Conecte-se conosco

Cidades

IBGE informa: Varejo paraibano cresce 10,6% em outubro

Publicados

em

O volume de vendas do varejo paraibano, com o quarto mês consecutivo de expansão, registrou crescimento de 10,6% em outubro sobre o mesmo período do ano passado, segundo Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta quinta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o quarto mês seguido de alta acima de dois dígitos. Os meses de julho (11,6%), agosto (16,1%), setembro (12,7%) tiveram também forte expansão acima de dois dígitos. A Paraíba também apresentou alta nas vendas de outubro sobre setembro de 2,3%, bem acima da média nacional (0,9%).

No acumulado de janeiro a outubro, o varejo paraibano não apenas zerou as perdas das vendas no ano, mas já acumula elevação de 4,1% sobre o mesmo período do ano passado. No acumulado de janeiro a outubro, é o sexto melhor resultado do País e um dos três estados do Nordeste que apresentam alta no indicador sobre o ano passado, ao lado do Maranhão (6,9%) e do Piauí (4,8%). Os outros cinco estados da Região continuam acumulando no negativo no ano.   

Comércio ampliado segue crescendo – O cenário do comércio varejista ampliado da Paraíba, que inclui veículos, motos, partes e peças e de material de construção, também registrou alta pelo quarto mês consecutivo sobre o ano anterior. Em outubro, o índice foi de 9,4% sobre o ano passado, acima novamente da média nacional (6%). Nos meses de julho (8,8%) e agosto (8,8%), as taxas de crescimento foram iguais, enquanto setembro foi de 8,2%. 

Frente a outubro de 2020, houve resultados positivos em 26 das 27 Unidades da Federação. As maiores altas foram Piauí (23%), Acre (18,2%); Maranhão (17,8%); Rondônia (17,5%), Amazonas (15,4%). A Paraíba teve o 12º maior índice do País (12,8%) também acima do nacional (8,3%). 

Avaliação do índice – De acordo com o gerente da pesquisa do IBGE, Cristiano Santos, “esse resultado de outubro mostra um repique para cima, que precisamos ter cuidado para avaliar como uma retomada da aceleração. No mínimo, mostra um folego da economia num patamar que já estava alto”. Segundo o gerente, os principais fatores de influência no atual desempenho do comércio são a oferta maior de crédito, juros mais baixos, e a renda extra do Auxílio Emergencial.

Fonte: paraiba.pb.gov.br

Rate this post

Cidades

Guarabira: Prefeito mantém Festa da Luz, mas condiciona evento à contenção da pandemia

Publicados

em

Foto: Divulgação/PMG

O receio da disseminação da nova cepa da Covid-19, ômicron, identificada na África do Sul, tem levado muitas cidades a cancelarem eventos marcados para o final de ano. Mas, em Guarabira, a tradicional Festa da Luz não deve ser adiada. Em entrevista ao Portal MaisPB o prefeito Marcus Diogo (PSDB), comentou que existem recomendações, mas lembrou que a festa está agendada para 60 dias.

“Vamos aguardar mais para ver como se comporta a nova cepa e então teremos um posicionamento. Eu torço, trabalho, rezo para que superemos a Covid, só então poderemos ter uma belíssima festa. A vida das pessoas em primeiro lugar, mas não podemos simplesmente cruzar os braços e deixar nossas cidades irem a falência. A responsabilidade de um gestor envolve todos os aspectos: social, econômico e principalmente o humano, para isto é necessário ter coragem, firmeza não se deixar levar pela hipocrisia nem demagogia”, disse.

O gestor ainda acrescentou que, em Guarabira só haverá Festa da Luz “se for possível, se a pandemia permitir, se a pandemia for contida”. Contudo, reclamou que haveria uma torcida contra o evento. “O que não entendo é que tem pessoas que parecem torcer para que a pandemia volte para que não se faça a festa em Guarabira, para que não volte o trabalho. Pessoas que não sabem o que é trabalho, quantos milhares estão em casa recebendo seus salários enquanto milhões estão enfrentando os ônibus, metrôs aviões as ruas, todos trabalhando e arrecadando impostos para que o “Brasil” continue funcionando”.

Para o prefeito, realizar o evento é devolver um pouco da vida normal aos guarabirenses. “A Festa da Luz é mais do que uma festa, é uma retomada, retomada da socialização, da vida, da economia, de um novo tempo. A Festa da Luz, se Deus quiser, acontecerá porque a pandemia irá acabar, só assim poderemos ter a Festa da Luz. Até lá vamos continuar trabalhando duro para vacinar, conscientizar e fazer o melhor para nossa cidade”, finalizou.

Do MaisPB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

JP divulgará novo decreto que proíbe tendas na praia no dia 31 e aglomeração nas praças, parques, praias e calçadas da orla

Publicados

em

Foto: Divulgação

A Prefeitura de João Pessoa vai divulgar um novo decreto, nesta terça-feira (30), no qual proíbe as tendas na praia na noite de Réveillon e a aglomeração de pessoas nas praças, parques, praias e nas calçadas da orla da Capital. A nova medida busca proteger a cidade da transmissão do coronavírus, principalmente com a nova variante Ômicron.

O procurador Bruno Nóbrega informou ao ClickPB que o novo decreto “trará a proibição de aglomeração de pessoas nas praças, parques, praias e nas calçadas situadas em toda orla do município de João Pessoa e, especificamente quanto ao dia 31/12, na noite de réveillon, será proibida a instalação de tendas e/ou outros objetos na praia que estimulem a aglomeração de pessoas, além também de ser vedada a atividades de ambulantes na faixa de areia das praias de João Pessoa/PB.”

ClickPB

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Covid-19: Cícero Lucena confirma cancelamento do Réveillon em João Pessoa

A tradicional festa na praia era um dos eventos a serem retomados na Paraíba com a queda de casos e mortes pela Covid-19 no estado.

Publicados

em

Foto: Secom-JP

O prefeito Cícero Lucena confirmou, nesta segunda-feira (29), o cancelamento do Réveillon de João Pessoa, diante do anúncio da nova variante do coronavírus, a Ômicron, que circula por diversos países.

“Temos a responsabilidade com o momento que estamos vivendo de aumento de casos e desconhecimento da nova variante, onde o mundo todo está tomando providências de fechamento, de cautela, não poderíamos deixar em João Pessoa de adotar também essas medidas. Conversamos com o governador esse final de semana e, juntos, decidimos que não vamos fechar, mas também não vamos estimular. Então o planejamento que a Prefeitura tinha de fazer eventos na orla estão suspensos para que a gente não estimule a aglomeração. Mas temos certeza que não vamos perder a oportunidade de festejar, em família, em locais em que possa ser controlado o acesso”, declarou o prefeito, conforme apurou o ClickPB.

Saiba mais

A tradicional festa na praia era um dos eventos a serem retomados na Paraíba com a recente queda de casos e mortes pela Covid-19 no estado.

Diante da nova ameaça que é a variante ainda pouco conhecida, diversos estados e municípios têm repensado eventos de fim de ano em áreas abertas.

Além de João Pessoa, Cabedelo e Cajazeiras, já confirmaram o cancelamento do Réveillon. As demais prefeituras da Região Metropolitana da Capital (Bayeux, Santa Rita e Conde) ainda não se manifestaram sobre a realização de festas durante a passagem de ano.

ClickPB

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas