Conecte-se conosco

Cidades

SINAL DIGITAL: Napoleão Laureano pede doações de televisores ou conversores para instalar nas enfermarias

Publicados

em

O Hospital Napoleão Laureano (HNL), que é referência no tratamento ao câncer na Paraíba, pediu a doação de televisores ou conversores de imagem e antena para instalar nas áreas comuns, pois a partir do dia 30 de maio o sinal analógico será revogado deixando somente em uso o sinal digital. Essa mudança tornará os equipamentos analógicos da unidade obsoletos.

As televisões ajudam no entretenimento dos pacientes da instituição que passam a maior parte do tempo deitados nas enfermarias. “A televisão é uma forma de entreter nossos pacientes e de distraí-los, pois suas condições físicas e mentais geralmente estão bastante debilitadas. A doação dos conversores ou TVs podem ajudar a reverter o quadro de alguns de nossos internos, pois a distração ajuda na recuperação”, disse o presidente da Fundação Napoleão Laureano, Carneiro Arnaud.

O Hospital Napoleão Laureano é uma entidade filantrópica e de utilidade pública Federal, Estadual e Municipal que tem por finalidade tratar de pessoas portadoras de enfermidade neoplásicas. Maior parte dos pacientes atendidos (90%) pela unidade hospitalar vem através do Sistema Único de Saúde (SUS). O Laureano necessita de doações para manter toda a sua estrutura.

Câncer – O câncer deve atingir 9.430 pessoas na Paraíba só este ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer José de Alencar (Inca). No Estado, a previsão é de que 1.170 homens sejam vítimas de câncer de próstata e 880 mulheres de câncer de mama. Já as neoplasias serão responsáveis por 6.840 novos casos entre homens e mulheres.

Mudança – A maior diferença entre o sinal analógico e digital é a qualidade de imagem onde o sinal analógico que é transmitido pelas antenas normais tende a ser falho e não possui suporte em alta definição; já o sinal digital não possui erros comumente encontrados no analógico, como: chamuscados, ruídos, sinal fraco e etc. O sinal digital é transmitido pelas antenas mais modernas existentes no mercado podendo ser adquiridas separadamente ou em alguns casos já vem embutidas nos aparelhos de televisão.

Assessoria

Apoio

Cidades

Comandante da Cia de Alagoa Grande tem texto publicado em livro sobre Polícia Militar da PB

Publicados

em

O livro “A Polícia Militar na Paraíba: da história de criação aos dilemas profissionais” foi lançado na última segunda-feira (16), no Centro de Educação da Polícia Militar, em João Pessoa, durante a aula inaugural do Curso de Especialização em Segurança Pública (Cesp 2019). O livro possui textos escritos por policiais militares, entre eles, o capitão Jones, que é comandante da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), sediada em Alagoa Grande, que escreveu sobre o tema: “Educação Policial Militar na Paraíba: dilemas para a construção de uma segurança cidadã”.

O trabalho é inédito e resultado da produção dos policiais paraibanos no campo acadêmico, com recortes que traçam um pouco do que é a Polícia Militar da Paraíba, que tem 187 anos de fundação, com sua história, criação, formação pedagógica e dilemas profissionais. De acordo com os organizadores, o coronel Ronildo e o capitão Fábio, a obra deve servir como porta de abertura para a discussão de problemas e superação do senso comum quando se tratam de temas complexos, além de conhecimento, de forma mais objetiva, dos fenômenos presentes em instituições que têm uma marcante presença social, como é o caso da Polícia Militar.

Após a aula inaugural e o lançamento do livro aconteceu uma sessão de autógrafos com os autores. O capitão Jones é mestre e também possui Especialização em Direitos Fundamentais e Democracia pela UEPB (Universidade Estadual da Paraíba) e Bacharelados em Direito, também pela UEPB, e em Segurança Pública pela PMPB, com textos publicados em conceituadas revistas científicas.

Assessoria/4º BPM

Continue lendo

Cidades

Nove concursos e seleções com mais de 400 vagas encerram inscrições nesta quarta-feira na PB

Publicados

em

Foto: Ilustração

Nove editais de concursos e seleções para seis prefeituras e uma câmara municipal da Paraíba encerram inscrições nesta quarta-feira (18). No total, são oferecidas 441 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade na na Câmara Municipal de Santa Rita e nas prefeituras de São José dos Cordeiros, Borborema, Piancó, Monte Horebe, Sumé e Boa Ventura. Veja detalhes.

  • Vagas: 30 | 9
  • Níveis: todos
  • Salários: R$ 998 a R$ 2.040 | R$ 1.250 a R$ 1.904,13
  • Prazo de inscrição: até esta quarta-feira (18)
  • Local de inscrição: site da organizadora, CPCon
  • Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio e técnico) e R$ 105 (superior)
  • Provas: 20 de outubro
  • Edital do concurso e da seleção da Prefeitura de Borborema
  • Vagas: 27 | 130
  • Níveis: fundamental, médio, técnico e superior | fundamental
  • Salários: R$ 998 a R$ 1.725 | R$ 998
  • Prazo de inscrição: até esta quarta-feira (18)
  • Local de inscrição: site da organizadora, CPCon
  • Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior)
  • Provas: 20 de outubro
  • Edital do concurso e da seleção da Prefeitura de Piancó

Do G1 PB

Continue lendo

Cidades

Psiquiatra fala sobre como agir diante de alguém em risco de suicídio, em JP

Publicados

em

“Suícidio, o que fazer quando estamos diante de alguém em risco” é o tema da palestra, que será ministrada pelo médico psiquiatra, Alfredo Minervino, às 14h desta terça-feira (17/09), na sede do Ministério Público da Paraíba, na Capital. O evento faz parte da programação do Setembro Amarelo, movimento dedicado a ações de prevenção ao suicídio, e é aberto a todas as pessoas que têm interesse em entender melhor o fenômeno do suicídio e contribuir para sua prevenção.

A palestra faz parte do conjunto de ações pensadas pelo grupo de trabalho criado para discutir a prevenção, a assistência a vítimas de lesões autoprovocadas e a posvenção ao suicídio. O GT foi iniciado pela promotora de Justiça da Saúde, Jovana Tabosa, e incorporado ao Núcleo de Políticas Públicas, criado no âmbito do MPPB. Além dos membros do Ministério Público participam do grupo representantes de várias instituições, principalmente, das áreas de saúde e educação.

“Em um ano de trabalho do GT, construímos e estamos em fase de implementação da Nota Técnica 01/2019 (disponível em https://bit.ly/2lT1hgV), que vai nortear todas as ações da rede de saúde, da atenção básica à especializada, para que atue de forma integrada, com o acompanhamento de tentantes e seus familiares, minimizando os riscos de novas tentativas e o adoecimento mental de seus familiares. A expectativa é que a palestra do Dr. Minervino venha nos dar uma luz sobre o que podemos fazer diante de alguém adoecido e com ideação suicida. Temos a clareza que é preciso falar sobre o assunto sem tabus, ouvir as pessoas ao nosso redor e tratá-las”, explicou.

A palestra acontecerá no auditório do MPPB, na Avenida D. Pedro II, s/n, em João Pessoa. Além dos integrantes do GT de Prevenção e Posvenção ao Suicídio, de profissionais da rede de cuidados, podem participar do evento qualquer cidadão que queira entender melhor sobre o tema. Alfredo Minervino é um dos médicos psiquiatras mais conceituados da Paraíba; professor universitário e vice-presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Assessoria/MPPB

Continue lendo

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas