Conecte-se conosco

Saúde

Covid-19: Paraíba registra 7 mortes e 58 casos nesta terça-feira

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 37%.

Publicados

em

A Paraíba registrou, nesta terça (13), 58 casos de Covid-19. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) ao ClickPB desde a última atualização, todos confirmados de hoje são casos de pacientes graves, pois devido à instabilidade do sistema e-SUS Notifica, o boletim de hoje foi gerado sem os dados dos casos leves. 

Agora, a Paraíba totaliza 408.440 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 1.076.575 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 7 novos óbitos desde a última atualização, todos ocorridos nas últimas 24h em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 8.815 mortes. O boletim registra ainda um total de 278.184 pacientes recuperados da doença.

Concentração de casos
Cinco municípios concentram 25 novos casos, o que corresponde a 43,1% dos casos registrados nesta terça. São eles: João Pessoa, com 14 novos casos, totalizando 100.993; Patos, com 04 novos casos, totalizando 13.271; Conceição, com 03 novos casos, totalizando 872; Cabedelo, com 02 novos casos, totalizando 9.232 e Campina Grande, com 02 novos casos, totalizando 38.826.

*Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 13/07/2021, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Óbitos
Até esta terça, 222 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 7 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de Areia (1); Aroeiras (1); Bayeux (1); Brejo do Cruz (1); Itabaiana (1); Parari (1); Sousa (1).

As vítimas são 01 homem e 06 mulheres, com idades entre 27 a 81 anos. Hipertensão e cardiopatia foram as comorbidades mais frequentes e todos tinham comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19
A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 37%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 37%. Em Campina Grande estão ocupados 37% dos leitos de UTI adulto e no sertão 47% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 35 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 448 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Cobertura Vacinal
Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 2.063.529 doses. Até o momento, 1.467.240 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 596.289 completaram os esquemas vacinais, onde 547.213 tomaram as duas doses e 49.076 utilizaram imunizante de dose única. A Paraíba já distribuiu um total de 2.308.815 doses de vacina aos municípios. 

Do ClickPB

Rate this post

Saúde

Brasil tem 23,2 milhões de casos e 621,5 mil mortes de Covid

Em 24 horas país registrou 351 mortes.

Publicados

em

Pixabay

A quantidade de pessoas que pegaram covid-19 ao longo da pandemia chegou a 23.211.894. Nas últimas 24 horas, foram registrados 137.103 casos da doença. Ontem, o sistema de informações da pandemia do Ministério da Saúde contabilizava 23.074.791 casos acumulados. Há uma semana, o número de novos diagnósticos positivos registrados foi de 70.765.

Ainda há 817.292 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado. Ontem, o número estava em 749.575. Há uma semana, eram 342.075.

O total de infectados com a variante Ômicron chegou a 846. Do total registrado hoje, foram identificados 156 no Rio de Janeiro, 145 em Pernambuco e 121 em São Paulo. Foram registrados dois óbito até agora. Ainda há 1.080 potenciais casos em investigação, a maioria no Rio de Janeiro (561), Rio Grande do Sul (243) e Minas Gerais (182).

Boletim Epidemiológico
Boletim Ômicron – 18/01/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Já as vidas perdidas para a pandemia do novo coronavírus alcançaram 621.517. Entre ontem e hoje, foram registradas 351 mortes. Ontem, o painel de informações da pandemia marcava 621.166 óbitos. Há uma semana, os novos falecimentos somaram 147.

Boletim Ômicron
Boletim Epidemiológico – 18/01/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Ainda há 3.209 mortes em investigação, dados que não vêm sendo atualizados nos últimos dias. As mortes em investigação ocorrem pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demandar exames e procedimentos posteriores.

Até esta terça-feira, 21.773.085 pessoas já se recuperaram da doença.

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta terça-feira (18). A atualização reúne informações sobre casos e mortes enviadas pelas secretarias estaduais de saúde.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras o nos dias seguintes aos feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (155.858), Rio de Janeiro (69.616), Minas Gerais (56.833), Paraná (40.951) e Rio Grande do Sul (36.552).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.854), Amapá (2.032), Roraima (2.082), Tocantins (3.976) e Sergipe (6.067).

Vacinação

Até esta terça-feira (18), foram aplicados 341 milhões de doses, sendo 162,4 milhões com a 1ª dose e 147,7 milhões com a 2ª dose ou dose única. Outros 25,7 milhões já receberam a dose de reforço.

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Raniery trata da inclusão de cirurgias bariátricas nos serviços públicos com Beltrammi

Deputado também recebeu servidores da Fundac e profissionais de enfermagem.

Publicados

em

O deputado estadual Raniery Paulino entregou, nesta segunda-feira (17), ao secretário executivo de Estado da Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, o requerimento solicitando a inclusão das cirurgias bariátricas nos serviços de saúde oferecidos pelo Governo. Ainda nesta segunda, o parlamentar recebeu concursados da Fundac e conversou com uma comissão de enfermagem para dialogar sobre o piso salarial da categoria.

Tratando sobre a propositura da cirurgia bariátrica, Raniery destacou que a inclusão de tais procedimentos cirúrgicos nos serviços públicos deverá minimizar os efeitos dessa doença crônica que tem atingido um número cada vez maior de paraibanos e paraibanas.

“Tenho apresentado ao Governo da Paraíba e a Secretaria de Saúde do Estado a solicitação para incluir as cirurgias bariátricas nos serviços de saúde oferecidos pelo Governo. Hoje tive a oportunidade de entregar nas mãos do Doutor Beltrammi, a propositura de nossa autoria para a implantação cirurgias bariátricas nos serviços de saúde oferecidos pelo Governo”, ponderou.

Profissionais de enfermagem – O parlamentar ainda recebeu os profissionais de enfermagem para tratar sobre o PL 2564/2020, que tramitou no Senado e agora encontra-se na Câmara dos Deputados no aguardo para que seja colocado em pauta. O referido projeto estabelece o piso nacional para enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem e parteiras nas redes pública e privada de todo o país.

“Hoje recebi as enfermeiras Íris, Iara e Fabíola representando a categoria da enfermagem na busca do apoio da Assembleia Legislativa da Paraíba e do nosso mandatório para fazermos a “boa pressão” para que o deputado Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, possa incluir na pauta de votação o PL 2.564 que estabelece o piso nacional da enfermagem, categoria que tem dado “sangue, suor e lágrimas em defesa da vida dos brasileiros”.

Acesso Político

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Equipe técnica da SES comprova erros em aplicação de vacina no município de Lucena

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

Publicados

em

Na manhã desta segunda-feira (17), as equipes técnicas de vigilância e imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estiveram no município de Lucena, onde comprovaram a suspeita de erros vacinais na localidade. Na ocasião, foram identificadas 49 crianças menores de 12 anos que receberam uma dose da vacina contra covid-19 destinada a adolescentes e adultos.

Dentro deste grupo, 13 crianças receberam doses que estavam dentro do prazo de validade e 36 que não estavam, pois foram armazenadas em temperatura positiva há mais de 30 dias. Não foram identificados, até o momento, eventos adversos graves. As crianças seguirão, conforme preconiza o Programa Nacional de Imunizações (PNI), em monitoramento por 30 dias contados a partir da data de aplicação.

O levantamento das doses constatou também que cerca de 200 indivíduos (entre adolescentes e adultos) receberam imunizantes fora do prazo de validade. Serão contabilizadas e catalogadas todas as doses de Pfizer/Comirnaty enviadas ao município, para que sejam identificadas todas as pessoas que receberam doses vencidas, e recebam as orientações adequadas.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que “o trabalho de campo da equipe técnica do Governo do Estado continuará durante toda a semana em Lucena e, na quinta-feira (20), será realizada uma capacitação com todas as equipes de imunização do município”.

Temporariamente, a vacinação contra covid-19 está suspensa no município e a SES está buscando estratégias que venham garantir a segurança da imunização para os residentes da localidade.

F5Online

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas