Conecte-se conosco

Cidades

Consuni aprova criação de Jardim Botânico da UEPB e reformulação em programas de assistência estudantil

Publicados

em

Com dois hortos florestais, um herbário, um Laboratório de Zoologia e Botânica e três cursos de pós-graduação na área ambiental, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) terá o seu Jardim Botânico. O Conselho Universitário (Consuni) da Instituição aprovou, por maioria, a criação do Jardim Botânico Professor Ivan Coelho Dantas, em reunião ordinária realizada terça-feira (18), no Auditório da Biblioteca Central, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande.

A proposta de criação do Jardim Botânico da UEPB foi relatada pelo vice-reitor Flávio Romero Guimarães que, em seu parecer, destacou o legado do biólogo Ivan Coelho e ressaltou que a institucionalização do Jardim Botânico vai favorecer o surgimento de financiamento e captação de recursos para os projetos voltados para a conservação e preservação do meio ambiente.

O projeto de criação do Jardim Botânico foi elaborado por uma Comissão nomeada pelo reitor, e composta pelo gerente do programa de arborização da UEPB, Arnaldo Bezerra de Menezes, e pelos professores Daniel Duarte, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Câmpus Areia; José Iranildo Melo, botânico e coordenador do herbário da UEPB; Thúlio Antunes de Arruda e Nycia Stelita Soares, do Departamento de Farmácia; Luína Alves Marinho, arquiteta da Instituição; Eugênio Elói, coordenador de Esporte e Lazer; e Zenaíde Nunes Magalhães, vice-presidente da Rede Brasileira de Jardins Botânicos.

Para o professor Flávio Romero, a criação do Jardim Botânico, vinculado à Reitoria, se reveste de significativa importância, uma vez que, ao logo dos anos, os espaços físicos que integrarão o futuro equipamento ambiental vem sendo utilizado para diversas atividades de pesquisa e de extensão, notadamente, nas áreas de Biologia, Ciências Agrárias, Ciências Agrícolas e Farmácia.

Um dos defensores do projeto, Arnaldo Bezerra, ressaltou que a UEPB dispõe de dois viveiros de mudas funcionando no antigo Setor de Piscicultura de Campina Grande e na reserva do Câmpus de Lagoa Seca. Ele destacou que, além de possibilitar a captação de recursos, o Jardim poderá contribuir para formar um cinturão verde no CCBS, bem como favorecer a revitalização da mata ciliar em torno do Açude de Bodocongó.

O Jardim Botânico será feito em polos, em que as áreas separadas (Parques Setoriais, Herbário e trilhas interligantes) formarão parte de um todo, junto com a maior porção de área cercada, que seria a do antigo Horto Municipal. O próximo passo agora será a criação do Estatuto do espaço e o seu registro na Rede Brasileira dos Jardins Botânicos.

Programas de assistência estudantil

Na reunião, o Consuni também aprovou quatro processos encaminhados pela Pró-Reitoria Estudantil (PROEST), propondo a reformulação dos programas de Bolsa Moradia, Bolsa Manutenção Parcial, Bolsa Manutenção e Restaurante Universitário. Em relação ao Restaurante Universitário, ficou estabelecido que o programa se aplique em duas modalidades, sendo uma oferecendo refeições gratuitas para os estudantes bolsistas de graduação e pós-graduação e outra ofertando bolsa de 50% do valor da refeição.

O programa beneficia alunos devidamente matriculados na UEPB, em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Para concorrer às seleções da PROEST e ter direito ao benefício, os alunos precisam se enquadrar nos requisitos do programa e cumprir as normas da Resolução aprovada. A pró-reitora Estudantil, Núbia Nascimento, ressaltou que a proposta regulamenta este tipo de assistência e vai possibilitar à PROEST fazer um melhor acompanhamento do programa.

Em relação aos programas Bolsa Moradia, Bolsa Manutenção Parcial e Bolsa Manutenção Total, as novas propostas reforçam requisitos para ingresso, apontam regras e mostram o que é vedado e pode implicar em perda do benefício. Atualmente, 73 estudantes têm direito à Bolsa Manutenção Parcial, no valor de R$ 253, enquanto 250 alunos são contemplados com a Bolsa Manutenção Total, no valor de R$ 506. Essas bolsas são pagas a alunos dos oito câmpus da Instituição. O reitor Rangel Junior lembrou que, a despeito da crise, a UEPB manteve todos os programas de assistência estudantil, tendo, inclusive, ampliado alguns deles. Os investimentos nessa política, nos últimos sete anos, ultrapassam os R$ 6 milhões.

Bacharelado em Agronomia e Núcleo de Arte e Cultura

Durante a reunião do Consuni foi aprovada ainda a proposta encaminhada pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), propondo a criação do Curso de Graduação em Agronomia, no Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, em Catolé do Rocha. Ao defender a proposta, o professor José Félix Brito relatou que o curso nasce devido a alta evasão na Licenciatura em Ciências Agrárias, que existe há 15 anos. O CCHA já reúne todas as condições de implantação do novo curso e a medida não implica em novas despesas para a UEPB, já que será aproveitada a estrutura já existente. Além da infraestrutura, o Câmpus IV conta com um corpo docente qualificado, formado por 15 doutores e cinco mestres.

O curso será diurno, terá carga de 3.600 horas/aula, duração mínima de 10 períodos e máxima de 15 períodos para conclusão da grade curricular. Muitos alunos da Licenciatura em Ciências Agrárias já manifestaram interesse em migrar para o Bacharelado em Agronomia, mas quem preferir poderá concluir o curso de Licenciatura normalmente.

Rangel Junior frisou que a UEPB não está desmanchando nenhum projeto concebido no passado, mas fazendo uma adaptação às exigências do novo tempo. O Consuni também aprovou a proposta de criação do Núcleo de Arte e Cultura do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA) do Câmpus VII, em Patos. O Centro, conforme destacou o professor Adeilson da Silva, relator do processo, já dispõe de um conjunto de atividades de Arte e Cultura, mas que ainda não estava regulamentado dentro da Instituição. A iniciativa, criada com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura (PROCULT), não gera custos para a UEPB.

Texto: Severino Lopes

Assessoria/UEPB

Apoio

Cidades

Litoral da Paraíba tem seis praias impróprias para banho; maré alcança 1,9 m

Publicados

em

Foto: Ilustração

O Litoral paraibano tem seis praias impróprias para banho – com trechos distribuídos entre João Pessoa, Cabedelo e Pitimbu – segundo o relatório divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), nesta sexta-feira (23). Nos outros pontos monitorados a qualidade das águas foi classificada como própria.

Neste fim de semana, de acordo com a Marinha do Brasil, a maré amanhece alta, com 1,8 m às 10h30 deste sábado (24) e 1,9 m às 11h51 do domingo (25). No fim do dia, as águas alcançam 0,9 m, às 16h39 deste sábado, e 0,8 m às 18h do domingo.

Praias impróprias para banho na Paraíba

João Pessoa

  • Praia de Manaíra, em frente aos imóveis nº 315 e nº 1461, ambos localizados na avenida João Maurício, e ao final da avenida Senador Ruy Carneiro;
  • Praia do Cabo Branco, 100 metros à direita e à esquerda da rotatória ao final da avenida Cabo Branco;

Cabedelo

  • Praia do Jacaré, na margem direita do estuário do rio Paraíba;

Pitimbu

  • Praia do Maceió, em frente à desembocadura do Riacho Engenho Velho;
  • Praia de Ponta dos Coqueiros, em frente à desembocadura da lagoa;
  • Praia de Acaú/Pontinha, em frente à desembocadura do Rio Goiana.

Fonte: G1 PB

Continue lendo

Cidades

Kits da Corrida do 4º BPM serão entregues neste sábado

Publicados

em

Foto: Divulgação/4º BPM

Os kits da 12ª Corrida Coronel Elísio Sobreira, promovida pelo 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de Guarabira, serão entregues aos atletas inscritos neste sábado (24), das 8h às 17h, sem intervalo para o almoço. A entrega será feita no próprio 4º BPM e no 2º BPM de Campina Grande e fazem parte do kit a camiseta, o número de inscrição que deve ser afixado na camiseta e o chip que irá registrar o tempo e a colocação de cada atleta inscrito. A corrida será realizada no domingo (25), às 7h30, com largada e chegada no 4° BPM.

Para receber o kit, os atletas que fizeram a inscrição pela internet devem apresentar o boleto com a autenticação mecânica do pagamento e um documento de identificação, que pode ser RG, CNH, identidade profissional, Registro de Nascimento ou de Casamento. Quem fez as inscrições de forma presencial também deve apresentar um documento de identificação, além do comprovante de pagamento.

Para a entrega do kit a terceiros, é necessário que a pessoa compareça ao local com a cópia do documento de identidade do atleta inscrito e o boleto de pagamento com autenticação mecânica ou comprovante de pagamento. Conforme consta no regulamento, os organizadores da Corrida Coronel Elísio Sobreira informam aos inscritos que não serão entregues kits no dia da realização da corrida ou nos dias posteriores.

Todos os inscritos na corrida que completarem o percurso receberão medalhas e os três primeiros de cada categoria – Geral, Militar Geral, Militar do 4º BPM e Cadeirante – nos percursos de 3 km e 8 km e gêneros masculino e feminino também receberão troféus. Além de distribuição de água durante o percurso, será oferecido aos atletas inscritos na corrida um café da manhã à base de frutas.

Assessoria 4º BPM

Continue lendo

Cidades

Terminam nesta quinta-feira inscrições para corrida do 4º BPM de Guarabira

Publicados

em

Terminam nesta quinta-feira (22), as inscrições para a 12ª Corrida Coronel Elísio Sobreira, que é promovida pelo 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e acontece no próximo domingo (25), às 7h30, com largada e chegada na frente do Batalhão. As inscrições presenciais podem ser feitas das 8h às 13h na sede do 2º BPM de Campina Grande, nas Companhias de Alagoa Grande e Belém e na Barraca do Seu Silva, no centro da cidade de Guarabira. No 4º BPM, as inscrições serão feitas até as 18h e na internet, no site: www.zeniteesportes.com.br, ate as 23h59. De forma presencial, o valor da inscrição é de R$ 30 e, no caso da internet, este valor é acrescido da taxa de R$ 5 referente à emissão do boleto.

Para o deslocamento de atletas de Campina Grande e região, será disponibilizado um ônibus, saindo da sede do 2º BPM, no Bairro do São José, pontualmente às 5h30 do domingo. Na corrida, as inscrições podem ser feitas em uma das quatro categorias: Geral, Militar Geral, Militar do 4º BPM e Cadeirante e todos os inscritos que concluírem os percursos de 3 km ou 8 km receberão medalhas personalizadas em metal. Os três primeiros colocados de cada categoria, nos gêneros masculino e feminino, também receberão troféus. Além de hidratação com água durante o percurso, os atletas inscritos terão direito a um café da manhã à base de frutas e sorteio de brindes.

A cronometragem da corrida será feita através de chips e, após o eventos, os inscritos poderão consultar no site da empresa responsável o tempo e a colocação. Após o encerramento das inscrições, a próxima etapa será no sábado (21), com a entrega dos Kits da Corrida contendo a camiseta, o chip que deve ser colocado no tênis e o número de inscrição que deve ser afixado na camiseta.

A Corrida Coronel Elísio Sobreira presta uma homenagem ao patrono da Polícia Militar da Paraíba e tem como objetivo, de acordo com o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Gilberto, incentivar a prática de atividades esportivas, promovendo a melhoria da qualidade de vida e a promoção da saúde.

Assessoria

Continue lendo

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas