Conecte-se conosco

Policial

Polícia desarticula grupos suspeitos de roubos em Bananeiras e região

Publicados

em

A 21° Delegacia Secional em Solânea realizou ações policiais, nesta sexta-feira (25), que culminou na prisão de quatro adultos e três adolescentes, acusados de assaltos ocorridos nas cidades de Bananeiras, Solânea, Casserengue, Arara, Dona Inês e Araruna, no Agreste paraibano.

As investigações realizadas pela Delegacia de Solânea, presididas pelo delegado Pablo Ewerton e equipe, resultaram em quatro pessoas presas por roubos com invasão a residências, comércios e pedestres, que tiveram celulares e valores subtraídos, fatos ocorridos com violência e ameaças.

Já em Bananeiras, nas ações coordenadas pelos delegados Diógenes Fernandes e Ricardo Senna e equipe, ocorreram três prisões de acusados de roubos de motocicletas, sendo apreendido um revólver calibre 38 e recuperada uma motocicleta roubada, que estava escondida em um matagal, no Sítio Jaracatiá, sendo as prisões realizadas no Distrito do Tabuleiro, ambos em Bananeiras.

De acordo com a Polícia, todos os presos já têm várias passagens pela Justiça, por crimes de roubos, inclusive um deles saiu da cadeia de Bananeiras há um mês. De acordo com o delegado Seccional Diógenes Fernandes, a população da região estava sofrendo muito com os crimes praticados por estes assaltantes neste início de ano, mas todos os presos serão encaminhados as respectivas cadeias, ficando à disposição da Justiça, e outras pessoas serão investigadas e presas.

Presos em Bananeiras:

*David Melo da Costa, conhecido como “Davi do Tabuleiro”;
*Paulo César Vicente da Silva, 18 anos;
*Adolescente J.F.S, 14 anos.
Presos em Solânea:

*Antônio Carlos Rodrigues Santos, vulgo “Supapo”, 28 anos;
*Mateus dos Santos Pereira, 19 anos;
*Adolescente T. A. M. 16 anos;
*Adolescente R.S.R, 16 anos.

 

Assessoria

 

 

Policial

Polícia prende suspeito de integrar rede de pedofilia na PB

O suspeito estava com um aparelho celular contendo vários vídeos de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

Publicados

em

Foto: Ilustração

Um funcionário público municipal, que já responde processo por crime de estupro, foi preso pela Polícia Civil, após novos indícios de envolvimento com a prática de pedofilia. Com ele, foi encontrado um aparelho celular contendo vasto conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. O caso foi registrado na noite dessa segunda-feira (6) na Delegacia de Atendimento à Mulher da cidade Mamanguape (PB). A ação teve o apoio do Grupo Tático Especial da Delegacia Seccional de Mamanguape.

Segundo informações da delegada Cristiane Medeiros, o preso possui 37 anos de idade e é funcionário da Prefeitura Municipal de Rio Tinto (PB). Ele foi localizado no interior de um imóvel na cidade de Mamanguape, durante diligências feitas pela Polícia Civil.

O suspeito estava com um aparelho celular contendo vários vídeos de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes. O telefone foi apreendido e será submetido a perícias. O homem foi atuado com base no Artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente. A legislação prevê pena de 1 a 4 anos de prisão para quem armazena conteúdo pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

Ainda de acordo com a delegada, o homem é suspeito de integrar uma rede de pedofilia e chegou até a ser alvo de investigações por parte da Polícia Federal. Ele já responde a um processo criminal por crime de estupro de vulnerável, após ser acusado de ter acariciado as partes íntimas de uma criança, filha de uma ex-namorada.

“Ele já responde a crime de mesma natureza na comarca de Rio Tinto/PB, razão pela qual teve sua fiança negada, por conta dos evidentes requisitos para a prisão preventiva que foi representada ao Poder Judiciário”, afirmou a delegada.

“Após os procedimentos legais, o suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia de João Pessoa, ficando à disposição da Justiça”, completou Cristiane.

Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba

Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende em Guarabira procurado pela Justiça

O homem estava de posse de uma arma branca e estaria ameaçando outra pessoa no centro da cidade.

Publicados

em

Policiais do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, nessa segunda-feira (6), em Guarabira, um procurado pela Justiça depois que o Copom foi informado que um homem, de posse de uma arma branca, estaria ameaçando outra pessoa no centro da cidade. A guarnição comandada pelo subtenente Wamberto esteve no local e, constatada a veracidade da denúncia, imobilizou o suspeito e apreendeu a faca peixeira com a qual ele ameaçava a vítima.

Ao realizarem a consulta no nome do suspeito, os policiais constataram que havia contra ele um mandado de prisão expedido pela Justiça. Ele então foi preso e conduzido à delegacia, acompanhado pela vítima da ameaça, para a autuação em flagrante e, em seguida, por causa do mandado, ser encaminhado a um dos presídios da cidade.

P/5 Seção de Comunicação Social/ 4º BPM

Continue lendo

Policial

Polícia prende dois irmãos por tráfico de drogas em Guarabira

Publicados

em

A equipe plantonista da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil da Paraíba, sob a coordenação do delegado Fábio Facciolo, prendeu neste domingo, 5, dois homens e apreendeu drogas na cidade de Guarabira, região do brejo.

“Após receberem informações sobre tráfico de drogas na cidade de Guarabira, nos bairros Santa Terezinha e Frei Damião, os policiais conseguiram prender dois irmãos que estavam comercializando drogas ilícitas em suas residências e apreenderam drogas e materiais para fracionamento, e balanças digitais”, informou o delegado seccional de Guarabira, Felipe Castellar.

Ao chegar ao local a equipe encontrou parte da droga enterrada no quintal da residência e outra com os suspeitos para comercialização. Ambos foram autuados por tráfico ilícito de entorpecentes e encaminhados para o presídio padrão de Guarabira.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo denúncias através do número 197. A ligação é gratuita e identidade do denunciante ou da denunciante é mantida sob absoluto sigilo.

Assessoria

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas