Conecte-se conosco

Cultura

Após retomada, público ainda pretende assistir a espetáculos virtuais

Pesquisa foi feita pelo Data Folha com o Itaú Cultural

Publicados

em

©Arquivo/Agência Brasília

Mesmo após o fim da pandemia, a maior parte do público de atividades culturais pretende continuar, eventualmente, assistindo a espetáculos transmitidos pela internet. A segunda edição da pesquisa Hábitos Culturais, feita pelo Instituto Data Folha em parceria com o Itaú Cultural, mostra que 80% do público de espetáculos de música, dança e teatro pretendem continuar acompanhando programações online depois da retomada completa das atividades presenciais.

A pesquisa foi realizada entre os dias 10 de maio e 9 de junho e ouviu 2.278 pessoas, de diferentes faixas de renda, com idade entre 16 e 65 anos, em todas as regiões do país.

Ouvir música foi a atividade cultural mais desfrutada pela internet durante a pandemia e foi mencionada por 79% dos entrevistados. Assistir a filmes e séries (75%) e jogos eletrônicos (43%) vieram em seguida. Os cursos livres foram uma das atividades online de 41%, enquanto 40% assistiram a espetáculos de teatro, dança ou música. Os podcasts tiveram 39% de menções.

Mais acesso

O percentual dos que assistiram a espetáculos virtuais durante a pandemia é quase o mesmo daqueles que disseram ter frequentado dança, teatro ou shows musicais antes da quarentena contra o novo coronavírus (39%). Mas 57% das pessoas disseram ter aumentado o interesse por atividades culturais durante o confinamento.

Há ainda uma percepção de que o ambiente virtual aumentou a possibilidade de acesso a conteúdos culturais, efeito sentido por 72% do público da pesquisa.

O diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron, disse que esse efeito, em parte, já era percebido pela recepção dos trabalhos da instituição, em especial, em regiões onde o instituto não tem estrutura física. “Há um desafio maravilhoso de continuar acolhendo as pessoas para democratizar esse acesso”, destacou durante a apresentação dos dados.

Os trabalhos artísticos feitos ao longo da pandemia mostraram, de acordo com Saron, potencialidades do mundo virtual para além do que a simples transmissão pela câmera. “Tem interações entre o artista e o público difíceis de acontecer em um espetáculo físico”, acrescentou.

Preferência pelo presencial

A maioria das pessoas ainda prefere as atividades presenciais, mas há um número significativo que gosta de participar pela internet, mesmo que seja possível estar presente fisicamente. Entre o público dos shows musicais, 62% disseram que, se houver as duas opções, preferem a apresentação física, enquanto 32% optariam pelo online. Para os espetáculos de dança e teatro, o percentual dos que certamente escolheriam assistir presencialmente é um pouco maior (64%), mas 32% optariam pela transmissão via internet.

Entre as principais vantagens das versões online das atividades culturais, segundo a pesquisa, está a comodidade e flexibilidade de horário (25%), a segurança física e de saúde (13%) e a possibilidade de não se deslocar (11%).

Para 37%, as atividades presenciais são melhores devido ao contato pessoal. Já  a emoção foi mencionada por 13% e 10% disseram que a presença física é melhor para não ficar em frente ao computador.

Falta do cinema

O cinema foi a atividade que o público mais sentiu falta durante o período de isolamento social, mencionado por 67% dos que frequentam espaços de arte ou cultural. As apresentações artísticas foram citadas nesse contexto por 32% do público e as bibliotecas, por 21%.

Saúde mental

A pesquisa investigou ainda o adoecimento mental da população durante a pandemia de covid-19. Mais de um terço (36%) disse que pelo menos alguma pessoa no domicílio onde vive teve problemas emocionais ou de saúde mental durante a quarentena. Desses, 63% procuraram atendimento especializado.

A respeito dos efeitos positivos da arte na saúde emocional, 44% disseram que participar de atividades culturais melhorou a sua qualidade de vida. Para 48%, as ações culturais reduziram o estresse e a ansiedade e 51% perceberam uma diminuição na sensação de tristeza.

Agência Brasil

Rate this post

Cultura

Lançamento do 33° Salão do Artesanato será nesta sexta-feira, em João Pessoa

Publicados

em

O Governo do Estado promove, nesta sexta-feira (7), às 10h, na Orla de Cabo Branco, o lançamento da 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano. Com a flexibilização das medidas restritivas para combater a pandemia do coronavírus, a realização do evento será presencial. Com o tema “Toda Arte que Vem do Mar”, o salão ocorrerá de 12 de janeiro a 2 de fevereiro, das 16h às 22h, numa estrutura montada na avenida Cabo Branco, em João Pessoa. 

Com a participação de 400 artesãos de todas as regiões do Estado, essa 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano vai homenagear artesãs que trabalham com escamas, conchas e mariscos, entre outras matérias-primas do ambiente marinho. A maioria das homenageadas é dos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Pitimbu. 

No local do evento, será montada uma galeria em homenagem a 11 artesãos e uma réplica do Centro de Referência da Renda Renascença e do Artesanato (Crença), cujo prédio está localizado em Monteiro, no Cariri paraibano, considerado o epicentro da renda renascença e entregue pelo Governo do Estado em novembro deste ano. 

O Salão do Artesanato Paraibano é uma realização do Governo da Paraíba e do Sebrae-PB em parceria com o Empreender-PB; Empresa Paraibana de Comunicação (EPC); Companhia de Água e Esgotos da Paraíba  (Cagepa); Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB); Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep); Procon-PB; Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc); Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep); Prefeitura Municipal de João Pessoa; e Arquidiocese da Paraíba.

Lançamento do 33º Salão do Artesanato Paraibano

Data: 07.01.22

Hora: 10h

Local: Avenida Cabo Branco (após o Jangada Clube)

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Cultura

São João de Bananeiras terá Elba Ramalho, Luan Santana, Flávio José e Alok

Publicados

em

O São João 2022 de Bananeiras, no Brejo paraibano, foi lançado na última segunda-feira de 2021 (27/12), em João Pessoa. Entre as atrações confirmadas estão artistas como Luan Santana, Alok e Elba Ramalho. O evento está previsto para acontecer entre os dias 10 de junho e 10 de julho de 2022.

Também estão confirmados para se apresentarem no evento os artistas Flávio José, Matheus Fernandes, Walkyria Santos, Eliane, Aduilio Mendes, Raniery Gomes, Ramon Schnayder e Fabiano Guimarães.

De acordo com a prefeitura da cidade, os shows devem acontecer no Estádio Governador Clóvis Bezerra, popularmente conhecido como ‘O Bezerrão’.

O evento contará com um pátio de mais de 20 mil m² de área, com praça de alimentação e cenografia.

Confira reportagem da TV Correio, abaixo:

Outros projetos estão integrados na programação de 30 dias, como festival gastronômico, festival de cerveja artesanal, festival de vinho, noites do brega, festival de quadrilhas populares, degustação da cachaça rainha, são joão kids, são joão bike, beach tennis, casamento em conjunto, turismo de aventuras, festa a fantasia, são joão pet, maior bolo de banana do mundo e campeonato de forró. Além disso, também está previsto um pré São João descentralizado nos Distritos.

ValePB

Rate this post
Continue lendo

Cultura

Festa da Luz é adiada, anuncia Prefeitura de Guarabira

Devido a nova variante, também não serão permitidos eventos em espaços públicos com aglomerações na noite de réveillon.

Publicados

em

Foto: Divulgação

O prefeito Marcus Diôgo anunciou na manhã desta sexta-feira, 10 de dezembro, o adiamento da “Festa da Luz” na edição 2022 prevista para acontecer no dia 28 de janeiro de 2022.

O anúncio foi oficializado pelo gestor municipal ao lado da promotora de justiça, Edvane Saraiva, que parabenizou o prefeito por atender as recomendações do MPPB e do MPF e TCE/PB.

“Estamos adiando com muita tristeza, mas garantindo a segurança das pessoas e a saúde, em primeiro lugar, sempre”, enfatizou o prefeito.

O gestor municipal destacou as ações no combate à pandemia desde o início e apresentou os baixos números na cidade como fruto de todo o trabalho em especial, da Secretaria de Saúde. “Por prudência, vamos atender as recomendações para que em outro momento possamos fazer a festa mais segura para todos”, frisou.

“Fomos sensatos e pacientes! Aguardamos ao máximo por definições sobre a gravidade desta nova variante do vírus da Covid, pois sabemos o quanto a Festa da Luz é relevante para Guarabira e região. Infelizmente, de acordo com vários órgãos de saúde no Brasil e no mundo, a variante Ômicron pode ser mais contagiosa e sua letalidade ainda não foi definida. E a saúde deve vir sempre em primeiro lugar! Por esta razão, decidimos pelo adiamento da Festa da Luz 2022”, escreveu a equipe organizadora, em nota, nas redes sociais do evento.

RECOMENDAÇÕES

Diante da nova realidade sanitária, a Prefeitura orienta a população quanto as festas privadas de fim de ano. Não serão permitidos eventos em espaços públicos com aglomerações na noite de réveillon.

Codecom

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas