Conecte-se conosco

Cidades

MPPB realiza audiência sobre atendimento na UTI pediátrica e neonatal da Clipsi, em Campina Grande

Publicados

em

O Ministério Público da Paraíba realizou uma audiência para tratar sobre o atendimento nas UTIs pediátrica e neonatal da Clipsi, na rede pública de saúde de Campina Grande, na última segunda-feira (15/08), que foram interditadas eticamente pelo Conselho Regional de Medicina (CRM-PB), em julho. Ao final foram definidos encaminhamentos para a melhoria do serviço.

A audiência foi presidida pela promotora de Justiça da Saúde de Campina Grande, Adriana Amorim de Lacerda, e pela coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Saúde (CAO Saúde), promotora Fabiana Lobo, e contou com a participação, de forma virtual, da procuradora regional dos Direitos do Cidadão, Janaína Andrade de Sousa.

Estiveram presentes o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima; o secretário executivo de Saúde do Estado, Jhony Bezerra; o secretário de Saúde de Campina Grande, Gilney Porto; o diretor do Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba, Bruno Leandro de Souza; a presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems), Soraya Galdino; a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Campina Grande, Joaquina Amorim; a coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Instituto Elpídio de Almeida (Isea), Cândida Cavalcante; o diretor-geral da Clipsi, além de representantes das equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde, da Secretaria de Saúde de Campina Grande e dos municípios de Alagoa Nova, Alagoa Grande, Areia, Aroeiras, Ingá, Esperança, Juazeirinho, Lagoa Seca, Massaranduba, Pocinhos, Queimadas, Remígio e Puxinanã.

A promotora Adriana Amorim ressaltou a importância de garantir o atendimento de qualidade às gestantes e aos recém-nascidos que são referenciados para Campina Grande e que os 10 leitos existentes na CLIPSI são fundamentais para assegurar a continuidade da prestação dos serviços, tendo em vista a impossibilidade, no momento, da rede pública absorver a demanda.

O diretor do CRM, Bruno Souza, informou que o conselho recebeu denúncias sobre falhas na prestação do serviço da Clipsi e, ao comparecer ao hospital, constatou que escalas médicas da UTI neonatal e pediátrica estavam reduzidas, em virtude de afastamento de alguns profissionais que estavam acometidos pela Covid-19. Por isso, não houve outra alternativa ao CRM, senão a de realizar a interdição ética da atividade médica do serviço.

O diretor-geral da Clipsi relatou que o hospital funciona como retaguarda do Isea, com cerca de 300 a 400 partos por mês e que o problema é o valor da tabela do SUS, pois Campina Grande oferece o serviço, sem o respaldo financeiro do governo federal. Ele também comunicou as dificuldades financeiras enfrentadas, em razão dos custos elevados.

O prefeito de Campina Grande ressaltou a importância dos leitos da Clipsi, que são retaguarda do Isea, e que tem média de atendimento de 60% de pacientes de outros municípios. Bruno Cunha Lima falou ainda da necessidade de complementação de valores da tabela do SUS em favor do hospital, por parte dos municípios e que Campina Grande já arca com o pagamento de valores extras para a área da obstetrícia.

O secretário executivo Jhony Bezerra falou sobre o déficit de leitos neonatais existentes em todo o Brasil e na Paraíba e afirmou que a Secretaria de Estado da Saúde está buscando soluções e está dialogando nesse sentido.

A procuradora regional dos Direitos do Cidadão, Janaína Andrade de Sousa, informou que o tema em discussão é muito sensível e a demanda muito complexa. Ela acrescentou que, apesar da necessidade de uma solução estruturante, existe uma demanda urgente, que precisa de uma posição imediata, alertando que alguns municípios pequenos não teriam condições de arcar com a complementação pleiteada pelo Município de Campina Grande e que a discussão deve ser aberta a todos os interessados.

Encaminhamentos

1- A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) incluirá na pauta da próxima reunião, do dia 5 de setembro, a discussão do assunto;
2- A Secretaria de Saúde de Campina Grande enviará ao Cosems planilha detalhada dos custos da UTI infantil da Clipsi, para fins de subsidiar a discussão em CIB;
3- O Estado avaliará a possibilidade de firmar convênios com a instituição contratualizada com o SUS;
4- A Clipsi informará ao CRM as providências adotadas, para a verificação de possível desinterdição.

Assessoria

Rate this post

Cidades

Primeira-dama do Estado visita artesãos indígenas homenageados do 35° Salão do Artesanato Paraibano

Publicados

em

A primeira-dama do Estado e presidente de Honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), Ana Maria Lins, esteve nesta quinta-feira (1°) no município de Baía da Traição, no Litoral Norte paraibano, ocasião em que conheceu a produção artesanal da etnia potiguara — a cultura indígena será homenageada no 35° Salão do Artesanato Paraibano, que ocorrerá de 13 de janeiro a 5 de fevereiro em uma megaestrutura montada na praia de Cabo Branco, em João Pessoa.

Além de conhecer a produção artesanal indígena, a primeira-dama do Estado discutiu e ouviu reivindicações das lideranças para a realização do Salão do Artesanato — momento importante para que o evento atenda às expectativas dos grandes homenageados e, como resultado, agrade o público que vai visitar o evento.

Na Aldeia São Francisco, considerada a aldeia-mãe do povo potiguara, Ana Maria Lins conheceu o talento da maior liderança do povo potiguara, Antônio Aureliano, mais conhecido como seu Tonhô. “Como fizemos com as outras tipologias, estamos conhecendo mais do artesanato indígena. É uma homenagem justa aos primeiros habitantes da nossa terra, que resistem transmitindo de geração em geração a sua cultura. Tenho certeza de que o 35° Salão vai ser um grande sucesso”, disse.

Ana Maria Lins lembrou ainda que a homenagem à cultura indígena caminha paralelamente a uma série de investimentos realizados pelo Governo do Estado em Baía da Traição. “A população de Baía da Traição — que em sua maioria é formada por indígenas — tem recebido uma série de investimentos do Governo do Estado: drenagem e calçamento de vias urbanas, reforma de UBS, o Programa Tá na Mesa. Então essa homenagem à cultura indígena, que também vai contemplar a etnia Tabajara, vem coroar todas essas ações”, acrescentou, ao lado da primeira-dama do município, Gabriela Lima, e de Camila Ribeiro, esposa do vice-governador eleito, Lucas Ribeiro.

Aos 89 anos, seu Tonhô é uma referência da etnia potiguara. Emocionado, ele agradeceu por ser o grande homenageado. “Eu recebo essa homenagem com todo gosto e todo prazer — eu até me emociono com esse reconhecimento. Fico emocionado, contente e muito satisfeito”, disse.

O único a ter o conhecimento da produção dos instrumentos tocados no ritual do Toré, seu Tonhô tem repassado o conhecimento já à terceira geração, da qual a filha Taiguara Maria dos Santos faz parte. “Meu pai é um grande ancião aqui dentro, por isso fiquei muito feliz de ele ser homenageado. É a nossa cultura sendo reconhecida”, comentou.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, destacou que a homenagem do Salão do Artesanato à cultura indígena foi uma grande descoberta. “Por mais que a gente tenha na área do artesanato, por mais que a gente conheça a região, foi uma surpresa voltar à Baía da Traição e descobrir ainda mais talento na cultura indígena”, afirmou, destacando a importância da parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Mulher e do Turismo.

Outras aldeias ‐ Mais cedo, a primeira-dama do Estado esteve em outras aldeias, conhecendo de perto a produção artesanal indígena, a exemplo da Aldeia do Tambá.

Na Aldeia do Toré Forte, Ana Maria Lins conheceu o trabalho da artesã Josefa Matias da Conceição, de 69 anos. Desde criança, ela aprendeu a fazer cestos, pãozeiras, tudo usando o cipó como matéria-prima. “O que posso dizer é que eu estou muito feliz com essa homenagem, que eu não esperava de receber. Isso deixa a gente ainda mais inspirada. Agradeço demais mesmo”, externou.

“Você percebe que o artesanato indígena é 100% fiel à cultura deles. Algo tão próprio, tão autêntico merece e deve ser valorizado”, acrescentou Ana Maria Lins.

Logo em seguida, a primeira-dama conheceu o trabalho desenvolvido pela artesã indígena Maria de Fátima da Conceição, que também agradeceu a homenagem recebida pela 35ª edição do Salão do Artesanato Paraibano. “O nosso trabalho vai ficar ainda mais conhecido. Trabalho que é feito respeitando a mãe Natureza. Dela tiramos apenas o necessário. Estou muito feliz”, destacou.

Brasilidade ‐ O artesanato indígena é a mais pura expressão da produção artesanal brasileira, já que as demais tipologias são oriundas de outros países. Ele está presente em praticamente todas as etnias, já que os indígenas utilizam a habilidade para confeccionar utensílios do cotidiano.

A maioria dos produtos é elaborada com materiais retirados na própria natureza e que estejam em abundância na região.  Cestaria e adornos, cerâmica, entalhe em madeira, montagem de bijuterias com sementes e penas são os mais produzidos a partir da técnica de trançados em fibra.

Serviço

35° Salão do Artesanato

Período : 13 de janeiro a 5 de fevereiro de 2023

Local : Orla Marítima de Cabo Branco, após o Jangada Clube

Tema : Cultura Indígena

Realização : Governo do Estado em parceria com o Sebrae

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Cagepa prorroga campanha de negociação de débitos até 30 de dezembro

Publicados

em

Foto: Secom-PB

O presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, Marcus Vinícius Neves, anunciou, nesta quinta-feira (1º), a prorrogação por mais 30 dias da campanha ‘Fique em Dia com a Cagepa’, uma oportunidade com condições especiais e diferenciadas, para os clientes que estão inadimplentes e desejam regularizar sua situação junto à empresa.

Marcus Vinícius destacou que a decisão de prorrogar a campanha até o dia 30 de dezembro foi tomada após diálogo junto ao governador João Azevêdo. “Recebemos diversos pedidos dos clientes para prorrogarmos a campanha. Com isso, decidimos então consultar o governador, que prontamente acatou a proposta e autorizou estendermos o período de oportunidade aos clientes”, afirmou o presidente.

“Dezembro é um mês em que nossa economia se aquece, já que tanto os trabalhadores do serviço público quanto os da iniciativa privada têm acesso a um recurso extra, bem como os informais também acabam lucrando mais. E também dezembro é um mês tradicionalmente dos ajustes das contas para as famílias. Por isso, decidimos estender o prazo da campanha para facilitar que todos aproveitem as condições especiais que estamos disponibilizando”, disse o diretor Comercial da Cagepa, Isaac Veras.

A campanha oferece formas diferenciadas de negociação, com descontos que vão até 100% das multas e juros por atraso e parcelamentos em até 60 meses. Os clientes poderão negociar seus débitos por meio dos seguintes canais de atendimento da Cagepa:

– Call Center 115;

– WhatsApp (83) 98198-4495;

– Atendente Virtual Acqua, no site www.cagepa.pb.gov.br;

– Agência Virtual, no site www.cagepa.pb.gov.br;

– Aplicativo Cagepa, disponível para Android e iOS;

– Atendimento presencial nas lojas de atendimento

Saldo atual – Dada a alta procura, a edição 2022 da campanha ‘Fique em Dia com a Cagepa’ bateu recorde de benefícios. A campanha já beneficiou mais de 53 mil clientes com as facilidades da negociação de débitos. Este número já superou as duas edições anteriores, em que ambas duraram 60 dias.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

João Pessoa

Prefeito abre ‘Natal dos Sentimentos’ nesta quinta em JP; veja programação

Ao todo, serão investidos R$ 2,5 milhões que serão aplicados na iluminação especial a apresentações especiais.

Publicados

em

Reprodução

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), anunciou na manhã desta quarta-feira (30) a programação do Natal dos Sentimentos. As festividades estão previstas para começar a partir desta quinta-feira (01), com o tradicional desfile de Natal da Coca-Cola.

CONFIRA! Veja programação

Segundo o gestor, além da Epitácio Pessoa, o Busto de Tamandaré, Parque da Lagoa e diversos pontos da cidade vão receber iluminação especial. “Estamos trazendo as atividades natalinas para toda cidade. Por toda João Pessoa vamos ter atividades”, disse o gestor.

Ao todo, serão investidos R$ 2,5 milhões que serão aplicados na iluminação especial a apresentações especiais. A programação do Ano Novo não foi divulgada ainda.

Do MaisPB

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas