Conecte-se conosco

Cidades

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

Suspensão de aulas presenciais mostrou uma série de desigualdades

Publicados

em

A pandemia do novo coronavírus teve grande impacto na educação brasileira em 2020. A suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e particulares evidenciou uma série de desigualdades, deixando, inclusive, estudantes sem atendimento. A publicação Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus – Um olhar sobre múltiplas desigualdades reúne cinco estudos, realizados entre maio e julho de 2020, que se propuseram a coletar dados e depoimentos sobre o ensino no país. 

“A ideia é ter um material que traga as visões de diferentes atores, como foi esse período para os professores, como foi para os pais, como foi para os gestores, em se tratando de tomada de decisão para a educação. Assim, passar uma visão completa de qual foi o cenário educacional nesse período”, explica o diretor-fundador do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), Ernesto Faria, um dos participantes do estudo. 

A compilação pode, de acordo com Faria, servir como subsídio para que redes de ensino e escolas possam se preparar melhor para 2021. “[A pandemia] é um período que gera várias desigualdades. A gente precisa entender quais desigualdades são essas para daí poder tentar se antecipar a alguns problemas, como a evasão dos alunos”, diz. 

Uma das pesquisas que integram a publicação, realizada pela Fundação Lemann, o Itaú Social e Imaginable Futures, mostra que três meses depois do início da suspensão das aulas presenciais, ainda havia cerca de 4,8 milhões de estudantes, o equivalente a 18% do total de alunos do ensino fundamental e do ensino médio da rede pública, que não teriam recebido nenhum tipo de atividade, nem por meios eletrônicos, nem impressos. 

Além disso, mais de quatro em cada dez estudantes, o equivalente a 42%, não teriam, segundo seus familiares, equipamentos e condições de acesso adequados para o contexto da educação não presencial. Ficaram também evidentes desigualdades regionais. Enquanto quase sete em cada dez estudantes do ensino médio na região Sudeste tiveram aulas online mediadas por seus professores, essa proporção foi de pouco mais de quatro em cada dez nas regiões Nordeste e Sul.

Um dos grandes impactos a ser sentido ainda este ano, de acordo com Faria, poderá ser o aumento da evasão escolar daqueles que não seguirão estudando em 2021. Mais de um em cada quatro jovens do ensino médio já pensou em não voltar para a escola ao final do período de suspensão das aulas, segundo estudo realizado pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) e por parceiros. 

Com análise e texto de Ana Lúcia Lima, da Conhecimento Social, integram a publicação a Fundação Carlos Chagas, Fundação Roberto Marinho, Fundação Lemann, o Itaú Social, Instituto Península e Iede. O estudo está disponível na íntegra na internet.

Agência Brasil

Rate this post

Cidades

Itapororoca tem o primeiro abacaxi orgânico certificado da Paraíba

Publicados

em

Fotos: Reprodução

A cidade que sempre foi destaque nacional na produção de abacaxi tem mais um motivo de orgulho ao ter em sua área, a primeira produção de abacaxi com selo orgânico do Estado e uma das primeiras do Brasil.

O Sítio São José, recebeu o selo de produção orgânica após dois anos de mudança do sistema convencional, e poderá comercializar em toda região nacional com um produto saudável, nobre e de alto valor de mercado. A comercialização iniciará apenas em 2022 mas já tem lista de espera para compra.

A produção orgânica não utiliza agrotóxicos e nem adubos químicos, sendo tudo feito com soluções naturais, microorganismos e técnicas de manejo diferenciadas, além de promover a preservação do meio ambiente e a redução dos impactos na natureza.

Itapororoca está inserida no Arranjo Produtivo da Abacaxicultura do Estado sendo protagonista enquanto atividade econômica com relevante geração de empregos e renda.

BlogChicoSoares

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Saúde de Guarabira vacina adolescentes a partir de 12 anos sem comorbidades

O menor deve se dirigir ao local de vacinação munido dos documentos solicitados e acompanhado dos pais ou responsável.

Publicados

em

Após o recebimento de uma remessa de vacina Pfizer nesta quarta-feira (20/10), para primeira dose, a Secretaria de Saúde através da Coordenação de Epidemiologia e Imunização informa que, a vacinação para adolescentes sem comorbidades será retomada na manhã desta quinta-feira, com uma excelente novidade; avançando para 12+. 

O menor a ser vacinado deve se dirigir ao local de vacinação munido de CPF, RG, cartão do SUS e comprovante de residência. Bem como, acompanhado dos pais ou responsável. 

A atividade acontece no auditório da própria Secretaria, das 8h30 às 11h e das 13h30 às 16h30 – de segunda a quinta-feira, e na sexta, até às 11h. 

No mesmo local também segue sendo aplicada a primeira dose para adolescentes 12+ com comorbidades e para adultos de 18 a 59 anos (remanescentes), além da segunda dose da AstraZeneca para quem está concluído o esquema vacinal. Já a segunda dose da Pfizer ainda não se encontra disponível, por enquanto.

Codecom

Rate this post
Continue lendo

Cidades

Governo inicia topografia de local onde será construída a vila olímpica de Guarabira

A equipe técnica da Suplan deve ficar vários dias na cidade, realizando esse trabalho de levantamento topográfico.

Publicados

em

Os primeiros estudos técnicos de engenharia a cargo da SUPLAN – Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado, foram iniciados nesta quarta-feira, dia 20 de outubro, em Guarabira, no local onde deverá ser construída futuramente a Vila Olímpica da “Rainha do Brejo”. Esse trabalho atende um pedido feito diretamente pelo secretário-chefe da Casa Civil, Roberto Paulino (MDB) ao governador João Azevedo (Cidadania).

Inicialmente será feita toda a Topografia da área, com medições do campo altimétrico, aferindo também a interferência com as ruas que passam próximo ao local do futuro canteiro de obras, cuja extensão a ser ocupada deverá ficar em até 100% do terreno disponibilizado pelo Governo do Estado, além da sua integração através de pavimentação das vias de mobilidade urbana que levam ao asfalto da rodovia PB-073, que permite acesso ao Distrito Industrial.

“Esse é mais um passo importante dado pelo Governador João Azevedo no sentido de concretização dos planos da obra esportiva”, disse o deputado estadual Raniery Paulino (MDB). “É o pontapé inicial para a implantação efetiva da Vila Olímpica de Guarabira”, reafirmou o parlamentar emedebista. O terreno em questão fica localizado próximo à ECIT “Dom Marcelo Pinto Carvalheira” (Escola Técnica Cidadã Integral), inaugurada há apenas dois anos pelo atual governador João Azevedo.

A equipe técnica da Suplan deve ficar ainda durante vários dias na cidade, realizando esse trabalho de levantamento topográfico. No primeiro dia do serviço de mapeamento do terreno, os funcionários do Estado foram acompanhados pelo Chefe de Gabinete de Roberto Paulino no Palácio da Redenção, Rafael Rabelo, que também é engenheiro e tem bastante experiência nesse ramo profissional, atuando junto a empresas de loteamento, condomínios e construção civil.

Ele vai contribuir muito para o sucesso dessa primeira fase de medição do terreno, etc, por também ser guarabirense e conhecer bem de perto a área em estudo para implantação da Vila Olímpica, que deverá atender toda a região metropolitana da “Rainha do Brejo”, além de outras cidades próximas e demais municípios da circunvizinhança.

Por Giovanni Meireles/Assessoria

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas