Conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil da Paraíba orienta mulheres sobre o golpe do “sextorsão”

Publicados

em

Tudo começa com um clique em uma foto. Daí surgem as primeiras conversas, os elogios, as palavras de afeto. Aos poucos, a mulher vai se “apaixonando” pela pessoa que se apresenta na tela do computador. Mesmo não tendo nenhuma prova que “aquele ser amado e imaginado por ela” realmente existe, a vítima vai se envolvendo nesse relacionamento. 

Conta detalhes de sua vida pessoal, envia fotos e até vídeos com imagens íntimas. Não demora para o tom romântico que permeia as mensagens sumir e dá lugar a uma série de ameaças e chantagens. 

Essa é descrição da chamada “sextorsão”, uma prática que tem o objetivo de extorquir dinheiro de mulheres que buscam relacionamentos em redes sociais. O criminoso se aproveita da carência afetiva da vítima para enganar, ganhar confiança e praticar extorsão contra ela. 

A delegada  da Polícia Civil da Paraíba, Josenise Andrade, realizou um estudo nesse assunto e explica que as principais vítimas são mulheres (63%) com idade em torno dos 50 anos. “Sextorsão” é um golpe em que o autor pode  praticar até três crimes diferentes a depender do pedido que ele fez à vítima: constrangimento ilegal (Se pedir para não fazer ou fazer algo contra vontade dela), estupro (Se pedir favores sexuais) e extorsão (Se pedir dinheiro). 

A Polícia Civil da Paraíba já traçou o perfil dos criminosos dessa modalidade de golpe. “Eles utilizam um perfil falso, quase sempre se utilizam da rede social Facebook no contato inicial, onde começam uma amizade. E, na sequência, começam a trocar fotos íntimas pelo aplicativo do WhatsApp. De posse dessas fotos, ele começa a exigir dinheiro ameaçando divulgar as fotos, colocar em sites pornográficos ou as enviar para parentes das vítimas”, afirma a delegada

Ao perceber que caiu nesse golpe, a vítima deve procurar imediatamente a Polícia e formalizar a denúncia. Na Paraíba, esse tipo de crime pode ser investigado tanto pela Delegacia de Atendimento à Mulher como pelas delegacias distritais. 

Tudo vai depender da natureza da ocorrência.  Se o relacionamento for totalmente virtual, o caso é apurado pela Delegacia Distrital do local onde a vítima mora.  Mas, se houver algum contato íntimo presencial, a queixa segue para a análise da Delegacia da Mulher.

“Quando é ex-companheiro, geralmente o criminoso exige favores sexuais da vítima. Nesse caso, a investigação segue para a Delegacia da Mulher. A vítima deve ter cuidados com seus dados e, se for enviar imagens íntimas, evitar que essas imagens a identifique”, acrescentou a policial.

Assessoria/PCPB

Rate this post

Policial

Polícia Civil identifica e prende mulher que enviou drogas por ônibus para traficante

Publicados

em

Foto: Arquivo/Polícia Civil

A Polícia Civil da Paraíba prendeu uma mulher investigada por enviar um pacote contendo cinco quilos de maconha e meio quilo de cocaína, em um ônibus que saiu do município de Patos para o município de Sumé, no interior do estado na última sexta-feira, 27 de janeiro.

A droga foi encaminhada no dia 20 de janeiro e interceptada quando o ônibus chegou à cidade destino. Investigadores lotados nos dois municípios prenderam o destinatário da encomenda, que foi autuado em flagrante por tráfico.

De acordo com o delegado seccional Paulo Ênio, de Patos, as investigações prosseguiram e chagaram ao nome da mulher suspeita de ter enviado a ‘mercadoria’. Ele disse que o grupo criminoso está tentando expandir a movimentação do tráfico na região.

“Com a prisão do primeiro suspeito, nós prosseguimos com as investigações e identificamos essa mulher. Pedimos a prisão dela, o que foi acatado pela justiça”, disse o delegado.

Durante as diligências para prender a suspeita, os policiais encontraram cocaína e apetrechos que caracterizam o tráfico de drogas na casa da investigada. O companheiro da mulher e outro homem que estava na residência também foram detidos e encaminhados à delegacia, por dificultarem o trabalho da polícia.

As três prisões foram comunicadas à justiça, que deverá agendar as audiências sobre o caso.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Combate ao tráfico: Polícia Militar apreende armas, drogas, dinheiro e várias munições em Cabedelo

Publicados

em

A Polícia Militar ocupou várias ruas do bairro Recanto do Poço, na noite dessa terça-feira (31), em Cabedelo, durante ação de combate ao tráfico de drogas. Em um dos pontos, após denúncia, foram apreendidas duas armas de fogo (pistola e espingarda), munições de vários calibres, aproximadamente 6kg de maconha, um rádio transmissor e 2.450 reais. Os envolvidos seguem sendo procurados.

A ação foi realizada pelos policiais da 6ª Companhia Independente da PM (6ª CIPM) e contou com a participação da própria comandante da unidade, a major Viviane Vieira. O reforço na área, teve a presença também do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca.

O material foi levado para a Central de Polícia, em João Pessoa.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Primos são presos com crack, maconha e cocaína

Publicados

em

A Polícia Militar prendeu um jovem de 18 anos e a prima dele, de 19, com trinta e nove porções de crack, duas de maconha e uma de cocaína, nessa terça-feira (31), na comunidade Brejinho, na cidade de Itabaiana.

A apreensão foi realizada pelos policiais do 8º Batalhão, durante cerco a uma casa que estaria funcionando como ponto de venda de drogas. Os dois foram apresentados na delegacia de polícia civil.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas