Conecte-se conosco

Cultura

Portaria da Secult oficializa seis novos mestres e mestras das artes

Publicados

em

Seis novos nomes agora fazem parte oficialmente do livro do Registro de Mestres e Mestras das Artes da Paraíba (Rema). Portaria assinada pelo secretário de Estado da Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, foi publicada na edição desta quarta-feira (30) do Diário Oficial do Estado.

Maria da Penha dos Anjos Nascimento (Mestra Penha Cirandeira), Manuel Bandeira de Caldas (Daudete Bandeira), Luiz Tavares Calisto (Luizinho Calixto), Eugênio Cavalcanti (Eugênio do Acordeon), Severino Xavier de Souza (Biliu de Campina) e João Tavares Calisto (João Calixto) foram integrados ao Livro. Os contemplados devem entregar à Secult os documentos exigidos no edital.

A portaria determina a anotação desses nomes e, a partir dela, a Secretaria de Estado da Administração procederá à inclusão dos novos beneficiados pelo Rema.

Reconhecimento e pensão vitalícia – O Rema é a Lei Canhoto da Paraíba, que tem o objetivo de proteger e valorizar os conhecimentos, fazeres e expressões das culturas tradicionais da Paraíba. Através do Registro no Livro, pessoas que contribuam há mais de 20 anos com atividades culturais na Paraíba, nas áreas de dança, brincadeiras, músicas, folguedos, artes visuais e outras atividades que por tradição oral recebem e repassam para as novas gerações, recebem o título de “Mestres e Mestras” ao terem suas artes reconhecidas.

Também se concede um valor correspondente a dois salários mínimos mensais como forma de amparar esses mestres e mestras nas suas atividades e nas suas vidas. O Governo do Estado passa, após essa titulação, a acompanhar esses mestres, podendo incluí-los em projetos e programações culturais por convite.

Mecanismo de escolha – O Rema é um registro eletrônico com os nomes dos mestres e mestras escolhidos através de editais abertos pela Comissão responsável. Foi essa comissão que indicou os seis novos nomes para votação durante apresentação do seu relatório de atividades ao Conselho Estadual de Política Cultural (Consecult), que aprovou a lista por unanimidade, em reunião ordinária no dia 22 deste mês.

O Rema registra 30 nomes e, a partir da abertura de vagas, são lançados editais, cujas inscrições de candidatos são feitas através das entidades: Secretaria da Educação e Cultura; Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba; Conselho de Proteção dos Bens Históricos Culturais (Conpec); as entidades sem fins lucrativos, sediadas no Estado da Paraíba, que estejam constituídas há, pelo menos, um ano, nos termos da lei civil e que incluam, entre as suas finalidades, a proteção ao patrimônio cultural ou artístico estadual.

Os candidatos devem cumprir os seguintes requisitos: estar vivo; ser paraibano ou brasileiro residente no Estado da Paraíba há mais de 20 (vinte) anos; ter comprovada participação em atividades culturais há mais de 20 (vinte) anos; estar capacitado a transmitir seus conhecimentos ou suas técnicas a alunos ou a aprendizes (estará dispensado na hipótese de verificação de incapacidade física, causada por doença grave, cuja ocorrência seja comprovada mediante perícia médica, ou comprometimento provocado pelo avanço da idade).

São critérios para o processo de concessão do Registro dos Mestres das Artes – Canhoto da Paraíba (Rema­PB): relevância da vida e obra voltadas para a cultura tradicional da Paraíba; reconhecimento público das tradições culturais desenvolvidas; permanência na atividade e capacidade de transmissão dos conhecimentos artísticos e culturais; larga experiência e vivência dos costumes e tradições culturais; situação de carência econômica e social do candidato.

Secom-PB

Rate this post
Apoio

Cidades

Mamanguape realiza nos dias 28 e 29 de junho o São Pedro mais esperado da Paraíba

Publicados

em

Prefeitura de Mamanguape realiza nos próximos nestes dias 28 e 29 de junho o tradicional São Pedro do município, o mais esperado da Paraíba. A festa será retomada após dois anos de suspensão em virtude da crise de saúde pública vivida pelo país e o mundo.

Uma grande programação foi preparada pelo município para celebrar a volta das festividades e do público a um dos principais eventos do calendário local, com atrações de renome nacional. Toda a estrutura está sendo montada para garantir conforto, segurança e comodidade aos munícipes e turistas que participarão da festa.

A programação do São Pedro terá início no dia 28 com os shows de Rafael SacanãoForró de Farra e Duquinha, revivendo os grandes sucessos. No dia 29, os shows mais esperados e aplaudidos de 2022, com Fabrício RodriguesVitor Fernandes e o sucesso da internet, Mari Fernandes, numa noite inesquecível.

Ascom

Rate this post
Continue lendo

Cultura

“Mistura Junina” é a grande vencedora da Etapa Brejo e garante vaga na final do Festival de Quadrilhas

Publicados

em

A Quadrilha Mistura Junina foi a grande vencedora do Festival de Quadrilhas – Etapa Brejo, realizado em Guarabira, na noite desta quarta-feira (15), na Praça da Juventude. Com a temática “Viva – A Vida Não Tem Fim, o grupo também levou os títulos de Melhor Casal Junino, Melhor Casal de Noivos, Melhor Rainha e Melhor Rainha da Diversidade.

Na oportunidade mais dez quadrilhas fizeram suas performances, sendo elas a Raízes do Paô – Alagoa Grande, Dança Nordestina – Tacima, Explosão Banns – Bananeiras, Manoel Cardoso – Belém, Fazenda Nordestina – Guarabira, Raízes de Borborema – Borborema, Cafundó – Lagoa de Dentro, Chamego – Logradouro, Paraíba Forrozeira – Dona Inês e Mistura Junina – Guarabira.

A quadrilha segunda colocada foi a Manoel Cardoso e o terceiro lugar ficou com a Chamego. As duas receberam, respectivamente, R$ 3 mil e R$ 2 mil reais além de troféus. A vencedora conquistou o prêmio de R$ 5 mil reais além de uma vaga para disputar a etapa final do Festival de Quadrilhas, no próximo dia 20 de junho em Santa Rita.

O festival feito em parceria entre a Prefeitura de Guarabira, Federação das Entidades de Quadrilhas Juninas da Paraíba – FEQUAJUNE e a Associação as Quadrillhas Juninas do Brejo – ASQUAJUB deixou suas marcas pela organização e comparecimento de grande público. Para quem ficou em casa também conferiu a transmissão ao vivo produzida pela Codecom-PMG.

Confira mais imagens CLIQUE AQUI.

Codecom

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Guarabira: Premiações, homenagens, apresentações juninas e exposição de 80 artistas marcam abertura do FIAN 2022

Publicados

em

O Festival Internacional de Arte Naif, em Guarabira, na sua quarta edição, abriu as portas de sua exposição em meio a uma solenidade repleta de premiações, homenagens e muita dança e música no centro da cidade. Tudo no maior clima de reencontro do público com os eventos culturais em praça pública após dois anos de restrição e isolamento causados pela pandemia da Covid-19.

Após uma calorosa recepção com direito a apresentação teatral da Cia. Cênica Torre de Papel seguido de um jantar, na noite anterior, os artistas que vieram de diversas regiões do país que foram selecionados para o FIAN através de suas obras se reencontraram na Câmara Municipal para o momento das premiações nas categorias Aquisição e Reconhecimento, conquistados por André Cunha (RJ) e Melhado (SP) – Aquisição; Cesar Lima (ES) e Zélia Lima (SP) – Reconhecimento. Todos receberam o Troféu Pavão Misterioso feito pelo artista Bejamin Carlos.

Também foram agraciados com o troféu os homenageados da noite, sendo eles o procurador do estado do Rio Grande do Norte Dr. Manoel Onofre, a museóloga Jacqueline Finkelstein, o diretor do Mini-Museu de Arte Naif (MIMAN) André Cunha, o diretor do Museu do Sol em Penápolis (SP) Beto Fernandes, a produtora cultural Rosana Diôgo e o artista plástico e um dos idealizadores do FIAN Adriano Dias. Tais troféus foram entregues, respectivamente, pelo prefeito Marcus Diogo, Adriano Dias, o vereador Raimundo Macedo, o diretor do Casarão da Cultura Percinaldo Toscano e pelo secretário de Cultura e Turismo Tarcísio Pereira.

Sem esconder a emoção, a deputada Camila Toscano prestou uma homenagem ao seu pai, o prefeito Zenóbio Toscano (In Memoriam), responsável por tornar real o FIAN, estando à frente das edições de 2018 e 2019. Camila lembrou do amor de Zenóbio pelas artes, visível desde a infância da deputada ao recordar a infinidade de quadros espalhados pela casa do pai, e o quão orgulhoso Zenóbio ficou ao realizar este evento, pois tornaria Guarabira a “capital da arte naif”, como bem reconheceu muitos artistas durante a solenidade e que também externaram gratidão a Zenóbio por esta iniciativa.

A edição 2022 do FIAN também presta homenagens póstumas ao fundador do antigo Museu Internacional de Arte Naif (MIAN) no Rio de Janeiro Lucien Finkelstein e a artista guarabirense Marby Silva.

Em seguida, todos se dirigiram até a Praça João Pessoa para conferir a apresentação da quadrilha junina Fazenda Nordestina, de Guarabira, e do grupo musical Bem Mais. Em meio às atrações o público entrou no Casarão da Cultura para apreciar a exposição de todos os 80 artistas envolvidos, ao som de Adriano do Sax.

Vale lembrar que o Fian 2022 integra as comemorações aos 100 anos da Semana de Arte Moderna e segue com sua exposição até o dia 30 de junho. Após essa data, a mostra percorrerá outras duas cidades brasileiras na sequência. Serão as cidades de Paraty (RJ) e Penápolis (SP). Ambas as cidades receberão as obras que sairão de Guarabira, no início de julho, numa parceria de itinerância para maior divulgação da arte naif por outros estados brasileiros.

As demais imagens da abertura do FIAN 2022 podem ser conferidas acessando os links abaixo:

FIAN 2022 – ÁLBUM 1

FIAN 2022 – ÁLBUM 2

Codecom

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas