Conecte-se conosco

Policial

Aglomerações, poluição sonora e prisões marcam o período de carnaval na Paraíba

Publicados

em

Foi encerrada na manhã desta quarta-feira (17) a operação realizada pelas forças de segurança do Estado no período destinado aos festejos carnavalescos, que foram suspensos este ano. Por causa da pandemia, a atuação da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar foi diferente: mais de 3 mil profissionais trabalharam no combate ao crime e também às aglomerações, para evitar a proliferação do novo coronavírus, de forma integrada com a Vigilância Sanitária, Procon, Guardas Municipais e Sudema.

Como resultado dessa ação conjunta: 18 bares e outros estabelecimentos foram notificados ou fechados com apoio da PM em João Pessoa. Todos por descumprirem medidas sanitárias estabelecidas em decretos estaduais, e quase 45 mil reais em multas foram aplicadas por poluição sonora (11 autos de infração e 7 aparelhos de som apreendidos).

O número de mandados de prisão cumpridos dobrou em relação ao carnaval do ano passado. Foram 14 este ano contra 7 cumpridos no período de 21 a 25 de ferreiro de 2020. 216 pessoas foram conduzidas até as delegacias por vários tipos de crime, com destaque para a prisão do suspeito de liderar o tráfico na comunidade Torre de Babel, no bairro do Valentina, na zona sul de João Pessoa. 47 armas de fogo apreendidas em todo o estado. Esse número representa um aumento de 88% em relação ao período do carnaval do ano passado. 32 veículos com registros de roubos foram recuperados.

Nas delegacias de Polícia Civil foram instaurados 150 procedimentos entre flagrantes, inquéritos por portaria, procedimentos especiais de menor infrator e Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). O total de Boletins de Ocorrências registrados foi de 394 presencialmente e 1013 na modalidade on-line, por meio do endereço www.delegaciaonline.pb.gov.br

Em relação à violência contra a mulher, 39 procedimentos foram instaurados e confeccionadas 47 medidas protetivas.

O Corpo de Bombeiros, que empregou operacionalmente homens e mulheres nas diversas áreas de atuação da instituição em todo território paraibano, realizou 2.425 atendimentos entre emergência e ações de prevenção. Não foi registrado nenhuma morte por afogamento, bem como acidente de trânsito grave.

Redução de homicídios – De acordo com os números do Núcleo e Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado de Segurança e da Defesa Social (Sesds), o período (sexta a terça-feira) deste ano foi o terceiro melhor dos últimos dez anos, no que se refere à redução de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI, que são os homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte.

Os destaques são a 2ª Região Integrada de Segurança Pública, que durante o período registrou um homicídio, que aconteceu na sexta feira, na cidade de Queimadas – e a 3ª Região Integrada de Segurança Pública que, como no ano anterior, computou apenas dois assassinatos, sendo um em Cajazeiras e outro em Jericó.

Assessoria/PMPB

Policial

Polícia Civil reforça combate à violência doméstica na PB

Publicados

em

Entre janeiro e fevereiro deste ano, 411 inquéritos policiais foram instaurados pela Polícia Civil da Paraíba para apurar crimes de violência doméstica no Estado. Além de investigar as denúncias, a corporação formalizou 610 pedidos de medidas protetivas em favor das vítimas. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (3) pelo Núcleo de Análise Institucional e Criminal da Polícia Civil (NAIC-PC).

No ano passado, a quantidade de inquéritos instaurados chegou a 2.750, com 3. 517 pedidos de medidas protetivas atendidos pela Justiça. Os números são resultado de ações intensas da Polícia Civil com objetivo de combater a violência doméstica na Paraíba.

Os trabalhos foram intensificados durante o período da pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19). A doença obrigou governos a adotarem o isolamento social, como forma de prevenção. Mas resultou na maior convivência entre vítimas e agressores no mesmo ambiente, possibilitando a ocorrência de agressões.

Para permitir que a vítima faça a queixa sem sair de casa, a Polícia Civil da Paraíba ampliou os serviços da delegacia online (www.delegaciaonline.pb.gov.br). Através da internet, é possível solicitar medidas protetivas e comunicar os casos que não se tratam de violência física ou sexual.

A ferramenta facilita o atendimento à vítima neste momento de distanciamento social. A Polícia Civil dispõe de equipe de profissionais que analisa todos os relatos e os encaminha para a delegacia competente.

Apesar disso, as delegacias físicas continuam funcionando normalmente, inclusive realizando plantões durante as 24 horas. No entanto, por conta da pandemia, a orientação da Polícia é que o local somente seja procurado em casos de violência física, sexual ou para solicitar perícias.

Além da Delegacia Online, as denúncias podem ser feitas por meio dos números 190 (Policia Militar), 197 (Polícia Civil) e 123 (Disque Violência).

Assessoria/PCPB

Continue lendo

Crimes virtuais

Capturado foragido do sistema prisional que teria ameaçado a companheira, na zona sul de JP

Publicados

em

Foto: Ilustração

A Polícia Militar capturou um homem foragido do sistema prisional, que já cumpria pena por assalto, mas estava livre indevidamente desde o fim do ano passado, após a saída temporária de Natal, e de não ter retornado ao presídio. A captura dele aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (04) após ele ter ameaçado a companheira, em João Pessoa.

Segundo os policiais do 5º Batalhão, que fizeram a prisão na zona sul da cidade, o acusado foi preso após a PM receber informações que ele estaria ameaçando a companheira e querendo ver a filha, no bairro João Paulo II. Durante as diligências, os policiais foram informados que o homem, que tem 21 anos de idade, já era foragido do sistema prisional e possuía um mandado de prisão em aberto.

Ele foi localizado e preso na casa de familiares, no bairro Colinas do Sul. O foragido foi apresentado na Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Assessoria/PMPB

Continue lendo

Policial

EM FLAGRANTE: Polícia Militar prende suspeito de homicídio no Bessa

Publicados

em

Foto ilustrativa

A Polícia Militar prendeu, em flagrante, um dos suspeitos de ter cometido um homicídio, no bairro do Bessa, em João Pessoa, na tarde desta terça-feira (02). Outros dois suspeitos seguem sendo procurados pelo cerco feito pela PM.

O suspeito preso foi localizado pelos policiais da Companhia Especializada em Apoio ao Turista (CEATur), já responde na Justiça por porte ilegal de arma de fogo, e seria o motorista do carro utilizado como transporte para o cometimento do crime. O assassinato aconteceu na avenida Argemiro de Figueiredo, os suspeitos atiraram contra a vítima e tentaram fugir em um carro, quando foram frustrados pela PM.

Além do homem que já está preso, dois suspeitos seguem sendo procurados pela Polícia na região, que conta com o apoio do Grupamento Tático Aéreo (GTA).

Assessoria/PMPB

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas