Conecte-se conosco

Cidades

Pedido de suplementação: Prefeito vai a TV pedir sensibilidade dos vereadores de Sapé

Publicados

em

O prefeito de Sapé (Zona da Mata Paraibana) Sidnei Paiva(Podemos), concedeu entrevista nesta segunda-feira, 20, ao Programa Correio Debate, da TV Correio PB, onde foram abordados vários assuntos, através do jornalista Hermes de Luna.

Entre os muitos pontos da entrevista, destaque para o PREV-Sapé, a Estagnação Política Histórica do município, a Saúde, o alinhamento com o governo estadual, os avanços atuais da nova gestão e a ‘rota de colisão’ entre os poderes Executivo e Legislativo.

Com tranquilidade, o gestor Sidnei Paiva deixou-se sabatinar por Hermes, respondendo inicialmente sobre os novos rumos que o município tem seguido, desencadeados na sua gestão, a exemplo da instalação de duas grandes empresas que irão gerar emprego – ATACAMIX e a PRECIOSA DO VALE. Quanto à saúde em Sapé, o gestor Sidnei disse, na entrevista, que o momento era de recuo nos casos de covid-19, divulgando que mais de 35 mil doses haviam sido aplicadas, e o município estava há mais de 50 dias sem registrar nenhum óbito.

Em relação à Infraestrutura, o prefeito anunciou que mais de 10 ruas já havia sido calçadas, em apenas 8 meses de sua gestão, além de esboços de inúmeros projetos a serem realizados em tempo hábil.

Abordado sobre o alinhamento com o governador João Azevedo, com vistas ao acompanhamento político no próximo ano, o major Sidnei foi enfático: “Atendendo os pedidos do povo, entendíamos que faltavam obras no município, mas estamos conversando nesse sentido, e o governo estadual já deu sinais da realização delas, a exemplo da estrada de Renascença e o  apoio para a abertura do Bloco Cirúrgico do Hospital Sá Andrade”, ressaltou o prefeito de Sapé.

Sidnei Paiva também demonstrou preocupação com a herança deixada pela antiga gestão – dívidas com o PREV SAPÉ que atualmente importam em R$ 25 milhões,  o que lhe impõe um pagamento de parcelas de R$ 250.000,00 (Duzentos e cinquenta mil reais) mensais. Além disso, está pagando R$ 1 milhão de patronal.

ROTA DE COLISÃO

O ponto nevrálgico da entrevista do prefeito Sidnei, a existência de ‘Rota de Colisão’ dos poderes Executivo e Legislativo. Quanto a isso, o gestor pediu a sensibilidade dos vereadores e do Sindicato. “Eles tomaram uma direção diferente da minha, pois vejo base legal no meu pedido de suplementação. A gestão passada teve aprovada a suplementação de 60%, enquanto na minha gestão, só querem conceder 10%. Isso inviabiliza a normalidade da folha de pagamento, gastos com insumos e compras de material”.

O gestor municipal ainda disse que estava conversando com os parlamentares, no sentido de aprovação da suplementação.

Com O Interiorano

Rate this post

Cidades

Guarabira: Prefeito mantém Festa da Luz, mas condiciona evento à contenção da pandemia

Publicados

em

Foto: Divulgação/PMG

O receio da disseminação da nova cepa da Covid-19, ômicron, identificada na África do Sul, tem levado muitas cidades a cancelarem eventos marcados para o final de ano. Mas, em Guarabira, a tradicional Festa da Luz não deve ser adiada. Em entrevista ao Portal MaisPB o prefeito Marcus Diogo (PSDB), comentou que existem recomendações, mas lembrou que a festa está agendada para 60 dias.

“Vamos aguardar mais para ver como se comporta a nova cepa e então teremos um posicionamento. Eu torço, trabalho, rezo para que superemos a Covid, só então poderemos ter uma belíssima festa. A vida das pessoas em primeiro lugar, mas não podemos simplesmente cruzar os braços e deixar nossas cidades irem a falência. A responsabilidade de um gestor envolve todos os aspectos: social, econômico e principalmente o humano, para isto é necessário ter coragem, firmeza não se deixar levar pela hipocrisia nem demagogia”, disse.

O gestor ainda acrescentou que, em Guarabira só haverá Festa da Luz “se for possível, se a pandemia permitir, se a pandemia for contida”. Contudo, reclamou que haveria uma torcida contra o evento. “O que não entendo é que tem pessoas que parecem torcer para que a pandemia volte para que não se faça a festa em Guarabira, para que não volte o trabalho. Pessoas que não sabem o que é trabalho, quantos milhares estão em casa recebendo seus salários enquanto milhões estão enfrentando os ônibus, metrôs aviões as ruas, todos trabalhando e arrecadando impostos para que o “Brasil” continue funcionando”.

Para o prefeito, realizar o evento é devolver um pouco da vida normal aos guarabirenses. “A Festa da Luz é mais do que uma festa, é uma retomada, retomada da socialização, da vida, da economia, de um novo tempo. A Festa da Luz, se Deus quiser, acontecerá porque a pandemia irá acabar, só assim poderemos ter a Festa da Luz. Até lá vamos continuar trabalhando duro para vacinar, conscientizar e fazer o melhor para nossa cidade”, finalizou.

Do MaisPB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

JP divulgará novo decreto que proíbe tendas na praia no dia 31 e aglomeração nas praças, parques, praias e calçadas da orla

Publicados

em

Foto: Divulgação

A Prefeitura de João Pessoa vai divulgar um novo decreto, nesta terça-feira (30), no qual proíbe as tendas na praia na noite de Réveillon e a aglomeração de pessoas nas praças, parques, praias e nas calçadas da orla da Capital. A nova medida busca proteger a cidade da transmissão do coronavírus, principalmente com a nova variante Ômicron.

O procurador Bruno Nóbrega informou ao ClickPB que o novo decreto “trará a proibição de aglomeração de pessoas nas praças, parques, praias e nas calçadas situadas em toda orla do município de João Pessoa e, especificamente quanto ao dia 31/12, na noite de réveillon, será proibida a instalação de tendas e/ou outros objetos na praia que estimulem a aglomeração de pessoas, além também de ser vedada a atividades de ambulantes na faixa de areia das praias de João Pessoa/PB.”

ClickPB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Covid-19: Cícero Lucena confirma cancelamento do Réveillon em João Pessoa

A tradicional festa na praia era um dos eventos a serem retomados na Paraíba com a queda de casos e mortes pela Covid-19 no estado.

Publicados

em

Foto: Secom-JP

O prefeito Cícero Lucena confirmou, nesta segunda-feira (29), o cancelamento do Réveillon de João Pessoa, diante do anúncio da nova variante do coronavírus, a Ômicron, que circula por diversos países.

“Temos a responsabilidade com o momento que estamos vivendo de aumento de casos e desconhecimento da nova variante, onde o mundo todo está tomando providências de fechamento, de cautela, não poderíamos deixar em João Pessoa de adotar também essas medidas. Conversamos com o governador esse final de semana e, juntos, decidimos que não vamos fechar, mas também não vamos estimular. Então o planejamento que a Prefeitura tinha de fazer eventos na orla estão suspensos para que a gente não estimule a aglomeração. Mas temos certeza que não vamos perder a oportunidade de festejar, em família, em locais em que possa ser controlado o acesso”, declarou o prefeito, conforme apurou o ClickPB.

Saiba mais

A tradicional festa na praia era um dos eventos a serem retomados na Paraíba com a recente queda de casos e mortes pela Covid-19 no estado.

Diante da nova ameaça que é a variante ainda pouco conhecida, diversos estados e municípios têm repensado eventos de fim de ano em áreas abertas.

Além de João Pessoa, Cabedelo e Cajazeiras, já confirmaram o cancelamento do Réveillon. As demais prefeituras da Região Metropolitana da Capital (Bayeux, Santa Rita e Conde) ainda não se manifestaram sobre a realização de festas durante a passagem de ano.

ClickPB

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas