Conecte-se conosco

Nordeste

Covid-19: Com UTIs lotadas em Natal, RN adia reabertura prevista para quarta-feira

Segundo a Governadora, o Estado não atingiu as metas sanitárias previstas para a retomada da economia.

Imagem: Reprodução/UOL

Publicados

em

Com leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) lotados na Grande Natal, o governo do Rio Grande do Norte anunciou nesta segunda-feira (15), que adiou por uma semana o processo gradual de reabertura da economia. Antes prevista para ter início na próxima quarta-feira (17), a reabertura começará no dia 24 deste mês.

Segundo anúncio feito pela governadora Fátima Bezerra (PT), o estado não atingiu as metas sanitárias previstas para a retomada da economia definidas no Decreto Estadual de 4 de junho de 2020.

A governadora se reuniu com empresários e fez o anúncio hoje em uma videoconferência realizada com o setor produtivo.

O estado registra 13.789 casos é 533 mortes até agora pela covid-19.

Segundo a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, na região Metropolitana de Natal e em Guamaré a taxa de ocupação de leitos de UTI na última semana foi de 100%. Na região oeste esse índice foi de 93,4%; enquanto no Seridó ficou em 67,7%.

Ao todo, desde o início da pandemia, o estado criou 341 Leitos para covid-19, sendo 197 de UTI. A pasta ainda promete abrir mais 206 leitos, 135 deles de UTI.

Motivos

A governadora alega que decidiu não autorizar a retomada econômica esta semana porque o nível de transmissibilidade do novo coronavírus, chamado de “R”, está ainda acima de um —ou seja, cada pessoa infectada transmite para mais de uma pessoa, o que faz o ritmo da epidemia crescer. O índice exato, entretanto, não foi informado pelo governo.

Ainda segundo a governadora, o estado apresenta uma desaceleração na taxa de contaminação, mas não o suficiente para uma reabertura em segurança.

Ela alegou que as medidas de intensificação do isolamento social e a antecipação de feriados não conseguiram reduzir a circulação de pessoas a ponto de reduzir a epidemia como esperado. Ontem, o estado teve um índice de isolamento social de 48%, um dos menores para um domingo.

O não-cumprimento do distanciamento social, diz, também foi puxado na semana passada pelo pagamento no final de semana de mais uma parcela do auxílio emergencial, que lotou agências da Caixa Econômica Federal. Muitas feiras livres do interior também funcionaram.

Em nota divulgada à noite, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal, José Lucena, afirmou que os empresários “chegaram ao limite” e que não há como manter mais as portas fechadas do comércio no estado.

“Fomos empáticos nesses quase 90 dias de isolamento social. Temos contribuído a todo momento, seja com plano de retomada das atividades, doação de máscaras, conserto de respiradores, e apoio aos decretos governamentais por exemplo. Só que não dá mais para continuar assim. A economia do Rio Grande do Norte não suporta mais. Estamos com um crescente no desemprego”, afirmou, citando que o “setor produtivo busca é o equilíbrio do ecossistema” com “saúde, segurança, educação e economia equiparados para salvar vidas”.

Do UOL

Brasil

Apuração de compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste vai para o STJ

Publicados

em

Foto: Ascom Vice-Governadoria-Ceará/Divulgação/Ilustração

O processo que apura a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, que desencadeou a Operação Ragnarok na semana passada, deixou o Tribunal de Justiça da Bahia e passou para as mãos do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A informação, confirmada pelo TJ-BA à reportagem, havia sido antecipada pelo Bahia Notícias na última sexta. A mudança se deve ao fato de governadores terem prerrogativa de foro e, por isso, somente podem ser julgados pelo STJ.

A apuração sobre a compra malsucedida dos respiradores teria culminado na saída de Bruno Dauster da Secretaria da Casa Civil do governo do estado. Dauster foi citado por um dos alvos da investigação como responsável principal do governo baiano na compra dos respiradores. O ex-secretário afirmou que sempre agiu “com absoluta transparência e rigor ético”.

Também na última sexta-feira, o Ministério da Justiça e Segurança Pública confirmou ao Bahia Notícias que encaminhou informações sobre o caso para a Polícia Federal avaliar a abertura da apuração.

A fraude na venda de 300 respiradores para o Consórcio Nordeste rendeu um prejuízo de cerca de R$ 10 milhões ao governo da Bahia (relembre aqui). O valor unitário dos respiradores foi de cerca de R$ 160 mil. Como a Bahia compraria 60 unidades, a conta do estado chegou a R$ 9,6 milhões, parte dos R$ 48,7 milhões previstos no contrato e pagos antecipadamente.

Fonte: Bahia Notícias

Continue lendo

Brasil

Colecionador Ricardo Brennand morre, aos 92 anos, por coronavírus

Empresário foi fundador do Instituto Ricardo Brennand, museu considerado um dos mais importantes da América do Sul

Publicados

em

GLAYSOM RAMOS/DIVULGAÇÃO

Ricardo Brennand, empresário e colecionador de arte, morreu aos 92 anos vítima do novo coronavírus. O óbito foi confirmado na madrugada deste sábado (25/04). O pernambucano estava internado em um hospital de Recife (PE)havia uma semana. Ele tinha problemas pulmonares e deixou a mulher e oito filhos.

Brennand é fundador do Instituto Ricardo Brennand – considerado um dos melhores museus do país. Nascido na Usina Santo Inácio, em 27 de maio de 1927, era casado com Graça Maria Monteiro Brennand, com quem teve oito filhos, 20 netos e 32 bisnetos. Ele fez estudos primários e secundários nos colégios Marista e Oswaldo Cruz, no Recife, e os concluiu no ano de 1945.

Posteriormente, formou-se em Engenharia Industrial pela Universidade de Pernambuco em 1949, ano em que iniciou sua vida profissional trabalhando ao lado do seu pai, Antônio, e de seu tio, Ricardo, à frente de empresas açucareiras e de fábricas de produtos cerâmicos e refratários, de louça e porcelana de mesa.

Já na direção do Grupo Brennand, Ricardo Brennand foi responsável por projetar e modernizar 19 fábricas. Nos últimos anos, Ricardo Brennand colaborou e inspirou atitudes empresariais dos seus filhos, tendo participado da implantação e da operação de inúmeros projetos na área da geração hidrelétrica e eólica, na produção de cimento e no ramo imobiliário.

Ele foi fundador do Instituto Ricardo Brennand, cujas atividades foram iniciadas em setembro de 2002. Construído em uma área de 77.680 metros quadrados e encravado em terras do engenho São João da Várzea, o museu é considerado um dos mais importantes da América do Sul, tendo registrado nos últimos 15 anos uma frequência de 2,5 milhões de visitantes.

Erguido sobre uma colina terciária, cercado por árvores frutíferas e da Mata Atlântica, o instituto é composto por prédios reunindo o Castelo de São João, a pinacoteca, a biblioteca, a galeria, a capela e o restaurante e ostenta na sua entrada uma aleia de 1.400 metros de palmeiras imperiais. Sua alameda é finalizada por uma imponente portada em cantaria, originária de um castelo francês, ladeada por dois monumentais leões esculpidos em pedra, procedentes do Palácio Monroe (Rio de Janeiro).

Nos seus jardins, os visitantes se deparam com uma réplica em mármore de Carrara da estátua de David de Michelangelo (1504), cujo original encontra-se na cidade italiana de Florença, com 7,15 metros de altura, sete toneladas, apoiada numa base do mesmo material.

O instituto ainda tem como acervo a maior coleção privada de pinturas do artista holandês Frans Post e uma das mais importantes coleções particulares de armas brancas raras do Brasil, além de já ter contado com a presença do príncipe herdeiro da Dinamarca (2002) e da rainha da Holanda (2003) em duas das suas exposições.

Do Metrópoles

Continue lendo

Cultura

Fest Bossa & Jazz divulga resultado do “Novos Talentos do RN” e se prepara para desembarcar em Natal nesta quarta

Publicados

em


O Festival oferece uma programação gratuita que inclui shows, oficinas, workshops e caminhadas ecológicas.

A segunda etapa do Fest Bossa & Jazz dispara o relógio para dá início ao Circuito 2016, com atrações locais, nacionais e internacionais compondo a programação gratuita. Após duas semanas de seleção ocorrida dentro das Prévias do Fest Bossa & Jazz Circuito 2016, o edital “Novos Talentos do RN” divulga os nomes dos vencedores que farão parte da programação deste grande Festival. Integram a equipe de artistas, o compositor, arranjador e pianista Frank Lemos (Palco Natal) e o jovem guitarrista e violonista, Nino Costa (Palco Pipa).

Marque na agenda. Natal-RN recebe o Festival nos dias 24 e 25 com oficinas, workshops e shows gratuitos, enquanto, na paradisíaca praia da Pipa, em Tibau do Sul – RN acontecem palestras e caminhadas ecológicas, em parceria com o Projeto TAMAR. Este ano algumas ações, como as citadas, ocorrem paralelamente, mas os shows gratuitos só adentram a praia da Pipa do dia 26 ao dia 28. Confira abaixo os artistas que estarão presentes nos dois polos e programe-se para curtir mais uma bela edição do Fest Bossa & Jazz.

FEST_BOSSA_RN2

O palco da Praça Ecológica de Ponta Negra vai contar com as seguintes atrações musicais: Clara Menezes, Frank Lemos, selecionado do “Novos Talentos do RN”; Filó Machado (SP), Dani e Débora Gurgel Quarteto (SP), além das atrações internacionais Grana Louise e Mark Lambert, Estados Unidos (EUA). As oficinas previstas na programação de Natal serão realizadas nas unidades SESC Zona Norte (dia 24 – 8h às 11h e das 14h às 17h) e SESC Cidadão Ponta Negra ( dia 25 – 9h às 12h e das 14h às 17h)

Na Praia da Pipa, durante o dia, também acontecem palestras, oficinas e workshops para, a noite, ter o palco iluminado ao som de Nino Costa, selecionado do “Novos Talentos do RN”; Mestrinho (SE), Sesi Big Band convida Lenine (PE); Sunset Session – Tamareando com Sérgio Groove e Yrahn Barreto (RN); Mad Dogs (RN) convida Chico Chico – Filho de Cássia Eller, Julia Vargas e Rodrigo Garcia (RJ); Bossacucanova (RJ) e Raphael Wressnig (Áustria). E, após todas as atrações, tanto em Natal quanto em Pipa, a partir da meia noite tem Jam Session – quando os músicos presentes se unem com o Fest & Bossa Trio para tocarem.

O Festival conta com o patrocínio da Cosern – Grupo Neoenergia e Oi através do Governo do Estado do Rio Grande do Norte pela Lei Câmara Cascudo com apoio cultural da Oi Futuro, Cyrela Plano & Plano, SESI Sistema FIERN, Luck Receptivo, parceria do SESC Sistema Fecomércio, Castelo Casado – Iluminações e Estrutura e promoção da Inter TV Cabugi. A realização fica por conta de Juçara Figueiredo Produções, Secretaria de Turismo do Governo do RN, RN Sustentável e Emprotur através do Banco Mundial.

Para saber mais sobre as atrações e os workshops que acontecem durante o evento, acesse www.festbossajazz.com.br ou acompanhe as novidades pelas mídias sociais do Festival.

Assessoria

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas