Conecte-se conosco

Policial

Policiais realizam duas prisões e apreendem dois adolescentes infratores

Publicados

em

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram duas prisões e apreenderam dois adolescentes infratores, somente nesse sábado (23). A primeira apreensão por atos infracionais semelhantes à lesão corporal e ameaça aconteceu no centro da cidade de Guarabira, onde um adolescente de 17 anos de idade agrediu fisicamente e ameaçou a sua companheira. Após tomar conhecimento do caso, os policiais imediatamente chegaram ao local e, segundo relato da vítima, aconteceu um desentendimento entre os dois por questões de ciúmes e ele a agrediu com socos, causando-lhe vários hematomas pelo corpo, além de ameaçá-la de estupro. Após ser apreendido, o adolescente foi conduzido à delegacia.

Na cidade de Alagoinha, a guarnição do Destacamento foi acionada informando que um homem estaria embriagado e agressivo com familiares no interior da residência, localizada no centro da cidade. De imediato, os policiais compareceram ao local e constataram a veracidade das informações repassadas, observando que o suspeito estava com sinais visíveis de embriaguez alcoólica. A esposa relatou que ele chegou e começou a xingá-la e a filha, ao intervir na discussão, acabou sendo agredida. Ele foi conduzido à delegacia para a lavratura do auto da prisão em flagrante delito por violência doméstica.

Os policiais do Destacamento de Pilões, sob o comando do sargento Vieira, receberam uma informação anônima, via linha direta, de que um adolescente de 15 anos teria desferido um golpe de faca no braço direito da vítima e então deram início às diligências. O adolescente infrator foi encontrado na casa de uma conselheira tutelar, que informou aos policiais que ele teria relatado que, após um desentendimento, havia desferido um golpe de faca na vítima, que tem 19 anos. Na busca pessoal feita no adolescente, a faca não foi encontrada e ele foi levado para a delegacia.

Em Alagoinha, a guarnição comandada pelo cabo Emanuel foi solicitada via Copom para averiguar uma denúncia de que uma mulher estava pedindo socorro no segundo andar de um prédio. Chegando ao local, os policiais constataram que a vítima pedia socorro porque o filho, embriagado, a teria deixado trancada dentro de casa. Os militares pediram que ele abrisse a porta, mas ele não obedeceu e a guarnição teve que danificar uma porta para poder a adentrar a residência e liberar a vítima, então foi dada voz de prisão ao suspeito, que não esboçou qualquer reação, e foi conduzido à delegacia.

Assessoria/4º BPM

Policial

Homem invade a casa da mãe e é preso por policiais por descumprir medida protetiva

Publicados

em

Um homem foi preso por policiais do 4º BPM neste sábado (14), no centro da cidade de Pilõezinhos, acusado de invadir a casa da mãe adotiva, mesmo estando impedido pela Justiça de adentrar na residência. A prisão por descumprimento de medida protetiva, com base na Lei Maria da Penha, foi feita tão logo os policiais tomaram conhecimento do relato feito pela vítima de que o filho adotivo tinha entrado na residência, descumprindo uma medida determinada pela Justiça que a protegia. O acusado foi preso e, junto om a vítima, conduzido para a Delegacia de Polícia Civil.

SEXTA-FEIRA – Em Mulungu, também no centro da cidade, um homem chegou na residência da mãe e de acordo com o relato da irmã dele, apresentando fortes sinais de embriaguez alcoólica e procurando uma faca mas, como não a encontrou, tentou agredir as duas fisicamente. A guarnição do Destacamento se dirigiu ao local imediatamente e, após diligências, localizou e prendeu o suspeito.

Em Araçagi, a guarnição do Destacamento realizava rondas quando recebeu uma denúncia anônima de que um homem estaria praticando direção perigosa pelo centro da cidade em uma moto de cor laranja sem placa. Os policiais localizaram o suspeito e, ao ser indagado sobre os documentos de porte obrigatório, ele não os apresentou. Diante da situação, ele e a moto foram conduzidos para a delegacia.

Assessoria/4º BPM

Continue lendo

Policial

Policiais do 4° BPM prendem dois homens suspeitos de violência doméstica e estupro de vulnerável

Publicados

em

Foto: Divulgação/4º BPM

Policiais do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, na noite dessa quinta-feira (12) dois homens, um deles suspeito de violência doméstica e outro de estupro de vulnerável. A primeira prisão aconteceu na cidade de Belém, no Sítio Gameleira, onde a vítima informou que há cerca de 30 dias vinha sofrendo ameaças de morte por parte do companheiro, motivadas por ciúmes. A guarnição comandada pelo tenente Valdir foi até o local e manteve contato com a vítima, que relatou que naquela noite o companheiro chegou na residência com sinais de embriaguez alcoólica e voltou a ameaçá-la e chegou a atear fogo em uma mala de viagem pertencente a ela. Diante da confirmação fas denúncias, os policiais conduziram ambos à delegacia.

No Sítio Cantinhos, zona rural do município de Pilões, um homem foi preso por estupro de vulnerável de uma mulher com problemas mentais. A vítima, de 40 anos, deu entrada na UPA de Guarabira com sangramento e revelou ter sido molestada sexualmente pelo suspeito. O Copom, ao ser informado, acionou a guarnição de Pilões comandada pelo cabo Wellington que, com o apoio da guarnição da Força Tática comandada pelo cabo Gomes, que localizou o suspeito e o conduziu à delegacia em Guarabira. Ele negou a autoria do crime e falou que a vítima possui problemas mentais e, por isso, o teria acusado. A vítima foi medicada e, após liberada, foi encaminhada para a delegacia.

EM GUARABIRA – À tarde, no Bairro Novo, o Copom recebeu uma denúncia de que havia um homem embriagado fazendo ameaças à própria mãe e solicitou que uma viatura fosse até o local para averiguar a situação. A guarnição comandada pelo cabo Rogério foi ao local e, ao entrar em contato com a vítima, ela informou que todas as vezes que o seu filho consumia bebidas alcóolicas ficava agressivo e danificando os objetos da residência. Após ser preso, o suspeito foi conduzido à delegacia.

Assessoria 4º BPM

Continue lendo

Policial

Em Alagoa Grande, criança é agredida por padrasto e mãe é detida por não denunciar

Publicados

em

Foto: Divulgação/4º BPM

Uma mulher foi detida por policiais da Rádio Patrulha da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nessa quarta-feira (11), na zona rural do município de Alagoa Grande, depois de denúncias de que o companheiro dela teria agredido o seu filho, um menino de 11 anos de idade, jogando-o por várias vezes numa cerca de arame farpado e ela, que teria conhecimento das agressões, não o teria denunciado nem tomado nenhuma providência, informação confirmada pelos próprios familiares dela.

O homem suspeito da agressão conseguiu fugir, mas segundo os policiais apuraram, ele cumpre pena por estupro e latrocínio, estava no regime semiaberto e, como deixou de comparecer à cadeia, é considerado foragido da Justiça. No dia anterior, de acordo com outras denúncias, ele também teria espancado um sobrinho de 2 anos de idade. Com o auxílio do Conselho Tutelar, o menino foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a mãe.

EM SERRA DA RAIZ – No centro da cidade, a guarnição do Destacamento realizava o patrulhamento em via pública quando se deparou com dois homens em uma moto de cor preta, em atitudes suspeitas. De imediato, eles foram parados e foi realizada a busca pessoal, onde foi encontrado com o carona uma pequena quantidade de uma substância semelhante à maconha e o condutor não possuía a CNH (Carteira Nacional de habilitação). Os dois foram conduzidos à delegacia.

Assessoria 4º BPM

Continue lendo

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas