Conecte-se conosco

Saúde

Setembro amarelo: é a sua chance de saber como ajudar

Publicados

em


Participe de uma roda de conversa, ao vivo, sobre prevenção do suicídio.

O Fórum Mundial Espírito e Ciência, da LBV, mais uma vez convida a todos para uma transmissão ao vivo sobre uma temática muito importante e que deve ser tratada em toda a sua amplitude: “Prevenção do suicídio: o que podemos fazer?”

Anúncio


A roda de conversa será nesta quinta-feira, 29/9, às 19h30, pelo YouTube do Fórum Mundial Espírito e Ciência, da LBV.

Antônio Geral – Presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria

A transmissão contará com a presença do dr. Antônio Geraldo, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria e Coordenador Nacional da Campanha Setembro Amarelo. Você poderá interagir com comentários e dúvidas sobre o tema. Será uma oportunidade de reforçar informações sobre as formas de atuação Pela Vida.
Vamos compreender:

  • Como falar sobre suicídio com os jovens?
  • Como a mídia pode ajudar na prevenção ao suicídio?
  • Qual o papel da família e da sociedade?
  • O que fazer em casos de emergência?
    Não perca esse encontro, esteja com a gente e compartilhe o convite com os amigos e familiares!
    Youtube.com/Forumespiritoeciencia
    Canal Youtube.com/ForumEspiritoeCiencia

Assessoria/LBV

Rate this post
Anúncio


Saúde

CONTRA COVID-19: Guarabira amplia vacina bivalente para pessoas 50+

Publicados

em

Foto: Codecom

A Prefeitura de Guarabira, por meio da sua Secretaria de Saúde, está ampliando a partir desta segunda-feira, 27/3, a oferta da vacina bivalente contra Covid-19 para pessoas com 50 anos e mais. 

A vacina também já se encontra disponível para profissionais de saúde, funcionários do sistema prisional, pessoas com deficiência permanente e pessoas privadas de liberdade. E, ainda, para pessoas 12+ portadoras de HIV, transplantados, pacientes oncológicos, com insuficiência renal e imunossuprimidos.

Anúncio


A dose bivalente deve ser aplicada 4 meses após a pessoa ter completado o esquema vacinal (1ª e 2ª doses monovalentes) ou ter tomado a dose de reforço.

Portanto, quem se enquadra nestes grupos prioritários, munido do cartão de vacina, cartão do SUS e laudo médico (se for o caso), procure a UBS mais próxima e se vacine.

Bivalente – A vacina bivalente promove a imunização contra mais de uma cepa do Sars-CoV-2. No caso, ela abrange a cepa original, registrada em Wuhan, na China, e a variante ômicron, que desde 2022 predomina em todo o mundo. A vacina é aplicada em uma dose.

Codecom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Saúde

Paraíba registra 194 novos casos de tuberculose nos três primeiros meses de 2023

Publicados

em

Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (24) é comemorado o dia mundial de combate a tuberculose, e a Paraíba registrou, até o dia 07 de março deste ano, 194 novos casos da doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), no ano passado houve um total de 1.450 casos novos notificados.

De acordo com o Ministério da saúde, O Brasil registrou 78 mil novos casos de tuberculose no ano passado – um aumento de 4,9% em relação ao ano de 2021, quando o país teve recorde de mortes pela doença – 5 mil no total, maior número registrado nos últimos dez anos. Atualmente, a tuberculose  é  a segunda doença infecciosa que mais mata, atrás apenas da covid-19, e a principal causa de morte entre pessoas postadoras de HIV e Aids.

Anúncio


Ainda segundo o Ministério da Saúde, homens de 20 a 64 anos apresentam risco três vezes maior de contrair a tuberculose do que mulheres na mesma faixa etária. Em 2022, o país contabilizou 2,7 mil casos em menores de 15 anos, sendo 37% dessas notificações referentes a crianças de até quatro anos.

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada pelo ‘Mycobacterium Tuberculose’ que afeta, principalmente, os pulmões.  A infecção precisa ser tratada de forma correta e rápida. Para isso, as pessoas com sintomas devem procurar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que é a porta de entrada para atender pacientes com tuberculose.

O tratamento da doença é gratuito e ofertado nos serviços de saúde pelo Sistema Unico de Saúde (SUS). Apenas os casos que necessitam de acompanhamento por especialistas é que devem ser encaminhados para os serviços de referência, como o Hospital Clementino Fraga.

O diagnóstico da doença é feito a partir de um exame  simples, por meio da coleta do escarro, que precisa ser encaminhada para o Laboratório Municipal ou para o Laboratório de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB).

ClickPB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Saúde

Paraíba amplia público prioritário para a vacina Bivalente contra Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) ampliou o público para a aplicação da vacina Bivalente contra a Covid-19. Agora, todos os contemplados nos grupos prioritários podem tomar o imunizante, conforme quantitativo do estoque de cada município. A Paraíba iniciou a distribuição das doses no dia 14 de fevereiro para os municípios darem início à vacinação em grupos específicos mais vulneráveis que podem ter a evolução em desfechos graves.

De acordo com o secretário de Saúde da Paraíba, Jhony Bezerra, nesta segunda-feira (20), a SES recebeu mais de 90 mil doses da vacina Bivalente. Ele afirma que a secretaria segue a orientação do Ministério da Saúde, que é ampliar para todas as fases. Porém, reforça a orientação aos municípios que ampliem o público se tiver a vacina em estoque.

“É importante lembrar que a vacina é segura e este reforço é necessário para manter a população mais vulnerável protegida. É essencial trabalhar a conscientização para que a população busque a sala de vacinação. Estamos em um momento confortável no cenário do vírus, porém não podemos descuidar. Nós temos a ferramenta para combater o vírus, que são as vacinas disponíveis nos postos de vacinação de todo o estado”, pontua.

São considerados grupos prioritários: os idosos de 60 anos ou mais, pessoas vivendo em instituições de longa permanência a partir de 12 anos (ILP e RI) e seus trabalhadores; pessoas imunocomprometidas a partir de 12 anos de idade (transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea, com neoplasias hematológicas, com leucemias, linfomas e síndromes mielodisplásicas, pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses, pessoas vivendo com HIV, pessoas com doenças inflamatórias imunomediadas, em uso de imunossupressores e/ou imunobiológicos que levam à imunossupressão, pessoas com erros inatos da imunidade); indígenas, ribeirinhos e quilombolas (a partir de 12 anos de idade); gestantes e puérperas; trabalhadores da saúde; pessoas com deficiência permanente (a partir de 12 anos de idade); população privada de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas; e funcionários do sistema de privação de liberdade.

Anúncio


Secom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas