Conecte-se conosco

Brejo/Agreste

Bananeiras é a primeira cidade da PB a receber tributos através do Pix

Publicados

em

A cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano, é o primeiro município paraibano a permitir pagamento de tributos municipais via Pix. Com a nova funcionalidade, em vez do contribuinte emitir uma guia com código de barras padrão, agora tem a opção de pagamento pela ferramenta bancária.

Bananeiras, de maneira pioneira no estado da Paraíba, tem se destacado quanto a adesão de tecnologias voltadas para a arrecadação tributária e neste momento em específico a implantação de cobrança de tributos pelo Pix.

Com as emissões dos documentos de arrecadações iniciadas nesta quarta-feira (07), a Gestão Municipal lançou oficialmente a modalidade de cobrança, ampliando ainda mais a celeridade para todos os processos e solicitações tributárias, estas modernizadas desde janeiro de 2021.

Segundo a Secretária da SRTTD, Desiane Gomes, este é mais um trabalho e esforço da Secretaria em gerir facilidade para a vida do contribuinte.  “A implantação do recebimento de pagamentos de tributos via pix coloca Bananeiras em destaque, mostrando seriedade na arrecadação, ampliação e desburocratização, algo que buscamos executar diariamente para que com mais recursos próprios o nosso gestor entregue o melhor para o bananeirense”, destacou.

O prefeito Matheus Bezerra, como costumeiramente diz, Bananeiras vive um novo modelo de Gestão, com equipe que está sempre dedicada para oferecer modernidade e bons serviços públicos.

“O empenho da SRTTD em conjunto com a Tinus Informática possibilitou essa nova forma de pagamento. Assim, parabenizo a todos os envolvidos, pela dedicação e por entregar a população tamanha praticidade”, disse Matheus Bezerra.

PortaldoBrejo

Brejo/Agreste

Bananeiras e Solânea entram em colapso no abastecimento de água e contas serão suspensas

Publicados

em

Foto: Reprodução

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica aos clientes de Solânea e Bananeiras que essa será a última semana de abastecimento de água nas cidades, em virtude do esvaziamento da barragem de Canafístula.

O manancial está com apenas 2,16% de sua capacidade, de acordo com o registro feito pela Aesa, no dia 03/09/2021. Diante desse cenário, a empresa informa, mais uma vez, o colapso do abastecimento dessas cidades a partir do mês de setembro de 2021.

Comunica ainda que o faturamento será suspenso a partir deste mês de setembro.

Por fim, a companhia está buscando alternativas de apoiar às prefeituras no enfrentamento à crise, como perfuração de poços, doação de reservatórios e distribuição de água por meio de carros pipas.

Blog do Felipe Silva

Continue lendo

Brejo/Agreste

Ex-gestora do FMS de Alagoa Grande, citada em denúncia do MPPB emite Nota Pública

Confira a NOTA PÚBLICA na íntegra

Publicados

em

Nesta segunda-feira (06), foi publicado nas redes sociais uma NOTA PÚBLICA assinada em nome da ex-gestora do Fundo Municipal de Saúde de Alagoa Grande, Emanuelle da Costa Chaves Trindade, citada em denúncia do Ministério Público de Alagoa Grande na operação Papel Timbrado.

De acordo com o MPPB, a Operação Papel Timbrado foi deflagrada em 2014 com o objetivo de desmantelar organização criminosa composta, notadamente, por empresários (com apoio de auxiliares técnicos [engenheiros e contadores], colaboradores e “laranjas”) e operadores que haviam criado (e vinham se utilizando) empresas “fantasmas” e “de fachada” para fraudar licitações públicas e desviar os recursos delas provenientes.

Confira abaixo a NOTA na íntegra.

Da redação Brejo.com

Continue lendo

Brejo/Agreste

Guarabira poderá ganhar empresa que oferecerá 350 vagas de empregos

Publicados

em

O secretário Chefe do Governo do Estado da Paraíba, Roberto Paulino recebeu, em audiência no Palácio da Redenção na quinta-feira (2), o diretor da Empresa Atacadão Almirante, Edeilson Silva. O empresário, segundo Paulino, pretende instalar um centro de distribuição na cidade de Guarabira e oferecer 350 empregos diretos.

O diretor da empresa, segundo o secretário, solicitou ocupar o prédio onde estava instalada a Fábrica da Alpargatas, próximo ao Parque do Poeta, na saída de Guarabira para Pirpirituba. O empresário procurou Roberto Paulino para ele fizesse a intermediação da pauta com o governador João Azevêdo.

Depois do encontro, Paulino disse que vai levar o assunto ao governador, discutir a questão com os diretores da Cinep (Companhia de Desenvolvimento da Paraíba) e tentar viabilizar a concessão do prédio onde funcionava a Alpargatas em Guarabira.

O secretário Chefe do Governo revelou ainda já ter discutido o assunto com o deputado estadual Raniery Paulino, que se mostrou muito interessado em levar a pauta ao governador João Azevêdo, sobretudo por se tratar de empreendimento gerador de empregos para a Rainha do Brejo paraibano.

Nas décadas de 80/90, Roberto Paulino, através do governador José Maranhão, foi quem viabilizou a instalação da Alpargatas em Guarabira. Como a fábrica deixou de funcionar na cidade, houve um grande prejuízo em termos de emprego e renda.

Em resposta ao contato feito pela editoria de Fato a Fato, o secretário Chefe do Governo do Estado da Paraíba afirmou que “o momento é de dá as mãos, somar esforços e lutar pela vinda dessa empresa (Atacadão Almirante) para Guarabira. Roberto Paulino disse acreditar na sensibilidade do governador a respeito do assunto.

Do FatoaFato

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas