Conecte-se conosco

Policial

Polícia Federal prende suspeitos de desvio de dinheiro de bancos

Foto: Divulgação

Publicados

em

Uma organização criminosa que desviava dinheiro de contas bancárias, fraudando os sistemas informatizados, é alvo da Operação Bandeirantes, deflagrada hoje (7) pela Polícia Federal (PF). Estima-se que em 2018 o grupo tenha desviado R$ 30 milhões.

De acordo com as investigações, os autores das fraudes recrutavam estagiários e empregados terceirizados de bancos para que instalassem equipamentos que permitiam a invasão dos sistemas por parte de integrantes da quadrilha.

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira,  40 policiais federais cumprem quatro mandados de prisão preventiva e três de prisão temporária, além de oito buscas e apreensões, em endereços em Brasília, Goiânia e São Paulo. Os mandados foram expedidos pela 10ª Vara Federal do Distrito Federal.

Segundo a PF, as investigações, iniciadas em 2016, constataram que o grupo criminoso lesou contas de clientes de instituições financeiras em Alagoas, Rio Grande do Norte, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

“Com acesso aos dados dos clientes, por meio de senhas de servidores das instituições financeiras, os criminosos transferiram valores de correntistas para contas de integrantes da organização”, disse a Polícia Federal.

O nome da operação – Bandeirantes – é uma referência à denominação dada aos sertanistas do período colonial que, a partir do início do século 16, penetraram no interior do Brasil em busca de riquezas minerais, sobretudo, ouro e prata.

Faz-se uma alusão à atuação do grupo investigado, que praticou fraudes em diversos estados, de Norte a Sul do país.

Fonte: Agência Brasil

Avalie esta postagem
Apoio

Policial

Dois homens são presos e revólver é apreendido por policiais do 4º BPM em Guarabira

Publicados

em

Depois de um roubo praticado na noite desse sábado (25), na cidade de Guarabira, policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) conseguiram prender os dois suspeitos, que foram reconhecidos pelas vítimas, e apreender a moto e o revólver calibre 38 utilizadas por eles. O Copom recebeu um telefonema informando que teriam havido disparos nas adjacências da caixa d’água próximo ao cruzeiro e de, imediato, a guarnição de Rádio Patrulha se dirigiu para o local com o apoio da guarnição comandada pelo subtenente Wamberto. Três pessoas relataram que teriam sido abordadas por dois homens em uma moto e um deles armado anunciou o assalto, mas quando ele se descuidou, duas delas reagiram e entraram em luta corporal, tendo uma delas sido atingida por um disparo de arma de fogo na perna e a outra se ferido ao cair.

Os dois suspeitos conseguiram fugir e deixaram cair a arma, que foi apreendida pelos policiais, que também socorreram as duas vítimas, feridas sem gravidade. As guarnições de Rádio Patrulha, Rotam, Força Tática e do CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade), comandada pelo tenente Diniz, estavam realizando buscas para localizar os suspeitos quando tomaram conhecimento de um acidente de moto entre Guarabira e Pirpirituba. Os policiais acompanharam o socorro dos dois homens suspeitos ao hospital, onde eles foram reconhecidos pelas vítimas e receberam voz de prisão. Após atendimento médico, os dois foram conduzidos à delegacia, junto com a arma e moto apreendidas, onde eles foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo, lesão corporal e porte de arma de fogo.

EM SERRA DA RAIZ – No centro da cidade, a guarnição do Destacamento local comandada pelo sargento Ozaniel foi solicitada pelas vítimas, que informaram ter sidas agredidas com coronhadas de arma de fogo, chutes e pontapés pelos suspeitos. Com o apoio das guarnições de Duas Estradas, Sertãozinho, Força Tática e do CPU, foram até o local, abordaram e prenderam os suspeitos, que apresentavam sinais visíveis de embriaguez. Policiais da CPTran foram acionados e apreenderam o veículo, que estava com o licenciamento em atraso. Os suspeitos e as vítimas foram encaminhados à delegacia.

Assessoria/4º BPM

Avalie esta postagem
Continue lendo

Policial

Moto roubada é encontrada por policiais do 4º BPM em Mulungu

Publicados

em

Uma moto roubada foi encontrada abandonada por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) no início da noite dessa sexta-feira (24), na zona rural do município de Mulungu. A guarnição do Destacamento local realizava rondas quando recebeu a informação de que havia uma moto abandonada nas proximidades do Sítio Poço de Pau. De imediato, os policiais se dirigiram para o local e, depois de encontrar a moto, constataram através de consulta sobre a procedência do veículo, que ela possuía restrição de roubo ou furto. A moto foi apreendida pelos policiais e removida para a Delegacia de Polícia Civil.

Em Araçagi, a guarnição realizava rondas pelo centro da cidade quando foi acionada por um homem que informou que reconheceu um adolescente que havia praticado um furto na residência dele dias atrás e que ele estaria na Praça Mackrina Maroja. Os policiais foram até o local informado e identificaram o adolescente, que confessou o ato infracional e revelou quem teria sido o receptador, que foi localizado após diligências. Com ele foram encontrados os objetos que haviam sido furtados e ambos foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia.

No Bairro do Cordeiro, em Guarabira, os policiais foram acionados para averiguar uma ocorrência de atrito verbal e, ao chegarem ao local, visualizaram que o suspeito estava deixando o ambiente em um automóvel. Foi dada a ordem de parada e após a abordagem pessoal foi observado que ele apresentava sinais visíveis de embriaguez alcoólica. A guarnição da CPTran foi acionada e, após a realização do teste com etilômetro, foi constatado que ele realmente estava embriagado. O acusado foi encaminhado e apresentado na delegacia.

Também em Guarabira, mas no Bairro Nordeste I, os policiais efetuavam rondas quando visualizaram um homem em atitude suspeita e ao realizarem a abordagem foi encontrada com ele uma quantidade de substância semelhante a crack. A guarnição da Rotam, comandada pelo sargento Felipi, conduziu o suspeito até a delegacia.

Assessoria/4º BPM

Avalie esta postagem
Continue lendo

Policial

Policiais militares e civis prendem em Guarabira suspeitos de furto e receptação

Publicados

em

Foto: Pedro Júnior

Policiais militares e civis realizaram, nessa quinta-feira (23), no Bairro Esplanada, em Guarabira, uma operação integrada que resultou na prisão de três suspeitos, dois por furto e um por receptação. O furto aconteceu na quarta-feira (22), nas imediações da feira livre da cidade, onde a vítima estacionou seu veiculo e, enquanto transportava sacolas com roupas para o seu estabelecimento comercial, dois homens se aproveitaram da ausência da sua ausência e furtaram três bolsas de roupas do veiculo, fugindo em seguida.

De posse das informações da vítima e de uma testemunha, os policiais da guarnição do Comando do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil deram início às diligências e conseguiram localizar um dos suspeitos, que confessou a participação no furto e apontou o segundo envolvido, que também foi localizado e preso.

Ao serem indagados sobre onde estava o material furtado, eles deram a localização de uma parte dos produtos e informaram que a outra parte teria sido vendida a um homem. As guarnições continuaram as diligências e conseguiram localizar o suspeito de receptação que, juntamente com os demais acusados, foi encaminhado à delegacia.

OUTRAS OCORRÊNCIAS – Em Cuitegi, os policiais militares e civis, com o apoio da guarnição do Destacamento local, prenderam um suspeito de furtar, durante a madrugada, uma moto que o proprietário deixou estacionada próximo a uma estrada. O suspeito foi encontrado com a moto próximo ao local do furto e disse aos policiais que iria usar a moto durante 15 dias para depois vendê-la.

No Conjunto Nova Alagoinha, em Alagoinha, a guarnição comandada pelo soldado Joedes realizava rondas quando se deparou com um homem em atitudes suspeitas. Ao realizarem a abordagem de rotina e consultarem o nome dele no Cadastro Nacional de Mandados de Prisão, os policiais constataram que havia um mandado de prisão contra ele, expedido pela Comarca de Areia.

Assessoria/4º BPM

Avalie esta postagem
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas