Conecte-se conosco

Policial

PC e Gaeco prendem DJ investigado por disseminar boatos sobre ataques contra escolas

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) prenderam, na manhã desta terça-feira (18/04), um DJ de 19 anos de idade,  investigado por disseminar informações falsas de ataques contra escolas em Santa Rita, município da Região Metropolitana de João Pessoa. 

Sobre a prisão desta terça-feira, de acordo com informações dos órgãos envolvidos na operação, no seu perfil em rede social, o investigado dizia que acreditava no trabalho da polícia e que as forças de segurança chegariam aos autores dessas fake news. Mais detalhes poderão ser dados, em tempo oportuno, pelo delegado João Ricardo, da Delegacia de Crimes Cibernéticos (DECC).

Anúncio


Operação Guardião

A ação conjunta integra a Operação Guardião, deflagrada na semana passada com o cumprimento de mandados judiciais, que tem o objetivo de coibir ações de pessoas e grupos que estejam propagando boatos sobre ataques a escolas. O objetivo da operação é garantir a segurança da população, em especial dos estudantes e profissionais frequentadores das instituições de ensino.

Não compartilhem!

O Ministério Público da Paraíba, por meio do Núcleo de Gestão do Conhecimento – NGC, integrado pelo Gaeco, e a Polícia Civil reiteram o compromisso com a sociedade de combater a criminalidade e garantir a paz e a tranquilidade da população. Junto a outras instituições, como as polícias Federal e Militar, alertam aos cidadãos que não produzam, nem compartilhem imagens e informações sobre violência contra as escolas e possíveis agressores, pois podem estimular novos casos, prejudicar investigações e gerar pânico social.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Civil da Paraíba

Rate this post
Anúncio


Policial

Suspeitos de assalto a oficial da Marinha morrem após colisão entre carro e caminhão

Publicados

em

Foto: Guarda Civil do Conde / Reprodução

Dois suspeitos de roubar o carro de um oficial da Marinha, no início da tarde desta quinta-feira (18), morreram em uma colisão entre o veiculo roubado e um caminhão, cidade do Conde, na Grande João Pessoa. De acordo com a Guarda Civil do município, os envolvidos trocaram tiros com a vítima do assalto e, durante a fuga, bateram de frente com um caminhão.

De acordo com informações da TV Cabo Branco, quatro homens em duas motocicletas assaltaram o militar da reserva e trocaram tiros com ele. Dois suspeitos conseguiram fugir no carro roubado, em direção à Jacumã, e os outros dois fugiram nas motos.

Anúncio


Durante a fuga, os suspeitos bateram na traseira de outro carro e o capô do veículo roubado subiu, dificultando a visão deles. Os dois homens perderam o controle e bateram de frente com o caminhão. Os outros dois suspeitos, que estavam nas motos, conseguiram fugir.

O militar da reserva da Marinha é um homem de 52 anos, que deu entrada no Hospital de Trauma de João Pessoa, após sofrer um ferimento por arma de fogo no tórax. Ainda de acordo com a unidade hospitalar, está em observação da cirurgia geral, neurocirurgia e cirurgia torácia, sendo o quadro clínico estável.

O Corpo de Bombeiros confirmou a morte dos dois homens dentro do veículo roubado. Os corpos ficaram presos às ferragens do carro.

Os bombeiros também afirmaram que o motorista do caminhão estava bem e foi conduzido para a delegacia para prestar depoimento.

G1 PB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

Polícia prende pai, filhos e genro investigados por vários roubos na região de Areia

Publicados

em

Foto: Ascom/PMPB

Quatro integrantes de uma mesma família cometendo roubos na região de Areia. Essa é a linha de investigação da Polícia Civil que resultou no cumprimento de mandados de prisão e de busca domiciliar na residência dos alvos. A Operação Rapace foi deflagrada na quinta-feira, 11 de abril, por equipes do Grupo Tático Especial (GTE), da Delegacia Municipal de Areia e Delegacia Municipal de Esperança.

A organização criminosa reunida em um núcleo familiar é composta pelo pai, dois filhos e um genro. Eles são apontados como responsáveis por vários roubos e invasões de residências na região de Areia. Crimes de homicídio e tráfico de drogas também recaem sobre o grupo.

Anúncio


De acordo com os relatos apurados pela Polícia Civil, os criminosos costumam agir com muita violência contra as vítimas, enquanto elas estão em poder do grupo. Há indícios de que eles cometeram cinco ações violentas no período entre fevereiro e abril deste ano.

Durante as buscas, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12, munições, balanças de precisão e pinos utilizados no comércio de drogas. Todo o material será periciado no Instituto de Polícia Científica (IPC).

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

Ladrão pratica roubo em loja, mas acaba preso pela polícia militar em Guarabira

Publicados

em

A polícia militar efetuou a prisão de um homem pelo crime de assalto no final da tarde desta segunda-feira (15), em um estabelecimento comercial, no município de Guarabira (PB).

De acordo com o comandante do 4º BPM, Tenente-coronel Sinval Silva, o preso identificado como Josenildo da Silva Santos, “vulgo Soró”, teria entrado na loja e roubado um aparelho celular e uma quantia em dinheiro da vítima.

Anúncio


O ladrão, que tem longa ficha criminal como assaltante e usuário de drogas, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil onde foi autuado pelo crime de assalto. Os objetos roubados foram devolvidos à vítima.

Do Fonte PB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas