Conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil participa de operação nacional e incinera 1,5 tonelada de drogas na PB

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba incinerou na manhã desta terça-feira (22), 1,5 tonelada de drogas, entre maconha, crack, cocaína e drogas sintéticas, apreendidas em ações comandadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de João Pessoa e Campina Grande. A ação faz parte da “Operação Narco Brasil” que está acontecendo em todas as capitais brasileiras e é coordenada pelo Ministério da Justiça.

Segundo o delegado Bruno Victor, titular da DRE de João Pessoa, foi incinerada uma tonelada de drogas na Capital e meia tonelada em Campina Grande, totalizando 1,5 tonelada de drogas incineradas no estado. Por questões de segurança, os locais das incinerações não foram divulgados pela Polícia.

“Isso representa o resultado de um trabalho sério de investigação realizado pelas equipes da DRE e outros órgãos que trabalham de forma integrada com a Polícia Civil. Estamos colhendo os frutos de parcerias com a Polícia Militar, que nos dá um apoio nas operações e nas prisões em flagrante, bem como o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) no combate ao tráfico de drogas na Paraíba”, disse o delegado Bruno Victor.

Outra parceria é realizada com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, pois grande parte dessa droga chega à Paraíba através de encomendas pelos Correios.

Desde o segundo semestre do ano passado tem sido cada vez mais frequente as equipes da DRE flagrarem pessoas recebendo encomendas com drogas pelos Correios em João Pessoa. O fato também se repetiu em uma das ocasiões na cidade de Campina Grande.

Um dos fatos que chamou a atenção da Polícia Civil aconteceu em dezembro de 2020, quando a DRE-JP, deflagrou a operação “Conexão Acre”, com apoio da Polícia Civil do Estado do Acre e da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT). Na ocasião foram apreendidos 24 quilos de entorpecentes, entre maconha e cocaína, que estavam sendo recebidos pelos Correios e seriam distribuídos em João Pessoa.

As investigações apontaram que os suspeitos presos iriam ganhar R$ 1 mil para fornecer os próprios endereços, receber as drogas e, depois, entregar aos demais integrantes do grupo criminoso para a distribuição.

Em outra operação a Polícia conseguiu prender cinco pessoas e apreender cerca de 30 quilos de drogas, entre cocaína pura e crack, que abasteceriam João Pessoa e Campina Grande através de remessa pelos Correios.  A droga apreendia era enviada do Acre pelos Correios para Estados do Nordeste como Paraíba e Pernambuco.

Assessoria/PCPB

Rate this post

Policial

PC apreende fuzil e prende investigados pelo roubo ao Banco do Brasil em CG

.

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nesta terça-feira, 17 de maio, quatro pessoas investigadas pelo roubo a uma agência do Banco do Brasil em Campina Grande, crime cometido no dia 11 deste mês. As prisões foram realizadas pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil. 

Um dos presos era alvo da Força Tarefa do Sistema Único de Segurança Pública que investiga o crime organizado no Rio Grande do Norte. Contra ele, havia três mandados de prisão expedidos pela justiça, que foram cumpridos nesta operação policial.

Três membros da organização criminosa foram presos em uma casa de luxo na praia de Fagundes, no município de Lucena. O quarto investigado foi capturado no bairro de Valentina, em João Pessoa. Com ele, os policiais apreenderam um fuzil calibre 556, uma pistola .40 e várias munições.

“Ele comandava a criminalidade na favela Mãe Luiza, em Natal/RN, a mando de uma facção criminosa daquele estado. Ele era o alvo da Força Tarefa, devido a sua influência no meio criminoso”, disse o delegado Diego Beltrão, da DRACO.

O grupo era investigado desde o roubo ao Banco do Brasil, nas proximidades do Parque da Criança. Em menos de uma semana, a Polícia Civil reuniu informações e indícios sobre a autoria do crime, conseguindo os mandados judiciais para a deflagração da operação policial de hoje.

As prisões já foram informadas à justiça. As armas e munições serão periciadas e encaminhadas ao Poder Judiciário.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende dupla suspeita de assaltos na cidade de Santa Rita

Publicados

em

A Polícia Militar prendeu dois suspeitos de praticar assaltos, na noite dessa terça-feira (17), na cidade de Santa Rita, e com eles apreendeu um simulacro de arma de fogo, celular e dinheiro. Os suspeitos, que tem 20 e 22 anos, estavam em uma moto.

A prisão foi realizada após eles tentarem roubar um casal, perto da Praça Getúlio Vargas, no centro da cidade. Nas buscas, os policiais do 7º Batalhão conseguiram interceptar a moto dos acusados e prendê-los em flagrante

Eles foram apresentados na 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo

Policial

Operação resgata aves silvestres e apreende armas usadas em caça ilegal no litoral norte da Paraíba

Publicados

em

A Polícia Militar resgatou 17 aves silvestres que estavam sendo mantidas em um cativeiro, durante operação realizada na tarde desta quarta-feira (18), na cidade de Mataraca, no litoral norte da Paraíba. Dois homens foram presos em flagrante. Eles foram multados no valor de 8.500 reais.

No local, foram apreendidas também duas espingardas que estariam sendo usadas para a prática de caça ilegal. A Operação foi realizada pelo Grupo Tático Ambiental (GTAM) do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), a partir da orientação do setor de planejamento do BPAmb.

O caso foi levado para a Delegacia de Polícia, em Mamanguape.

Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas