Conecte-se conosco

Policial

Operação conjunta tenta esclarecer e punir crimes contra as mulheres

Ação mobiliza policiais de todo o país.

Publicados

em

Arte: TJPB

Policiais civis de todo o país estão mobilizados para apurar denúncias, instaurar inquéritos e cumprir mandados de prisão contra pessoas acusadas de participação em crimes de violência contra mulheres.

Deflagrada hoje (7), a ação integrada faz parte da segunda edição da chamada Operação Resguardo, cuja primeira edição ocorreu no primeiro trimestre de 2021. A iniciativa é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e conta com o apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

“Essa operação demonstra o compromisso do governo federal, em conjunto com as forças estaduais, em combater a violência contra a mulher. É preciso que a sociedade se conscientize que esse crime é inadmissível, denuncie e ajude as forças de segurança a prevenir e reprimir novos casos de violência”, disse o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, em nota.

As polícias civis dos estados e do Distrito Federal atuarão sob a coordenação da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), na busca de suspeitos de ameaças, tentativas de feminicídio, lesão corporal, descumprimentos de medidas protetivas, estupro e importunação, entre outros crimes.

De acordo com o Ministério da Justiça, 51.551 denúncias de crimes de violência contra a mulher foram apuradas durante a primeira edição da Operação Resguardo. Quase 190 mil vítimas tiveram atendimento, 1.431 solicitações de mandados de busca foram expedidos e mais de 10 mil pessoas acabaram presas.

Em março de 2021, quando apresentou os dados preliminares da primeira edição da Resguardo, o então secretário nacional de Operações Integradas, Jeferson Lisboa Gimenes, declarou que a intenção do governo federal era tornar a iniciativa regular. “Queremos transformar ações de enfrentamento à violência contra a mulher em ações rotineiras”, afirmou o ex-secretário, destacando que ações como essa fortalecem a atuação conjunta entre o governo federal e os estados.

Serviço

Denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas, anonimamente, por meio do Disque 180 e de vários outros canais. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes.

Em maio de 2020, a Agência Brasil reuniu informações sobre algumas das principais iniciativas que visam facilitar o acesso às formas de ajuda, que vão das delegacias estaduais especializadas, que recebem denúncias presenciais, a aplicativos como o SOS Mulher, desenvolvido para smartphones pelo Ministério Público do Amapá e pela prefeitura de Macapá, e a plataforma de mesmo nome que o governo de São Paulo disponibiliza na internet, e que conta com uma ferramenta que permite às vítimas de violência doméstica pedir ajuda à polícia apenas apertando um botão do telefone celular.

* Com informações do Ministério da Justiça

Agência Brasil

Rate this post

Policial

PF prende 4 suspeitos e apreende mais de 500 kg de drogas em PE

Os detidos foram autuados por tráfico interestadual de entorpecentes.

Publicados

em

Ação da Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Militar do estado de Pernambuco, prenderam, ontem (28), quatro suspeitos por tráfico interestadual de entorpecentes, na cidade de Recife.

As prisões aconteceram através de informações recebidas pela Polícia Militar da chegada de drogas, nas imediações do bairro do Cordeiro (região metropolitana), e de trocas de informações na área de inteligência policial com a Polícia Federal.

De posse dessas informações, os policiais militares realizaram diversas rondas na região, quando abordaram um caminhão com quatro homens que estavam descarregando caixas de mudanças. Após abordagem, o motorista confirmou que havia drogas no interior de diversas caixas, escondida entre as mudanças. Após busca minuciosa foram encontrados quase 500 kg de maconha e 21,5 kg de crack, além da droga também foram apreendidos três aparelhos celulares.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido encontrado a droga, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante e, em seguida, foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco para as formalidades legais de Polícia Judiciária. Os detidos foram autuados por tráfico interestadual de entorpecentes e, caso venham a ser condenados, poderão pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

Do Wscom

Rate this post
Continue lendo

Policial

Polícia cumpre mandados em Alagoinha e Guarabira

Publicados

em

Às 23h30 na Rua do Sol, Centro, Alagoinha-PB, a guarnição realizava patrulhamento quando abordou o acusado, após consultar o nome através do COPOM / 4º BPM, foi constatado que havia um MANDADO DE PRISÃO EM ABERTO, expedido pela 1ª Vara Mista de Guarabira pelos crimes de Homicídio e roubo em desfavor do abordado. O acusado foi preso e conduzido à Delegacia plantonista na cidade de Guarabira, no que foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Por volta das 2h45 na Avenida Dom Pedro II, Centro, Guarabira-PB, a guarnição estava fazendo policiamento do evento festivo na cidade de Guarabira, quando visualizou o suspeito em atitude agressiva.

De imediato a guarnição seguiu o suspeito e fez abordagem pessoal. Ao fazer consulta perante o Copom, constatou que havia contra o suspeito um mandado de prisão por roubo, expedido pelo Órgão Judicial: VARA DE EXECUÇÃO PENAL DE JOÃO PESSOA – Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba. Diante do fato a guarnição conduziu o indivíduo à delegacia plantonista no que foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Blog do Felipe Silva

Rate this post
Continue lendo

Policial

Homem é preso após agredir a própria mãe em Alagoa Grande

Publicados

em

Ilustração

Um homem foi preso em flagrante depois de ter agredido a própria mãe, no distrito de Zumbi, na Zona Rural de Alagoa Grande, nesta segunda-feira (21). Vizinhos denunciaram o crime e uma guarnição chegou rapidamente ao local, evitando que algo pior viesse a acontecer.

Segundo a vítima, o filho estava sob efeito de drogas e entrou em sua casa, onde lhe agrediu fisicamente. A polícia conseguiu entrar no imóvel e prender o indivíduo em flagrante.

O acusado e a vítima foram conduzidos a delegacia da cidade de Guarabira, onde o delegado plantonista lavrou o auto de prisão em flagrante contra o agressor por violência doméstica.

OfarolPb com pbagora

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas