Conecte-se conosco

Brejo/Agreste

Unidades de Conservação são boas opções de passeios nas férias

Publicados

em

Uma boa opção para ocupar os dias das férias do mês de julho, desfrutando de lazer com belezas cênicas dos recursos naturais, é a visita às Unidades de Conservação (UC) da Paraíba, que são gerenciadas pelo Governo do Estado por meio da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema).

São 17 UC administradas pela autarquia, mais seis mantidas pelo Governo Federal, 12 pelos municípios e 10 particulares, todas conduzidas nos tipos de proteção: integral – que podem ser visitadas, mas necessitam de uma autorização e até acompanhamento especial; e de uso sustentável – que objetivam unir a conservação da natureza com a forma de uso sustentável dos recursos naturais.

Anúncio


Das 17 gerenciadas pela Sudema, nove exigem a proteção integral, como os Parques Estaduais da Mata do Pau Ferro, em Areia; Mata do Xém-Xém (Bayeux); Pico do Jabre (Maturéa e Mãe D’água); Pedra da Boca (Araruna); Mata de Jacarapé (João Pessoa), Aratu (João Pessoa); Trilha dos Cinco Rios (João Pessoa); Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha (Cabedelo); e Monumento Natural Vale dos Dinossauros (Sousa).

A técnica responsável pelo gerenciamento das UC, Simone Porfírio, informou que Areia Vermelha necessita de autorização, que é dada de forma indireta: “Esta unidade é uma ilha que só aparece quando o nível do mar está baixo. Ela pode ser visitada em qualquer período do ano. Mas, necessita de embarcação específica (e autorizada) para se chegar no local”.

Já o Vale dos Dinossauros, também necessita de autorização, mas a liberação é dada no momento em que os visitantes chegam ao local. “Eles podem apreciar uma beleza histórica como as famosas trilhas de dinossauros, denotando uma perseguição (entre predador x presa) e outros icnofósseis, ou seja, registros fossilizados da presença dos seres pré-históricos”, explica Simone.

Passeios radicais – Para os amantes de esportes radicais, e ainda pelo interior do Estado, existem os Parques do Poeta, em Campina Grande, Pico do Jabre (Patos) e Pedra da Boca (Araruna), que também necessitam da autorização e uma equipe com experiência nos esportes.

Os demais parques e UC de Proteção Integral, como Jacarapé, Aratu, Trilha de Cinco Rios, Pau Ferro, Xém-Xém, Estação Ecológica do Pau-Brasil e Refúgio de Vida Silvestre (RVS) Mata do Buraquinho se destacam pela exuberância de suas matas e, algumas vezes, pela presença de reservatório ou mananciais.

As Unidades de Conservação de Uso Sustentável, com gestão do Governo do Estado, são quatro Áreas de Proteção Ambiental (APA), duas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) e uma Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE).

São a APA das Onças, em São João do Tigre, onde é possível encontrar o segundo ponto mais alto do estado; APA do Cariri, abrangendo os municípios de São João do Cariri, Cabaceiras e Boa Vista, criada para preservar área com Geodiversidade, como as belas paisagens do Lajedo de Pai Mateus; APA do Roncador (Bananeiras), que protege a Cachoeira do Roncador; e APA de Tambaba, com as falésias coloridas do Litoral Sul, atingindo os municípios de Alhandra, Pitimbú e parte do Conde.

UC – Unidades de Conservação são áreas decretadas como sendo especiais por possuírem requisitos ecológicos e/ou beleza cênica. São decretadas por autoridades federais, estaduais ou municipais. Áreas particulares também podem ser transformadas em UC, bastando para isso que o proprietário procure um órgão governamental demonstrando seu interesse em transformar sua área (ou parte desta) em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

Nas Unidades de Proteção Integral, a proteção da natureza é o principal objetivo, por isso as regras e normas são mais restritivas. Nesse grupo é permitido apenas o uso indireto dos recursos naturais (que não envolve consumo, coleta ou dano aos recursos naturais).

Exemplos de atividades de uso indireto dos recursos naturais são: recreação em contato com a natureza, turismo ecológico, pesquisa científica, educação e interpretação ambiental, entre outras. As categorias de proteção integral são: estação ecológica, reserva biológica, parque, monumento natural e refúgio de vida silvestre.

Unidades de Uso Sustentável são áreas que visam conciliar a conservação da natureza com o uso sustentável dos recursos naturais. Nesse grupo, atividades que envolvem coleta e uso dos recursos naturais são permitidas, mas desde que praticadas de uma forma que a perenidade dos recursos ambientais renováveis e dos processos ecológicos esteja assegurada.

As categorias de uso sustentável são de relevante interesse ecológico, floresta nacional, reserva de fauna, reserva de desenvolvimento sustentável, reserva extrativista, APA e RPPN.

Serviço – Para o cidadão (ou grupo de pessoas) que tenha interesse de visitar as UC (Proteção Integral), o responsável pela visitação deve encaminhar à Sudema, seja via email ou presencialmente, 48 horas antes, o pedido de autorização para visitas em unidades de conservação da Paraíba. É necessário preencher formulário com dados completos do responsável, assim como de todos os participantes (nome, CPF, email e telefone). Para a validação da autorização, o formulário deverá ser assinado e enviado para o endereço da Sudema na Avenida Monsenhor Walfredo Leal, 181 – Tambiá – João Pessoa/PB, CEP 58020-540, telefones (83) 3218-5627 ou 3218-5581, email [email protected], ou comparecer pessoalmente nos das 8h às 12h ou das 13h30 às 16h30, de segunda a quinta, e sexta-feira das 8h às 12h.

 

PBAgora

Rate this post
Anúncio


Brejo/Agreste

Representantes do Fórum de Turismo do Brejo avaliam Rota Cultural de 2022

Publicados

em

Foto: cmlagoadedentro.pb.gov.br/ Reprodução

A cidade de Lagoa de Dentro, no Brejo da Paraíba, recebeu os representantes do Fórum de Turismo Sustentável do Brejo Paraibano para uma reunião avaliativa da Rota Cultural “Raízes do Brejo”, ocorrida em 2022, a reunião ocorreu na última quarta-feira, 08 de fevereiro.

O encontro foi guiado pelo presidente do fórum, Jaime Neto, e aconteceu na Câmara Municipal de Lagoa de Dentro.

Anúncio


A Rota Cultural “Raízes do Brejo” é formada pelos municípios de Alagoinha, Belém, Duas Estradas, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz, Borborema, Dona Inês, Guarabira, Pirpirituba e Pilõezinhos.

O objetivo principal da reunião foi ouvir os representantes de cada município sobre a participação (etapa) na rota 2022, os pontos positivos, negativos e o que se pode melhorar para 2023.

“É gratificante receber os representantes da cada cidade participante do Raízes do Brejo. Foi uma reunião bastante produtiva e que já nos prepara para edição 2023 da consolidada rota cultural que já é referência em nosso estado e fora dele. É o Brejo Paraibano para o mundo”, destacou o prefeito anfitrião, Zezinho da Rapadura.

O Município de Guarabira se fez representado pelo Ouvidor Geral e Presidente do COMTUR, Douglas Nóbrega. 

Codecom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Brejo/Agreste

AGORA É LEI! Paraíba ganha Dia do Orgulho Brejeiro

Projeto de autoria do deputado Raniery Paulino, visa estabelecer um marco para a implementação de ações de valorização do povo local, e desenvolvimento da região.

Publicados

em

Foto: Assessoria

O governador João Azevêdo sancionou, nesta terça-feira (8), a Lei que institui o Dia do Orgulho Brejeiro, na Paraíba. Agora, o dia 26 de novembro passa a integrar o calendário comemorativo do Estado. A Lei é de autoria do deputado Raniery Paulino, foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado e já está em vigor.

De acordo com a Lei, a criação da data visa estabelecer um marco para a implementação de ações de valorização do povo local, bem como desenvolver a região.

Anúncio


O deputado Raniery Paulino explicou também que as Secretarias Estaduais de Educação, Desenvolvimento Humano, Cultura, Turismo e Ciência e tecnologia poderão coordenar e implementar ações e firmar parcerias para o desenvolvimento da região.

Eventos, palestras, seminários e atividades pedagógicas devem fazer parte da celebração da data.

Acesso Político

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Brejo/Agreste

Governadora em exercício inspeciona obras da PB-103 e destaca importância da rodovia para o desenvolvimento do Brejo

Publicados

em

Fotos: Alberi Pontes

A governadora em exercício, Lígia Feliciano, esteve na manhã deste sábado (5) no Distrito de Tabuleiro, em Bananeiras, no Brejo paraibano, ocasião em que inspecionou as obras da rodovia estadual PB-103, que está recebendo investimentos do Governo do Estado da ordem de R$ 25 milhões. Ela realizou ainda a entrega de uma cisterna, construída pelo Projeto Cooperar, por meio do programa Paraíba Rural Sustentável, simbolizando as 68 entregues à Comunidade Sítio da Serra, em Dona Inês. 

Ao lado deputado federal eleito Damião Feliciano, e dos prefeitos Matheus Bezerra (Bananeiras) e Antônio Justino (Dona Inês), além de diversas lideranças políticas da região, a governadora em exercício Lígia Feliciano destacou a importância da construção da PB-103 como sendo a “grande mola propulsora” de desenvolvimento do Brejo paraibano. “Essa obra é de muita importância, pois vai alavancar o turismo, vai encurtar distâncias, vai criar condições para a agricultura familiar, pois o produtor agora vai poder escoar o que produz. Era um sonho desta região, que agora se realiza”, disse.

Anúncio


O prefeito de Bananeiras, Matheus Bezerra, também ressaltou a importância da obra e agradeceu os investimentos do Governo do Estado. “Nós estamos muito felizes com essa obra magnífica, que eu tenho a honra de levar o nome do meu avô, Mozart Bezerra. Como disse a governadora em exercício, vai encurtar distância, escoar a produção da agricultura familiar, trazendo desenvolvimento tanto para o comércio de Dona Inês como para Tabuleiro, Bananeiras como um todo, criando as condições para um novo fluxo turístico do Rio Grande do Norte para a região do Brejo, entre outros benefícios. Só temos a agradecer”, comentou.

Por sua vez, o prefeito de Dona Inês, Antônio Justino, também agradeceu os investimentos do Governo do Estado na região. “Para o município de Dona Inês, essa obra significa a redenção, o fim do isolamento. Com essa rodovia, estamos nos integrando com Bananeiras, Solânea, Remígio, com o Rio Grande do Norte. Só temos a agradecer”, ressaltou. 

Segurança hídrica ‐ Na Comunidade de Serra do Sítio, em Dona Inês, a governadora em exercício Lígia Feliciano inaugurou uma cisterna, simbolizando as 68 entregues dentro do Projeto Cooperar, por meio do programa Paraíba Rural Sustentável — livrando a comunidade da falta d’água. 

“Só quem sabe o que significa ter uma cisterna na porta de casa é quem não tem água. E o Governo do Estado tem feito vultosos investimentos em segurança hídrica, a exemplo da construção de adutoras para trazer as águas do São Francisco e da construção de cisternas. É um momento de muita alegria”, comentou Lígia Feliciano.

Após passar grande parte da vida pegando águas em rios ou barreiros, dona Olindrina da Conceição viu chegar ao fim a luta pela água. “Era muito difícil. Agora tudo isso acabou, graças a Deus”, afirmou, expressando sua alegria.

Secom-PB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas