Conecte-se conosco

Policial

PF investiga monitoramento indevido de autoridades pela Abin

Publicados

em

Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (25) a Operação Vigilância Aproximada para investigar organização criminosa que se instalou na Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Os investigados, segundo a corporação, monitoravam ilegalmente autoridades públicas e outras pessoas, utilizando-se de ferramentas de geolocalização de dispositivos móveis sem autorização judicial. 

Em nota, a PF informou que cumpre 21 mandados de busca e apreensão, além de medidas cautelares que incluem a suspensão imediata do exercício das funções públicas de sete policiais federais. Ao todo, 18 diligências de busca e apreensão estão sendo cumpridas em Brasília, uma em Juiz de Fora (MG), uma em São João Del Rei (MG) e uma no Rio de Janeiro. 

Anúncio


A operação é uma continuação das investigações da Operação Última Milha, deflagrada em outubro do ano passado. As provas obtidas pela corporação à época indicam que o grupo criou uma estrutura paralela na Abin e utilizou ferramentas do Estado para produzir informações para uso político e midiático, “para a obtenção de proveitos pessoais e até mesmo para interferir em investigações da Polícia Federal”. 

Ainda de acordo com a PF, os investigados podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. 

Fonte: Agência Brasil

Rate this post
Anúncio


Policial

Operação integrada cumpre mandados de prisão e captura chefe do tráfico no brejo

Publicados

em

Uma operação conjunta das Forças de Segurança cumpriu seis mandados de prisão no brejo, capturou o chefe do tráfico no município de Duas Estradas, e prendeu um apenado com tornozeleira eletrônica. A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (11) e foi realizada pelas Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros.

De acordo com o comando do 4º Batalhão, o homem apontado como chefe do tráfico do município de Duas Estradas, que fica a cerca de 105 quilômetros de João Pessoa, foi preso na operação. “Ele já estava sendo procurado pelas Forças de Segurança devido a sua atuação no tráfico de drogas na região. E hoje, durante a operação conseguimos cumprir esse mandado de prisão preventiva que havia sido expedido contra ele”, explicou o tenente-coronel Sinval, comandante da unidade. O oficial também informou que o acusado, que tem 28 anos de idade, já havia sido preso anteriormente pelo crime de tráfico.

Anúncio


Ao todo, seis mandados foram cumpridos contra acusados que estavam sendo procurados por diversos crimes. Um apenado que usava tornozeleira eletrônica e que agia no tráfico também foi preso. Uma arma de fogo artesanal do tipo soca-soca e porções de drogas também foram apreendidas.

As ocorrências foram apresentadas na Central de Polícia na cidade de Guarabira. 

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

Polícia Militar intercepta carregamento com 25 quilos de drogas na Capital

Publicados

em

A Polícia Militar interceptou um carregamento com cerca de 25 quilos de drogas, na noite do último sábado (08), em João Pessoa. A droga estava dividida em tabletes, sendo conduzidas por dois homens que foram presos pelos policiais da Força Tática do 5º Batalhão.

De acordo com o comando da unidade, a abordagem ocorreu após os policiais constatarem que um carro estava trafegando de forma irregular na BR-230, nas proximidades do bairro João Paulo II. Além das drogas encontradas, os policiais também localizaram uma prensa hidráulica utilizada, equipamento utilizado para confeccionar os tabletes com entorpecentes.

Anúncio


Toda a ocorrência foi encaminhada para a Cidade da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis, e onde a participação dos acusados presos deverá ser investigada.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

2024: Apreensão de explosivos realizada pela Polícia Civil é a maior do ano na Paraíba

Publicados

em

Mais de 100 artefatos explosivos foram apreendidos pela Polícia Civil da Paraíba, durante uma operação realizada na madrugada dessa sexta-feira, 07 de junho, em Campina Grande. Até o momento, esta é a maior apreensão desse tipo de material no estado.

A investigação é da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), junto com a Unintelpol/PCPB, e apontam que os artefatos seriam usados em ataques a instituições financeiras na Paraíba e até mesmo em outros estados. Grampos utilizados para furar pneus de viaturas também foram encontrados pelos policiais.

Anúncio


De acordo com o superintendente da Polícia Civil na região de Campina Grande, delegado Paulo Ênio, foram mais de dois meses de investigação até a localização do material, que estava escondido dentro de barris em Galante, distrito de Campina.

“Na verdade, trata-se de mais uma ação dentro do plano estratégico elaborado pela Secretaria de Segurança e a Delegacia-Geral, que vem, frequentemente, apresentando significativos resultados praticamente todos os meses aqui na Paraíba. Faz duas semanas, por exemplo, que a DRACO, em ação conjunta com a PRF, apreendeu uma arma calibre .50 e mais de 70 artefatos explosivos. A própria DRF apreendeu, também recentemente, um fuzil de uso exclusivo das Forças Armas que estava em poder de criminosos. Então, são frutos claros de uma política de segurança forte e eficiente”, destacou Paulo Ênio.

Ele informou que o grupo criminoso responsável pelos explosivos já está identificado e que a Polícia Civil continua investigando o paradeiro dos integrantes. “Não tenho dúvidas de que todos serão presos muito em breve”, concluiu o superintendente.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas