversos postos pela cidade. Tudo isso vem ao lado da fiscalização dos protocolos sanitários, tendo em vista a necessidade do distanciamento e do uso de máscaras.

O documento segue ainda ressaltando que, em meio a uma pandemia, a vacina ganha “tônica de dever fundamental”, acrescentando que nas ciências jurídicas atuais não se considera direitos fundamentais em uma discussão isolada dos deveres fundamentais.

O veto se baseia na Lei Estadual 12.083/2021, que considera passar pelo crivo da proporcionalidade e que está em harmonia com decisões do Supremo Tribunal Federal.

Secom-JP

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Filho de ex-prefeito da cidade de Duas Estradas e empresário morrem em capotamento

Uma das vitimas, Edson Filho é filho do ex-prefeito de Duas Estradas, Edson Gomes de Luna, mais conhecido por “Edinho”.

Publicados

em

Dois jovens que estavam em um veículo que capotou na madrugada deste domingo (16) não resistiram aos ferimentos e morreram. Eles eram da cidade de Duas Estradas, interior da Paraíba, estavam seguindo na rodovia estadual PB-085, que liga os municípios de Pirpirituba e Sertãozinho, quando houve o capotamento.

As vítimas foram identificadas como Edson Filho, que é filho do ex-prefeito de Duas Estradas, Edson Gomes de Luna, mais conhecido como Edinho (Cidadania), e o outro como o empresário Cláudio Nunes, dono de uma loja de móveis.

As autoridades informaram que os rapazes voltavam da cidade de Guarabira quando, no trecho, o condutor perdeu o controle do veículo, que capotou várias vezes. Socorristas chegaram a ser acionados, mas apenas constataram o óbito das vítimas.

Veículo após o acidente que vitimou dois rapazes na região do Brejo paraibano (Foto: Reprodução)

PBAgora

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas