Conecte-se conosco

Saúde

OMS adverte que nenhum país sairá da pandemia com reforço de vacinação

Diretor-geral, Tedros Adhanom, falou em entrevista coletiva virtual.

Publicados

em

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, advertiu hoje (22) que nenhum país sairá da pandemia da covid-19 com doses de reforço de vacinas.

“Nenhum país poderá sair da pandemia com doses de reforço”, disse ele, que tem se manifestado reiteradamente contra a administração de doses adicionais de vacinas contra a covid-19 quando uma parte da população mundial, os mais pobres, especialmente na África, continua sem receber o imunizante.

Segundo o dirigente da OMS, que falou em entrevista coletiva virtual, os “programas indiscriminados de reforço” da vacinação “tendem a prolongar a pandemia em vez de acabá-la, desviando as doses disponíveis para países que já têm altas taxas de vacinação, dando assim ao vírus mais oportunidade de se espalhar e sofrer mutações”.

A advertência de Tedros Adhanom é feita quando vários países avançam com o reforço da vacinação contra a covid-19 com uma terceira dose. Israel decidiu administrar a quarta dose a pessoas com mais de 60 anos e a profissionais de saúde por causa da variante Ômicron do novo coronavírus, considerada mais contagiosa.

O médico etíope destacou que as doses convencionadas das vacinas contra a covid-19 (duas doses) “continuam eficazes” contra as variantes do SARS-CoV-2, incluindo a Ômicron, e que “a grande maioria das internações e mortes são de pessoas não vacinadas e não de pessoas que não têm doses de reforço”.

Há uma semana, Tedros Adhanom disse que não havia “provas da eficácia das doses de reforço” contra a Ômicron, que se propaga rapidamente, em ritmo sem precedentes.

De acordo com o comitê de peritos da OMS para a política vacinal, pelo menos 126 países deram instruções para a administração de uma dose de reforço ou para uma vacinação suplementar (por exemplo, de crianças), dos quais 120 já iniciaram as campanhas de inoculação com esse propósito. A maioria dos países é rica.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019, em Wuhan, cidade do centro da China, e que se disseminou pelo mundo.

Agência Brasil

Rate this post

Saúde

Guarabira promove Semana de Multivacinação para adultos e crianças

Publicados

em

A Prefeitura de Guarabira através da sua Secretaria de Saúde promove nos próximos dias 7, 8 e 9 de fevereiro, a “Semana de Atualização da Carteira de Vacinação para Adultos e Crianças. É a primeira Multivacinação de 2023, e tem como objetivo deixar a caderneta vacinal em dia e proteger a população de diversas doenças. inclusive contra COVID-19.

De acordo com a Coordenação de Epidemiologia e Imunização da SMS, a atividade será realizada durante três dias, com algumas UBS funcionando no período noturno (das 19h às 20h30) e outras durante o período diurno (das 11h30 às 13h). Conforme programação abaixo: 

Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário vacinal: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano). E, Ainda, as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). 

Em relação a vacina contra a Covid-19, no local serão aplicadas 1ª e 2 doses para pessoas a partir dos 6 meses de idade, 1º reforço (3ª dose) para o público 5+ e 2º reforço (4ª dose) para pessoas 30+, profissionais de saúde e imunocomprometidas. 

Todos os imunizantes que integram o Programa Nacional de Imunizações (PNI) são seguros e estão registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Codecom

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Paraíba aplica mais de 79 mil doses de vacina em dia D de vacinação

Publicados

em

A Paraíba realizou o primeiro dia D de vacinação de 2023 nesse sábado (4). A ação aconteceu simultaneamente em todas as regiões do estado e aplicou 79.295 doses de vacina (rotina e contra a covid) em 216 municípios. Desse total, 26.050 foram doses de vacinas de rotina, e  53.245 doses da vacina contra covid-19: 20.907 em crianças de 6 meses a 4 anos de idade;  22.478 doses aplicadas da vacina contra covid-19 para reforço na faixa etária a partir de 3 anos e 9.860 doses aplicadas para o segundo reforço na população acima de 30 anos.

A Secretaria de Saúde da Paraíba comemorou o número de doses aplicadas. “Houve uma grande adesão do público paraibano que atendeu ao chamamento para aumentar as coberturas vacinais para as crianças de nosso estado e também as doses das vacinas contra a Covid-19”, disse o secretário de Estado da Saúde, Jhony Bezerra. 

“A saúde pública tem que ser humanizada e a prevenção é um dos pré-requisitos para que isso aconteça. E a vacina é o maior símbolo da prevenção. A grande prova disso foi durante a pandemia do coronavírus, que a vacina nos salvou”, disse o prefeito Cícero Lucena durante abertura da campanha na capital. 

Ainda falando em vacina contra a Covid-19, os dois irmãos tão pequenininhos, Elias, de seis meses, e Enzo, de dois anos, foram imunizados neste Dia D. “Os dois estavam com todas as vacinas em dia. Só faltavam as de Covid. Dou muita importância à vacinação dos meus filhos para que sempre tenham boa saúde”, ressaltou a mãe, Aline Micaelen. 

Jhony Bezerra enfatiza que na Paraíba vacina é prioridade e comemorou o resultado: “muito exitoso chegar ao fim do dia, após vários dias de preparação e diálogo e termos como resultado uma das melhores campanhas realizadas”.

Os três municípios que mais vacinaram foram João Pessoa, com 7.149 doses aplicadas; Campina Grande, com 5.482 doses; e Sousa com 2.766 doses aplicadas.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Saúde

SAMU de Guarabira recebe novos kits de uniformes e certificados de capacitação em APH

Publicados

em

A equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Guarabira recebeu novos kits de uniformes, na manhã desta quarta-feira, 1º de fevereiro. A entrega foi realizada pela secretária de Saúde Harlanne Herculano, juntamente com a coordenadora de Média e Alta Complexidade, Daisy Campos, no auditório da Secretaria. O kit é composto de 1 macacão e 1 gandola (jaqueta); além de 1 par de botas – todos os itens identificados com a logomarca padrão SAMU.

Na ocasião a gestora da saúde municipal guarabirense, aproveitou o ensejo para também entregar aos ‘samuseiros’ o certificado referente a participação dos mesmos no Curso de Capacitação em Atendimento Pré-Hospitalar (APH)/120 horas promovido pela gestão municipal e realizado, de 3 de novembro a 10 de dezembro 2022.

Harlanne, na oportunidade, parabenizou a equipe e agradeceu pelo essencial serviço prestado à população, ressaltando ainda que, o novo fardamento dará mais conforto e irã auxiliar cada vez mais na segurança dos profissionais socorristas e no melhor atendimento. E que será renovado anualmente.

O SAMU de Guarabira, que completa 11 anos de fundação no próximo dia 8/2, segundo o coordenador Mariélisson Urbano – é formado na atualidade por 36 profissionais; sendo 12 condutores, 17 enfermeiros e 7 médicos. Em breve a equipe será contemplada com a sede própria, que está sendo instalada no futuro Complexo Municipal de Saúde.

Codecom

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas