Conecte-se conosco

Cultura

TV Assembleia homenageia Alagoa Grande com exibição de documentário

Publicados

em

A TV da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) apresentou na última segunda-feira (26), uma programação especial voltada para a comemoração do aniversário de 156 anos de Alagoa Grande. Os parlamentares, através da emissora da Casa, vão homenagear o município com a exibição do documentário “Sua Majestade, o Rei do Ritmo”, que conta a história do cantor e compositor paraibano Jackson do Pandeiro.

“A centenária cidade de Alagoa Grande, terra de Jackson do Pandeiro, nosso rei do ritmo, está completando 156 anos de história. Nossa homenagem a essa importante cidade por essa data tão especial. É uma grande honra para todos nós poder deixar registrada na história do Poder Legislativo uma homenagem a esse município e também a esse grande artista, que marcou o nosso país com a sua arte”, disse o presidente da ALPB, Adriano Galdino.

O documentário conta a história do paraibano que ajudou a popularizar a música nordestina no país com canções de xote, xaxado, coco e baião. A produção mostra a trajetória pessoal e profissional do músico paraibano Jackson do Pandeiro, natural de Alagoa Grande, desde a infância até a fama e renome na música popular brasileira, através de diversos depoimentos, incluindo histórias inéditas de pessoas próximas e revelações de um grande artista brasileiro sobre os últimos momentos de vida do cantor.

A produção foi toda realizada pela equipe da TV Assembleia. Além da direção e roteiro de Eri Alves, também participaram da produção os cinegrafistas Gil Linhares, Aderaldo Júnior e José Dilson; Anderson Oliveira (Edição de Imagens), Caio Fábio (Imagens de Drone); Nielle Carolino (produção); Darlan Gomes (Edição de Imagens, Montagem e Finalização); e Paulo Rogério (Assistente de Cinegrafista).

A TV Assembleia é exibida através do canal 8.2 (TV aberta em João Pessoa, Campina Grande e Patos), pelo canal 11 na net e 340.2, na Sky, GVT e Claro. Você também pode acompanhar a programação completa pelo canal do youtube.com/legislativopb.

Assessoria

Rate this post

Cultura

Orquestra Infantil da Paraíba inicia processo de seleção de músicos para a temporada 2022

Publicados

em

A Orquestra Infantil da Paraíba (OIEPB) inicia, na próxima segunda-feira (2), o processo de seleção de estudantes que vão atuar na Temporada 2022. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 31 de maio, exclusivamente através do endereço eletrônico www.funesc.pb.gov.br , com o encaminhamento de documentos. O edital de seleção foi publicado nesta sexta-feira (29), e também está disponibilizado no portal da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). 

Estão sendo oferecidas 40 vagas para novos instrumentistas. Serão selecionadas crianças e adolescentes de seis a 14 anos para integrar o quadro de músico da Orquestra Infantil, através de audição, para os seguintes instrumentos: violino, viola, violoncelo, contrabaixo, oboé, clarineta, fagote, trompa, trompete, trombone, tuba, percussão e harpa.

O processo de seleção se dará em duas etapas, sendo elas, análise documental, de caráter eliminatório, e de audições, de caráter classificatório. A etapa de audições acontecerá no período de 7 a 9 de junho, e consiste na execução de um exercício de escala/arpejo, uma peça de livre escolha do candidato e a leitura de trecho orquestral fornecido pela Banca Examinadora, que será composta pelo maestro da Orquestra Infantil da Paraíba, dois professores da área de cordas, dois de instrumentos de sopro e dois de percussão.

O resultado final da etapa de audições, com a lista definitiva dos candidatos classificados será divulgado no dia 10 de junho, no Diário Oficial do Estado e no site da Funesc, www.funesc.pb.gov.br. Os ensaios dos novos integrantes da Orquestra Infantil da Paraíba começam no dia 4 de julho e ocorrerão de segunda a quinta-feira, das 18h às 20h.

Serviço

Seleção de músicos da Orquestra Infantil da Paraíba – Temporada 2022

Inscrições: de 2 a 31 de maio

Edital e inscrição: www.funesc.pb.gov.br

Audições: de 7 a 9 de junho

Resultado final: 10 de junho

Informações: [email protected]

Por Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Cultura

Centro Cultural do TCE-PB expõe esculturas em madeira de artista paraibano

Publicados

em

O Centro Cultural Ariano Suassuna do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba retoma suas exposições presenciais com o artista plástico Osmar Gonçalves de Macedo, 57 anos, natural de Picuí-PB.

Osmar é um talentoso artista e seu trabalho consiste em produzir esculturas em madeira (cedro e umburana), com os mais diversos formatos. Ele, que reside em João Pessoa desde 1984, tem um ateliê no bairro do Castelo Branco e sua arte começou quando ainda era criança, esculpindo peças em cera. Atualmente é um artesão conhecido e foi um dos participantes da quarentena cultural promovida pelo TCE-PB, por meio do Centro Cultural Ariano Suassuna, no período 2020/2022. 

O trabalho de Osmar Gonçalves está em exposição no Salão Lynaldo Cavalcanti, do Centro Cultural Ariano Suassuna, e ficará aberta ao público de 27/04 a 31/05, das 7h às 13h ou conforme agendamento.

 Maiores informações (83) 3208-3546

Ascom

Rate this post
Continue lendo

Brejo/Agreste

Caravana Interatos chega a Solânea com oficina e espetáculo de dança

Publicados

em

Reprodução

Depois de passar pelos municípios de Pedras de Fogo e Duas Estradas, a programação da Caravana Interatos chega a mais uma cidade paraibana nesta semana. A próxima parada é no município de Solânea, que receberá a oficina Técnicas de quadril na dança do ventre, ministrada por Thaismary Ribeiro e o espetáculo O Preto e o Branco e a Jornada de Mundos Possíveis, com o Coletivo Tribo Éthnos.

A programação é gratuita (realizada pelo Governo do Estado da Paraíba, através da Fundação Espaço Cultural da Paraíba – Funesc).

A oficina será realizada nesta quinta (28) e sexta (29), sempre às 17h, no Teatro Municipal Jacob Soares, em Solânea. A oferta é de 20 vagas e as inscrições são feitas online (https://forms.gle/nt1MwcoYMKhCYP3S9) ou presencialmente, no local das aulas.

Já o espetáculo do Coletivo Tribo Éthnos será apresentado no sábado, no Teatro Municipal, a partir das 19h.

Os artistas participantes foram selecionados por meio de edital. A primeira parada da Caravana foi no município de Pedras de Fogo, que recebeu duas atividades de dança. Até a 2 de julho a Caravana leva espetáculos e oficinas aos municípios de Duas Estradas, Solânea, São Mamede, Monte Horebe, Poço Danças, Serra Grande, Esperança, Monteiro, Ouro Velho, São João do Rio do Peixe e Baía da Traição.

Técnicas de quadril na Dança do Ventre – (com Thaismary Ribeiro) – A oficina tem o objetivo de desenvolver a consciência corporal, especialmente do quadril, dos músculos que constituem o assoalho pélvico e expandir o repertório técnico de movimentos nessa região através da Dança do ventre. As aulas vão abordar a historicidade e os benefícios da dança do ventre; técnicas de quadril para maior consciência da musculatura pélvica e desenvolvimento da criatividade no momento da improvisação.

Thaismary Ribeiro é dançarina e pesquisadora de Dança do Ventre formada com importantes nomes deste segmento tais como Mahaila el Helwa, Tarik e Fernanda Guerreiro, Raquia Hassan, Jade el Jabel, Ângela Cheirosa, Kilma Farias, entre outros.

É passista de Frevo e brincante de outras manifestações tradicionais. Com vasta experiência como criadora-intérprete e professora, também nestas áreas. Thaismary é bacharela em Teatro pela Universidade Federal da Paraíba e Licencianda no curso de Dança na mesma instituição. Foi contemplada com o prêmio João Balula em 2020 e 2021. Integrou a Companhia Fuá de Terreiro participando em diversas temporadas de apresentação do espetáculo Baile Muderno.

O Preto e o Branco e a Jornada de Mundos Possíveis (com Coletivo Tribo Éthnos) –  Uma jornada de Mundos Possíveis anuncia duas vias, da resolução e do Caos. Quais dos mundos escolheremos? Escolheremos a redenção e as forças criativas e construtivas e com isso o abraço do futuro em luz? Escolheremos a condenação e a destruição levadas adiante pela força violenta do caos que habita em nós? Aqui começa a jornada de Mundos Possíveis, estes mundos que se anunciam para todos nós.

Ficha Técnica:  “O Preto e o Branco e a Jornada de Mundos Possíveis” | Direção, concepção, criação de figurino: Vant Vaz | Dançam: Ayleen Vant, Karla Oliveira e Vant Vaz | Iluminação: Sabrina Amaral | Operação de Som: Izzah Ribeiro | Cobertura videográfica e fotos: Matheus Albuquerque | Textos e locuções: Vant Vaz | Confecção de figurino: Diacui Figueiredo | Trilha Sonora: Coletivo Tribo Éthnos, Hammock e Max Richter | Fotos: Izzah Ribeiro, Anderson Martins e Magno Virgínio | Duração: 40 minutos | Classificação indicativa: Livre

Coletivo Tribo Éthnos – É um grupo artístico filosófico criado em março de 1990 em João Pessoa, por Valmir Vaz (Vant)  Fábio (Fbi) e  Alexandre Alex Almeida (Ruh Skjebne). Tem como expressões principais a música e a dança e se utiliza também de outras linguagens artísticas como artes gráficas, artes plásticas, literatura, fotografia, moda (indumentária) e quadrinhos, unindo as expressões da cultura local, ancestral e regional com elementos de outras culturas valendo-se das linguagens tradicionais em consonância com os movimentos contemporâneos. É assim que desenvolve e apresenta seus trabalhos que são geralmente multi e interdisciplinares e, sobretudo, multiestéticos, privilegiando vários estilos musicais e diversas escolas artísticas.

Da música às outras expressões, seu estilo pessoal é calcado na mistura, ‘mestiçagem’, sincretismo de múltiplas tendências de tempos, lugares e épocas diferentes. Tem como princípio ideológico a prática da inclusão e como ideal filosófico, o encontro entre culturas e raças dentro de um contexto humanista. Um de seus empreendimentos artísticos,  o projeto Berimbaobab, fez intercâmbio e residência artística com o Senegal, Gâmbia, Nigéria e França reunindo músicos e artistas da dança da Tribo, o músico paraibano Adeildo Vieira com artistas destas áreas nestes países e Berimbaobab Brasil que mantém a experiência nascida na residência com a participação de músicos locais.

Caravana Interatos – Solânea – 28 a 30 de abril

Oficina: Técnicas de quadril na Dança do Ventre com Thaismary Ribeiro

Local:  Teatro Municipal Jacob Soares – Solânea/PB

Data: 28 e 29 de abril

Horário: 17h

Público-alvo: Todas as pessoas a partir de 16 anos.

Número de vagas: 20

Inscrições presenciais – Teatro Municipal Jacob Soares – Diretoria Cultural: Terça a  quinta das 9h às 12h e das 15h às 17h

Link para inscrição online: https://forms.gle/nt1MwcoYMKhCYP3S9

Espetáculo:  O Preto e o Branco e a Jornada de Mundos Possíveis com Coletivo Tribo Éthnos

Local: Teatro Municipal Jacob Soares – Solânea/PB

Dia: 30/04/2022 – Sábado

Hora: 19h

Classificação indicativa: Livre

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas